UFC

Cris Cyborg Vs Amanda Nunes no UFC 232 é a maior luta da história do MMA feminino

Cris Cyborg encara Amanda Nunes antes do UFC 232
Foto: Divulgação / UFC

O UFC 232, que acontece neste sábado, em Inglewood, Califórnia (EUA), fecha com chave de ouro a temporada da maior organização de MMA do mundo. Com duas disputas de cinturão, o show promove a histórica revanche entre Jon Jones e Alexander Gustafsson pelo reinado dos meio-pesados e também coloca frente a frente as campeãs Cris Cyborg e Amanda Nunes, que fazem a superluta feminina válida pelo título peso-pena do Ultimate. Jones e Cyborg são favoritos no Bodog, mas ambos têm pela frente um desafio enorme, que representa muito para suas carreiras.

Melhores sites de apostas

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+4

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$150

Bônus

+3

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

Transmissão

ao Vivo

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+2 More

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$777

Bônus

+8 More

Saque em 1-2 - Dias

Cris Cyborg Vs Amanda Nunes

Esta é uma superluta legítima. Pode-se dizer sem pensar duas vezes que é a maior luta da história do MMA feminino. Por que? Pela primeira vez, duas campeãs vão se enfrentar no octógono mais famoso do mundo. Mais do que isso, o duelo reúne Cyborg, considerada por muitos como a maior lutadora de todos os tempos contra Amanda Nunes, que ao longo dos últimos tempos se tornou uma força respeitável no esporte quebrando barreiras e fazendo história.

É muito difícil não tratar Cyborg como favorita no duelo. A brasileira é um fenômeno das lutas. Com um cartel de 20 vitórias e apenas uma derrota, ela não sabe o que é derrota há mais de 13 anos. Seu único revés foi em sua estreia no MMA, contra Erica Paes, em 2005. Das 20 vitórias, 17 foram por nocaute, sendo a maioria no primeiro round. A brasileira é um verdadeiro furacão dentro do cage e tem atropelado suas rivais sem grandes dificuldades ao longo de sua carreira. Só no UFC são quatro vitórias, sendo três por nocaute. Só Holly Holm conseguiu resistir ao jogo de Cyborg e perder só na decisão dos juízes. O poder de nocaute e a experiência são as maiores armas de Cris.

A melhor palavra que define Amanda Nunes nos últimos anos é “evolução”. A brasileira chegou ao UFC como uma boa lutadora e foi se consolidando com o tempo como uma potência feroz destinada a fazer história. Com um cartel de 16 vitórias e quatro derrotas na carreira, Amanda soma nove vitórias em dez lutas no octógono. Sua última derrota foi em 2014. De lá para cá, ela emplacou sete triunfos consecutivos, bateu duas vezes a campeã peso mosca feminino, Valentina Shevchenko, finalizou Miesha Tate no UFC 200 e se tornou a primeira brasileira a conquistar um cinturão do UFC, despachou Ronda Rousey com um nocaute relâmpago, foi a primeira brasileira a defender seu título no Brasil e diante de Cyborg pode ser a primeira mulher a deter dois cinturões de forma simultânea no UFC. Vale lembrar que Amanda é campeã peso galo e está subindo de categoria para desafiar Cris, campeã peso pena. A baiana é técnica e treina em uma das maiores academias do mundo. Sua evolução na trocação e especialmente na parte estratégica da luta são suas armas.

Amanda tem tudo para ser o maior desafio da carreira de Cris. O combate promete fortes emoções e embora seja entre duas brasileiras – nem todo mundo gosta de ver brasileiros se enfrentando – é um momento para se exaltar o poder do MMA feminino. Cyborg tem a chance de consolidar de vez a posição de “melhor de todos os tempos”, enquanto Amanda tem a chance de fazer história mais uma vez e quem sabe tomar o posto de Cris se adicionar tamanho feito no cartel.  Embora a luta seja dura e eu ache que vai durar cinco rounds, acredito que a experiência e o poder de Cris vão falar mais alto e ela vai defender seu título.

Confira as lutas do UFC 232

Jon Jones x Alexander Gustafsson
Cris Cyborg x Amanda Nunes
Carlos Condit x Michael Chiesa
Ilir Latifi x Corey Anderson
Chad Mendes x Alex Volkanovski
Card preliminar
Andrei Arlovski x Walt Harris
Cat Zingano x Megan Anderson
Douglas Silva x Petr Yan
BJ Penn x Ryan Hall
Nathaniel Wood x Andre Ewell
Uriah Hall x Bevon Lewis
Curtis Millender x Siyar Bahadurzada
Montel Jackson x Brian Kelleher

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar