NBA

Cleveland x Golden State pelas Finais da NBA: Qual é a verdadeira falta que Kyrie Irving faz para os Cavs?

Kyrie Irving
Foto: Adam Glanzman/Getty Images

Jogo 4, às 22h desta sexta (8) em Cleveland, pode decretar o bicampeonato consecutivo do Golden State Warriors

As Finais da NBA têm uma grande chance nesta sexta (8) de automaticamente se transportar para o passado. Com um explícito 3-0 no placar do playoff decisivo, o Golden State Warriors está a apenas uma vitória de completar uma varrida que seria realmente histórica em cima do Cleveland Cavaliers, que perderia, assim, o anel da NBA pelo segundo ano consecutivo para os infernais “Splash Brothers” que voltaram a arremessar com tudo nesta decisão. O quarto capítulo que pode ser realmente o decisivo da série começa às 22h (de Brasília) desta sexta (8) na Quicken Loans Arena, em Cleveland, com o time tentando lutar contra uma apatia que ficou bastante escancarada no semblante dos jogadores ao final da terceira derrota.

 

A falta de quem não está

O clima nos Cavs é mesmo de profunda tristeza. O time tanto sentiu o golpe do 0-3 que já começaram a surgir na imprensa norte-americana uma série de polêmicas alegando queixas de seus jogadores e, de novo, de uma possível transferência de LeBron justamente para o Golden State Warriors. Será? Não é o momento para projetar o futuro, mas olhar para o passado pode ajudar a entender por que o Cleveland está a um fio do colapso.

Segundo o jornalista Jason Lloyd, que cobre tudo o que ocorre nos Cavs para o respeitado site “The Athletic”, um veterano jogador do Cleveland explodiu com os colegas depois do Jogo 3, dizendo “que se Kyrie Irving seguisse entre eles, estaria 3-0 para o Cleveland, e não para os Warriors.”

De acordo com o que se especula nos Estados Unidos, a frase partiu do pivô canadense Tristan Thompson. “A frustração do vestiário dos Cavs é tremenda porque eles veem que os Warriors são mais vulneráveis desta vez. Viram um time diferente, até pela ausência de Igoudala, e perceberam a equipe mais concentrada no ano passado, quando estava realmente lutando para conquistar o seu anel de campeão”, escreveu Lloyd.

Kyrie, vale lembrar, forçou sua saída do Cleveland para buscar novos ares em Boston e sair da sombra de LeBron James. De fato, Irving teve números respeitáveis sempre  que o Cleveland precisou dele. Teve média de 27,1 pontos e quase quatro assistências por jogo nas Finais de 2016. No ano passado, quando perderam para os Warriors, ele foi o herói do Jogo 4, o único vencido pelos Cavs, com impressionantes 40 pontos.

 

Warriors vai brigar ou segurar?

Cada cesta que é convertida é um dinheiro que entra na conta dos dirigentes e empresários que comandam as franquias do melhor basquete do mundo. Qualquer um que parou por poucos instantes que seja na frente de uma TV já percebeu que poucas outras modalidades seguem um modelo de negócios tão voraz quanto a NBA.

Por tudo isso, fica sempre a grande dúvida – e vale a pena conhecer a opinião de vocês aqui nos comentários do Ganhador: ao Golden State é mais interessante terminar a série com o 4-0 ou, mediante a superioridade da sua equipe, “cozinhar o galo”, como diziam os antigos, e deixar que este Jogo 4 vá para Cleveland, com a possibilidade de fechar o 4-1 no quinto duelo entre ambos, na certamente enlouquecida casa dos Warriors, às 22h (de Brasília) da próxima segunda?

Vale lembrar sempre que foi este o script do ano passado, quando o Golden State abriu 3-0, viu um triunfo dos Cavs que foi registrado quase como um “gol de honra”, e depois comemorou de maneira emblemática o título em sua quadra no Jogo 5. A diferença de um time para outro – como já citamos como exemplo a saída de Kyrie Irving – neste ano é ainda maior. Esta tática de assoprar e depois morder dos Warriors não seria nada improvável nesta noite.

Kevin Durant diz que quer terminar com a decisão já na sexta. Há uma regra muito clara – e muito irônica – no esporte de alto rendimento que é a seguinte: o que um atleta diz, é porque gostaria de falar o contrário. Vamos acompanhar para saber se é este o caso.

 

Jogos das Finais da NBA 2017/2018

Jogo 1 

  • Golden State Warriors 124×114 Cleveland Cavaliers (1-0) 

Jogo 2 

  • Golden State Warriors 122×103 Cleveland Cavaliers (2-0)

Jogo 3 

  • Cleveland Cavaliers 102×110 Golden State Warriors (0-3)

Jogo 4 – Sexta-feira, 8 de junho 

  • 22:00 – Cleveland Cavaliers x Golden State Warriors – Palpite: Warriors

Jogo 5 (se necessário) – Segunda-feira, 11 de junho 

  • 22:00 – Golden State Warriors x Cleveland Cavaliers

Jogo 6 (se necessário) – Quinta-feira, 14 de junho 

  • 22:00 – Cleveland Cavaliers x Golden State Warriors

Jogo 7 (se necessário) – Domingo, 17 de junho 

  • 21:00 – Golden State Warriors x Cleveland Cavaliers

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.