Amistosos de seleções

Candidata a decepção da Copa, Rússia faz teste contra a França em amistoso

Foto: Anton NovoderezhkinTASS via Getty Images

Anfitriões apresentam enorme dificuldade dentro de campo

A última semana de março traz os últimos amistosos antes da convocação oficial para a Copa do Mundo. Entre os duelos estão Inglaterra e Itália, e Rússia contra a França. Destas partidas, a seleção que joga com maior necessidade de apresentar um bom futebol é a anfitriã, que vive jejum de quatro apresentações sem vitória.

 

Rússia é candidata a decepção

Ao longo da história da Copa, somente a África do Sul foi eliminada ainda na fase de grupos jogando em casa. Na ocasião, em 2010, até ganhou da França e empatou com o México, mas a goleada sofrida por 3 a 0 para o Uruguai o tirou pelo saldo de gols. Para este ano, a Rússia corre sérios riscos de ter o mesmo desfecho. A equipe até contou com a sorte e terá uma chave mais fácil, mas ainda assim uma eliminação precoce não seria surpresa.

O governo local divulga a seleção como candidata a chegar em uma semifinal, mas embora deva vencer a Arábia Saudita com facilidade, o mesmo pode não ocorrer contra Uruguai e Egito. A preocupação existe porque a sequência de amistosos está indicando isso. Dos últimos quatro jogos, foram dois empates – contra Irã e Espanha, e duas derrotas – para Argentina e Brasil. Esta última ocorreu nesta sexta-feira e foi por 3 a 0.

A nova oportunidade de mudar esta perspectiva é contra a França, nesta terça-feira, mas a chance é bem pequena. Qualquer resultado além de um empate seria uma grande surpresa. Principalmente porque o último triunfo contra o adversário ocorreu pelas eliminatórias da Eurocopa, em 1999.

 

França busca recuperar ritmo

Uma das favoritas ao título, a França conta com jogadores em altíssimo nível, como Pogba, Griezmann, Lemar e Mbappé. O trio inclusive participou de um belíssimo gol na derrota por 3 a 2 para a Colômbia, na sexta-feira. A jogada demonstrou um grande entrosamento e o enorme talento de todas estas peças ofensivas. Aliás, quanto se tratar de bola na rede, a seleção merece enorme destaque, tendo marcado 22 gols nos últimos 10 jogos.

O grande problema aqui é a defesa. Foram cinco somente nas últimas duas apresentações, que fizeram com que os franceses saíssem com um empate com a Alemanha e o revés diante dos colombianos. O setor, portanto, será o principal foco do jogo desta terça-feira, pois terá que dar uma resposta ao torcedor. Caso seja facilmente vazado novamente, obrigará Didier Deschamps a pensar em mudanças.

 

Inglaterra com sua força defensiva

Devido as decepções em edições passadas, quando chegou com um grupo forte, mas não foi longe, a Inglaterra é sempre deixada de lado. No entanto, o time de Kane, Sterling e Alli traz um equilíbrio impressionante. Ao mesmo tempo que tem peças decisivas na frente, vem como uma defesa impecável. São cinco partidas sem sofrer gols, tendo no período encarado grandes forças como Alemanha, Brasil e Holanda.

Nesta terça-feira, vai ter um grande teste para enfim medir sua qualidade ofensiva, pois terá pela frente uma escola defensiva, que é a Itália. Se os ingleses conseguirem uma boa apresentação mesmo tendo que proporem o jogo, entrarão na lista de favoritas para o título mundial. Atuando em casa, a expectativa é que conquiste a vitória, mesmo que apertada.

 

Itália em nova fase

É difícil imaginar a Itália fora da Copa do Mundo, mas isso é um fato. A equipe tetracampeã entra em campo, mas o pensamento já é em 2022 ou deveria. Ainda sem técnico, a seleção está sendo comandada pelo interino Luigi Di Biagio. Sem querer se queimar, o ex-jogador até convocou alguns jovens, como o atacante Cutrone, mas apostou na base antiga, que conta com nomes que não chegarão até o Qatar.

Resultado desta postura pouco ousada foi uma derrota por 2 a 0 para a Argentina, no qual pouco produziu. Para o duelo contra a Inglaterra, o desfecho tem tudo para ser igual.

 

Principais amistosos desta semana

Segunda-feira, 26 de março

  • 8:35 – País de Gales 0x1 Uruguai
  • 15:30 – Portugal x Holanda. Palpite: Portugal vence por 2 a 1

Terça-feira, 27 de março

  • 12:50 – Rússia x França. Palpite: França vence por 2 a 0
  • 15:00 – Inglaterra x Itália. Palpite: Inglaterra vence por 2 a 1
  • 15:00 – Espanha x Argentina. Palpite: Espanha vence por 2 a 1
  • 15:45 – Alemanha x Brasil. Palpite: 1 a 1
  • 15:45 – Bélgica x Arábia Saudita. Palpite: Bélgica vence por 3 a 0
  • 16:00 –Colômbia x Austrália. Palpite: Colômbia vence por 2 a 0

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.