Ganhador.com

Brasileirão Série A

Com apenas um empate e muitos gols, 16ª rodada do Brasileirão mantém o Flamengo na liderança e pode terminar com o Santos no Z-4

Destaque na goleada do Flamengo sobre o Sport, Lucas Paquetá reforça sua importância dentro do Rubro-Negro.

foto: Staff Images/Flamengo/Divulgação

A derrota na Vila Belmiro diante do América-MG pode colocar o Peixe no Z-4 do Campeonato Brasileiro caso o Bahia conquiste pelo menos um empate hoje contra o Atlético-MG na Fonte Nova, no encerramento da 16ª rodada. Flamengo, Internacional, Atlético-PR, Palmeiras e Corinthians venceram – e golearam – enquanto que os reservas do Grêmio garantiram o único empate do final de semana.

Em uma rodada de muitos gols (26 até o momento), a parte superior da tabela do Brasileirão pouco se moveu. As vitórias de Flamengo e São Paulo sobre Sport e Cruzeiro (respectivamente) mantiveram as duas equipes no topo, enquanto que o Internacional, provisoriamente, subiu para a 3ª colocação com 29 pontos após golear o Botafogo no Beira-Rio. O Atlético-MG que enfrenta o Bahia hoje à noite no encerramento da rodada no estádio da Fonte Nova pode chegar aos mesmos 29 pontos e tomar o lugar do Colorado que assumiria a 4ª colocação.

 

Goleadas

Flamengo 4 x 1 Sport

No dia em que Vitinho apresentou-se à torcida do Flamengo, o Urubu, embalado pelas quase 60 mil pessoas que compareceram ao Maracanã para ver o “desfile” do líder do Brasileirão, não teve muito trabalho para superar o Sport.

Após um primeiro tempo equilibrado, onde os donos da casa saíram na frente com Réver, mas permitiram o empate dos visitantes com Claudio Wick no final, o Mengão voltou para o segundo tempo mais ligado e com 3 gols em 18 minutos – Paquetá, Éverton Ribeiro e Uribe (que substituiu o apagado Guerrero) – liquidou a fatura, contando para isso com falhas de Ronaldo Alves e Magrão que facilitaram a vida do líder do Brasileirão.

O Sport por sua vez acumulou sua quarta derrota seguida no torneio e fica a apenas 3 pontos do Z-4. Tem a chance de se recuperar diante da Chapecoense na próxima rodada enquanto que o Flamengo faz uma jornada dupla contra Grêmio – na quarta-feira os times se enfrentam pela Copa do Brasil e no sábado se enfrentam pela 17ª rodada (ambos os jogos acontecem em Porto Alegre).

Palmeiras 3 x 0 Paraná

Enquanto espera pela chegada de Luiz Felipe Scolari – que está em Portugal e deve se apresentar na próxima sexta-feira –, o Palmeiras passou por algumas mudanças impostas pelo interino Wesley Carvalho e não teve problemas para superar o Paraná, que acreditava ser possível surpreender o Verdão neste momento de “transição”.

Mais uma vez Bruno Henrique foi o destaque do jogo com 2 gols ainda no primeiro tempo, aos 16 minutos e aos 40. Dividindo a proteção à zaga  e a saída de bola com Moisés, o volante ajudou a distribuir o jogo a apareceu com perigo no ataque. Com Artur aberto na direita, Dudu na esquerda e William no comando de ataque, o Verdão assumiu o controle do jogo com relativa facilidade.

O Paraná bem que tentou reagir no segundo tempo, mas bastaram 5 minutos para que o Palmeiras voltasse a mandar no jogo e com Lucas Lima – que entrou no lugar de Artur – fechasse a fatura.

Com 26 pontos, o Palmeiras chega à 6ª posição no Brasileiro enquanto que o Paraná mantém-se com 13 pontos e volta a segurar a vice-lanterna do torneio.

Vasco 1 x 4 Corinthians

Em um jogo de dois tempos muito distintos, com domínio vascaíno na primeira etapa, o Corinthians contou com uma drástica mudança de atitude na volta do intervalo e um show de Romero que, destaque do jogo, marcou 3 e credenciou-se a assumir o protagonismo do time no vácuo deixado por Rodriguinho.

Melhor na etapa inicial, o Vasco saiu na frente com Yago Pikachu cobrando pênalti infantil sofrido por ele mesmo.

Na volta do intervalo, a tiriça corintiana mudou de lado e, sonolento, o Vasco foi completamente dominado pelos paulistas nos 45 minutos finais. Logo aos 3 minutos, o paraguaio aproveitou passe de Jadson e mandou para o fundo do gol de Martín Silva. Aos 11, Pedrinho, livre de marcação, cruzou da esquerda e Romero, como um típico centroavante, marcou o segundo. Em cobrança de pênalti, aos 33, Jadson guardou o dele e aos 47 Romero fechou a fatura.

Um resultado que, apatia vasacaína à parte no segundo tempo, mostrou que pode, finalmente, haver vida no Corinthians pós-Fabio Carille.

Atlético-PR 4 x 0 Vitória

Aos poucos o Atlético-PR vai se reencontrando no Campeonato Brasileiro em busca da saída do Z-4. Após a vitória contra o Peñarol pela Sul-Americana, o Furacão não tomou conhecimento do Vitória e afastou a crise com uma goleada por 4 a 0 que se não serve para tirar a equipe da zona da degola, serve para mostrar que o time está se encontrando e tem condições de sair desta situação.

Com gols de Marcelo Cirino, Marcinho, Wellington e Pablo, os donos da casa fecharam a partida com os gritos de “olé” da torcida e mergulharam o Vitória de vez na crise. Obviamente, o técnico Vagner Mancini não resistiu a mais esta derrota e não está mais no comando do clube baiano – pior defesa do Campeonato Brasileiro com 31 gols sofridos.

Internacional 3 x 0 Botafogo

Com dois gols de Pottker e um de Damião, além de uma atuação inspirada de Nico López, o Internacional recuperou-se da derrota para o América-MG na rodada anterior e não deu chances ao Botafogo que, acanhado, pouco fez para ameaçar o gol de Danilo Fernandes e desperdiçou mais uma oportunidade de se aproximar da parte de cima da tabela.

3º colocado, com 29 pontos, o Internacional agora torce pelo Bahia contra o Atlético-MG no encerramento da rodada hoje para não cair para a 4ª colocação e, no confronto direto na próxima rodada, conseguir abrir uma boa vantagem à frente do Galo.

 

O melhor visitante

Cruzeiro 0 x 2 São Paulo

Com 15 pontos em nove jogos o São Paulo consolidou-se como o melhor visitante do Campeonato Brasileiro neste domingo ao derrubar o Cruzeiro no Mineirão por 2 a 0. Aproveitando-se de dois contra-ataques (um em cada tempo) o vice-líder matou a Raposa com gols de Diego Sousa e Éverton e passou com méritos pela parte mais complicada de sua tabela no primeiro turno do torneio com vitórias (além da de ontem) sobre Flamengo e Corinthians e a derrota para o Grêmio. 9 pontos conquistados em 12 possíveis e ainda na caça ao líder.

A história de ontem poderia ter sido diferente se Barcos não tivesse mandado na trave de Sidão a cobrança de pênalti cometido por Arboleda quando o jogo ainda estava 1 a 0. Como o “se” não entra em campo, vitória do Tricolor que encontrou seu rumo nas mãos de Diego Aguirre mas pode enfrentar uma turbulência chamada Nenê nos próximos dias: pela segunda vez, o meia reclamou de ser substituído no segundo tempo e ficou no banco de reservas balançando a cabeça negativamente. Uma atitude que ele tinha em seus tempos de Vasco que pode contaminar o ambiente e atrapalhar as ambições do São Paulo para a temporada.

 

Fechando a rodada

Chapecoense 1 x 1 Grêmio

De olho nos dois jogos que tem contra o Flamengo nesta semana, o técnico Renato Gaúcho mandou um time repleto de reservas para enfrentar a Chapecoense na Arena Condá no domingo. Mas, nem por isso, o Imortal aliviou. Pepê abriu o placar aos 2 minutos aproveitando passe de Hernane. Os garotos do Grêmio tomaram o controle do jogo mas falharam nas oportunidades de tiveram para ampliar o placar – assim como a Chape que não aproveitou as poucas oportunidades que teve no primeiro tempo.

Mais organizados na volta do intervalo, os donos da casa foram para o abafa e aproveitando-se de uma pane geral na defesa Tricolor, chegaram ao empate com Elicarlos.

O Verdão seguiu pressionando até o final mas não conseguiu superar o Grêmio que volta para Porto Alegre com 1 ponto e na 4ª colocação – podendo fechar a rodada em 5º lugar. A Chape, por sua vez, segue perigosamente perto do Z-4 com 17 pontos, podendo ser ultrapassada pelo Bahia hoje à noite ficando à frente apenas do Santos que tem um jogo a menos.

Santos 0 x 1 América-MG

Ainda sob o comando do interino Serginho Chulipa, o Santos bem que tentou, mas não conseguiu furar o excelente bloqueio defensivo do América-MG que apostou nos contra-ataques para garantir sua primeira vitória como visitante no Campeonato Brasileiro 2018. Aos 36 minutos do primeiro tempo, Marquinhos sofreu pênalti que Ruy não desperdiçou. Com a vantagem no placar, o cenário de ataque contra defesa ficou ainda mais evidente mas o Santos, em 32 finalizações, não conseguiu marcar. Melhor para o Coelho que com as duas vitórias nas últimas duas rodadas chegou à 10ª colocação com 20 pontos.

O Santos, por outro lado, segue sem rumo e pode passar a semana dentro do Z-4, caso o Bahia vença o Atlético-MG hoje a noite.

Ceará 1 x 0 Fluminense

Ceará e Fluminense ficam, com méritos, com o prêmio de “O Pior Jogo da Rodada”. Irreconhecível, o Fluminense – que era o melhor time do Brasileirão pós-Copa –, pouco fez para ameaçar o Ceará que, percebendo a falta de vontade dos visitantes, arriscou-se ao ataque e aos 40 minutos do primeiro tempo chegou ao gol com Leandro Carvalho.

Marcelo Oliveira bem que tentou e mudou o Tricolor. Mas as entradas de Luciano e Everaldo nos lugares de Jadson e Sonorza só fizeram piorar o meio-campo do Fluminense que abandonou de vez toda e qualquer esperança de buscar  o empate. Sem dúvida um jogo para o Ceará comemorar – mais pelos 3 pontos conquistados do que pelo desempenho – e para o Fluminense esquecer completamente.

 

Jogos, resultados e palpites da 16ª rodada do Brasileirão da Série A

Sábado, 28 de julho

  • 16:00 – Ceará 1 x 0 Fluminense – Palpite: Fluminense

Domingo, 29 de julho

  • 11:00 – Vasco 1 x 4 Corinthians – Palpite: empate
  • 11:00 – Palmeiras 3 x 0 Paraná – Palpite: Palmeiras
  • 16:00 – Cruzeiro 0 x 2 São Paulo – Palpite: Cruzeiro
  • 16:00 – Atlético Paranaense 4 x 0 Vitória – Palpite: Atlético Paranaense
  • 16:00 – Flamengo 4 x 1 Sport – Palpite: Flamengo
  • 16:00 – Internacional 3 x 0 Botafogo – Palpite: Internacional
  • 19:00 – Chapecoense 1 x 1 Grêmio – Palpite: Grêmio
  • 19:00 – Santos 0 x 1 América-MG – Palpite: empate

Segunda-feira, 30 de julho

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar