Ganhador.com

Copa Sul-Americana

2ª fase da Sul-Americana 2018: algum estrangeiro ameaça o favoritismo dos brasileiros?

Prognóstico dos jogos da 2ª fase da Copa Sul-Americana 2018.
Foto: Alfonso Cervantes/Vizzor Image/Getty Images

Argentinos e uruguaios não põem medo, mas os times colombianos e a LDU, do Equador, podem sim repetir o papel de algoz que no ano passado foi do Independiente                             

A Copa Sul-Americana em 2017 contou com uma decisão de gala entre Flamengo e Independiente, no Maracanã superlotado de gente e de euforia argentina com a conquista do “Rey de Copas”. Neste ano, a competição que nesta semana começa a definir a sua segunda fase tem uma lista de protagonistas tão interessante quanto a do ano passado. Pelo lado do Brasil, o time de camisa mais pesada é o São Paulo, tricampeão da Libertadores, que nesta quinta-feira (2) enfrenta o nanico Colón, da Argentina, que não põe medo nem no cenário local.

Os outros times brasileiros ativos na disputa são Fluminense (abre o confronto contra o Defensor, do Uruguai), Atlético-PR (bateu o Peñarol por 2×0), Bahia (venceu o Cerro-URU pelo mesmo placar), Botafogo (enfrenta o Nacional-PAR) e Vasco (perdeu por 3×1 para a LDU em Quito).

Os estrangeiros que levam algum perigo mais pela sua tradição do que pelo seu presente são o Nacional do Uruguai e o argentino San Lorenzo, o “time do papa”. O Nacional ficou no 0x0 com o Sol de América no Paraguai e agora decide a vaga no Gran Parque Central. Já o San Lorenzo tem uma situação mais complicada: perdeu por 2×1 para o Temuco, do Chile, em plena Buenos Aires, e agora precisa ganhar de qualquer jeito como visitante para seguir na competição.

 

Argentinos sofrem com a bagunça local

Sempre conturbado, o futebol argentino vive um momento de uma rara desorganização – até mesmo para os padrões elevados do seu caos local. Não há nenhum time do país que desponte com potencial de superar nenhum brasileiro num mata-mata – a não ser que se repita a cena clássica de a equipe nacional entrar com salto alto e terminar eliminada.

Para se ter ideia da situação de pouco dinheiro e muita bagunça, os dois clubes argentinos que surgem com alguma chance de avançar na competição são o Banfield e o Defensa y Justicia, que figuram no terceiro escalão da ordem de forças do país.

O DyJ, como é chamado o Defensa y Justicia, ganhou do Nacional do Equador na primeira partida por 2×0 e agora pode até perder por um gol na partida de volta, marcada para as 19h30 (de Brasília) desta terça (31). Convém, porém, observar os odds que indicam até mesmo a sua vitória, pois a equipe é limitada, mas conta com um técnico bastante competente na figura de Sebastián Beccacece, o ex-auxiliar de Jorge Sampaoli na seleção argentina.

A vitória do Nacional paga R$ 1,98 a cada R$ 1,00 investido, contra R$ 3,76/R$ 1,00 do triunfo do Defensa y Justicia e R$ 3,22 do empate, que acaba sendo uma boa opção. Afinal, o time argentino joga fora de casa e vai se preocupar mais em conservar a vantagem já conquistada do que em atacar para vencer.

 

Já os colombianos…

Dois times do simpático e alegre “país cafeteiro” merecem um olho bem aberto por parte do torcedor brasileiro: um deles é o Junior Barranquilla, que já está esperando quietinho nas oitavas de final depois de eliminar o Lanús, o atual vice-campeão da Libertadores. E o outro é o Deportivo Santa Fe, um time menos capacitado, mas que no mata-mata já conseguiu complicar até mesmo o gigante River Plate. Vale lembrar que o Santa Fe também conhece o caminho do pódio: foi campeão da Sul-Americana na edição 2015.

Outro time que vale a pena acompanhar é a LDU, uma pedra na chuteira do Fluminense desde que conquistou a Libertadores no Maracanã, em 2008. Os equatorianos fizeram 3×1 no Vasco e têm tudo para alcançar as oitavas sem dramas. O drama, no caso, fica para quem cruzar o seu caminho e precisar encarar a altitude de 2.850 metros…

 

Jogos da 2ª fase da Copa Sul-Americana 2018

Terça-feira, 31 de julho

  • 19:30 – Nacional-EQU (R$ 1,98) x Defensa y Justicia-ARG (R$ 3,76); empate (R$ 3,22) – Palpite: Empate
  • 19:30 – Jorge Wilstermann-BOL (R$ 1,74) x Deportivo Cuenca-EQU (R$ 4,47); empate (R$ 3,50) – Palpite: Wilstermann
  • 21:45 – Santa Fe-COL (R$ 1,30) x Rampla Juniors-URU (R$ 10,82); empate (R$ 4,50) – Palpite: Santa Fe 

Quarta-feira, 1º de agosto

  • 19:30 – Nacional-PAR (R$ 2,68) x Botafogo (R$ 2,76); empate (R$ 2,87) – Palpite: Empate
  • 21:45 – Banfield-ARG (R$ 1,48) x Boston River-URU (R$ 7,43); empate (R$ 3,66) – Palpite: Banfield 

Quinta-feira, 2 de agosto

  • 19:30 – São Paulo x Colón-ARG – Palpite: São Paulo
  • 21:45 – Fluminense x Defensor-URU – Palpite: Fluminense
  • 21:45 – Bolivar-BOL x Deportivo Cali-COL – Palpite: Cali

* Os jogos de quinta não tinham odds divulgados até esta publicação

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar