UFC

Bellator 206: Rampage Jackson nocauteia Wanderlei Silva no segundo round

QUinton Rampage Jackson - Belabor 206
Foto: Bellator / Divulgação

O Bellator 206, ocorrido neste sábado, em San José, Califórnia (EUA), marcou a quarta luta entre Wanderlei Silva e Quinton Rampage Jackson. Embora não estejam mais em plena forma física, o brasileiro e o americano protagonizaram uma luta bem movimentada, que acabou com o braço de Rampage erguido após nocaute no segundo round. O brasileiro até que surpreendeu e foi melhor no primeiro round, mas levou um direto no queixo que o derrubou. Será que teremos a quinta luta entre os dois?

Wanderlei não lutava desde junho de 2017, quando foi derrotado por Chael Sonnen em evento do Bellator realizado em Nova York. O brasileiro foi dominado no solo e sofreu com o jogo de quedas de Chael. Diante de Rampage, um jogo muito mais compatível com o seu. Quinton aceita e gosta da trocação e assim permitiu melhores chances ao brasileiro. No primeiro round, Wand acertou chutes altos e cruzados que chegaram a balançar o adversário, mas Rampage resistiu e teve paciência para achar a distância certa e conectar uma boa combinação de golpes que derrubou o Cachorro Louco na grade.

Com o resultado, Rampage Jackson se recupera da derrota sofrida para Chael Sonnen (também) em janeiro, pelo Bellator 192. Agora são seis vitórias nas últimas oito lutas. Já Wand, acumulou três derrotas nas últimas quatro lutas. O brasileiro, diferente do americano, não lutava duas vezes em menos de um ano desde 2012. A falta de atividade no cage certamente foi um fator que pesou contra sua performance no Bellator 206.

Com o nocaute de Rampage Jackson, o placar agora está empatado: 2 a 2. Wanderlei nocauteou o rival duas vezes pelo extinto Pride, enquanto o americano o derrubou pelo UFC e agora no Bellator. Após a luta, o Cachorro Louco deixou claro o interesse em fazer uma quinta luta contra Quinton, e o rival não foi contra a ideia. Ele pregou respeito ao brasileiro e disse estar aberto a encará-lo.

Vale lembrar que Wand e Rampage se enfrentaram na categoria dos pesados. Wanderlei pareceu mais lento, enquanto Rampage pareceu mais forte. Uma revanche como pesos meio-pesados seria melhor para o brasileiro. Mas a diferença não seria tão gritante. O que ajudaria mesmo Wanderlei seria um treinamento mais valorizado. Ele recebeu uma proposta de US$ 1 milhão para encarar Jackson. É uma bela bolsa, mas se ele ficar lutando por dinheiro, nunca vai fazer isso da forma certa.

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar