UFC

Gegard Mousasi domina Rory MacDonald e mantém cinturão dos médios do Bellator

Gegard Mousasi - Bellator 206
Foto: Bellator / Divulgação

A luta principal do Bellator 206, ocorrida neste sábado (30), em San José, Califórnia (EUA), teve o brilho de Gegard Mousasi. O armênio-holandês manteve o cinturão dos médios em superluta contra Rory MacDonald. Dono do título dos meio-médios, o canadense se aventurou na divisão de cima, mas não se deu bem diante de Mousasi, que teve uma performance dominante e nocauteou o rival no segundo round da disputa de cinturão.

Rory começou a luta da mesma forma de sempre, se movimentando bem, buscando achar a distância para aplicar os golpes e estudando o jogo do rival. Já Mpousasi, foi mais ativo desde o início e abusou de sua vantagem na envergadura. Ele trabalhou bem os golpes com a mão da frente e conectou ao menos dois bons diretos no rosto de Rory ainda no primeiro assalto. No segundo round, Gegard fez o nariz de Rory sangrar e conseguiu levar a luta para o solo. Por cima, ele trabalho posições e conseguiu a montada, aplicando socos e cotoveladas até a interrupção do árbitro da luta.

Ficou claro que a diferença de tamanho entre Mousasi e Rory foi um fator diferencial na luta. O campeão dos médios pareceu muito maior que o desafiante, sem contar com a envergadura maior. Foi uma performance digna de campeão. O problema é que tal desempenho diante de um lutador técnico e talentoso como MacDonald dá um brilho ainda maior ao triunfo de Mousasi, que agora soma oito vitórias consecutivas, acumulando UFC e Bellator.

MacDonald continua sendo campeão dos meio-médios do Bellator. Ele não perdeu seu cinturão. Em breve, ele fará a primeira luta do GP dos meio-médios, promovido pela organização. Seu primeiro confronto será contra Jon Fitch. O GP conta com nomes como Douglas Lima, Michael Page, Lorenz Larkin, entre outros. Embora tenha perdido para Mousasi, Rory ainda é favorito no GP.

Após o combate, Mousasi declarou que o próximo desafiante ao cinturão dos médios deve ser Rafael Lovato Jr, fenômeno do jiu-jitsu que ingressou no MMA em 2014 e acumula um cartel de nove vitórias em nove lutas na carreira. O campeão ainda apontou Lyoto Machida como um dos próximos rivais. O carateca faz sua estreia no Bellator em dezembro, diante de Rafael Carvalho. Se vencer, uma revanche com Mousasi se tornaria um duelo interessante não só para o público como para os cofres da organização.

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar