NBA

Cavaliers x Warriors pelas Finais da NBA: corremos risco de um 4-0 e uma varrida para cima de LeBron?

LeBron James do Cleveland Cavaliers
Foto: Ezra Shaw/Getty Images

Jogo 3, a partir das 22h em Cleveland, vai testar todas as limitações dos companheiros do Rei do Basquete

Um mero lance, no fim, acabou desequilibrando toda a série. Da possibilidade de abrir 1-0 com o insano Jogo 1 na Oracle Arena, o Cleveland Cavaliers agora luta contra um enorme desânimo e até um certo medo de encarar as Finais da NBA com um incômodo 3-0 em favor do Golden State Warriors. Os atuais campeões acordaram de verdade depois dos problemas na partida inicial e realmente colocaram toda a sua banca em quadra. A questão que fica com este 2-0 de momento é a seguinte: estamos mais para um 4-0 e uma varrida que seria histórica do que para uma reação dos limitados Cavs, não?

 

LeBron demonstra raiva

O esporte coletivo é mesmo irônico. LeBron James realizou um playoff realmente épico, com façanhas de todos os tipos. Mas como ele está sozinho como Michael Jordan nunca esteve, o que ajuda demais a entender qualquer comparação entre ambos, o risco de queda massacrante nesta decisão é mesmo muito palpável.

O Rei do Basquete demonstrou uma verdadeira raiva ao analisar este Jogo 3. Ele está fazendo o que é bastante comum no futebol, com os capitães apelando à rebeldia para motivar seus colegas. Convenhamos: tirar o melhor de um grupo tão limitado quanto os Cavs é mesmo uma tarefa das mais ingratas. “Temos a oportunidade de ir para a nossa casa e jogar um bom basquete em nossa quadra”, analisou LeBron. “Não deveríamos dar nenhuma comodidade a eles. Devemos pressioná-los do começo ao fim para que eles se sintam como nos sentimos no Jogo 1.”

O retrospecto de LeBron não é favorável quando ele tem um 0-2 nos playoffs. É até estranho afirmar que algo em sua trajetória não é favorável, tamanha a quantidade de grandes momentos que ele coleciona ao longo da carreira. Vale lembrar, porém, que este 0-2 foi vivido pelos Cavs também diante do Boston nas finais do Leste, quando o Rei realmente apavorou os seus súditos ao virar a parada para uma inesquecível vitória no Jogo 7.

Ao contrário da série contra os Celtics, o grande risco que o Cleveland percebe a partir de agora é o risco de se diminuir e imaginar que a vitória sobre os Warriors é impossível. O próprio LeBron alerta. “Não podemos relaxar, esta é a pior equipe do mundo para você relaxar. Eles podem ganhar de qualquer um, em qualquer lugar, de qualquer jeito. Precisamos incomodá-los.”

 

Warriors precisa apenas manter ritmo

A sensação que toda a NBA tem hoje em dia é que a final está sob controle para o Golden State, que possui realmente uma equipe mais completa e com muito mais recursos que este Cleveland. Este é o terceiro ano seguido em que os Warriors abrem 2-0 nas Finais ante os Cavs (perderam em 2015 e ganharam em 2016).

Na história da NBA, as equipes que abriram 2-0 nas Finais ficaram com o título em 29 das 33 ocasiões. As exceções? Os Celtics (1969), os Blazers (1977), o Miami Heat (2006) e o Cleveland (de 2016).

Há, porém, uma estatística que demonstra que os Cavs podem reabrir a série, por mais difícil que pareça: o Cleveland virou a história em duas das últimas três séries dos playoffs nas quais se viu com o 0-2.

Não dá para esquecer, porém, que os titulares dos Cavs foram batidos pelos Warriors em número de pontos em todos os últimos 15 jogos consecutivos das Finais. Um espanto.

Pelo lado de Stephen Curry, é interessante destacar que o seu espantoso Jogo 2 representou a sexta vez na carreira em que alguém anota 30 ou mais pontos em um duelo das Finais. Todos aqueles que conseguiram esta façanha ficaram com o troféu de MVP.

Fechando nossa análise, vale destacar que os Warriors, aleluia!, foram superados no famoso terceiro quarto da última partida: até ali, sua vantagem de pontos sobre os rivais no período neste playoff vinha sendo de espantosos 136 perante os demais.

Provando que a questão é trancar Durant, Curry e Thompson no vestiário, os Warriors carregam 4-0 nas Finais quando cada um do trio anota 20 pontos ou mais. Que dureza.

 

Jogos das Finais da NBA 2017/2018

Jogo 1 

  • Golden State Warriors 124×114 Cleveland Cavaliers (1-0) 

Jogo 2 

  • Golden State Warriors 122×103 Cleveland Cavaliers (2-0)

Jogo 3 – Quarta-feira, 6 de junho 

  • 22:00 – Cleveland Cavaliers x Golden State Warriors – Palpite: Warriors

Jogo 4 – Sexta-feira, 8 de junho 

  • 22:00 – Cleveland Cavaliers x Golden State Warriors

Jogo 5 (se necessário) – Segunda-feira, 11 de junho 

  • 22:00 – Golden State Warriors x Cleveland Cavaliers

Jogo 6 (se necessário) – Quinta-feira, 14 de junho 

  • 22:00 – Cleveland Cavaliers x Golden State Warriors

Jogo 7 (se necessário) – Domingo, 17 de junho 

  • 21:00 – Golden State Warriors x Cleveland Cavaliers

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.