Brasileirão Série A

Vira a chave, Fogão! Botafogo busca recuperação contra o Bahia na 22ª rodada do Brasileirão 2017

Botafogo
Foto: Vitor Silva/SSPress/Botafogo

Alvinegro precisa esquecer a queda na Copa do Brasil e se reencontrar na temporada diante de um Bahia em recuperação

Certamente a eliminação na Copa do Brasil doeu na alma do torcedor do Botafogo. Além de cair justamente diante do rival Flamengo, o que mais deve ter incomodado a nação botafoguense foi a falta de agressividade e poder ofensivo em muitos momentos – foram apenas três finalizações certas somando as duas partidas! Agora o desafio é absorver a derrota e focar no Campeonato Brasileiro: o Alvinegro viaja a Salvador para encarar o Bahia – jogo que acontece às 16h do próximo domingo (27) na Arena Fonte Nova.

Do outro lado, o Tricolor passou por uma fase bem complicada e ainda está procurando regularidade para espantar de vez o fantasma do rebaixamento. Após uma sequência de sete jogos sem vitória entre junho e julho, a equipe fez algumas boas apresentações e atualmente se encontra na 12ª colocação com 26 pontos ganhos. Se vencer, o Bahia pode inclusive ultrapassar o Botafogo na tabela de classificação. Quem vai levar a melhor na Arena Fonte Nova? Veja a prévia.

 

“Faltou agredir mais, criar mais…”

Esse foi o discurso do técnico Jair Ventura após a dolorida eliminação na última quarta-feira. Talvez o que mais tenha mexido com os botafoguenses não tenha sido a derrota, mas sim como ela veio: o time não soube propor o jogo quando teve a bola e foi quase que inofensivo quando precisou do gol – tanto no Nilton Santos como no Maracanã. Onde estava aquele time ‘copeiro’ que o torcedor se acostumou a ver?

Justiça seja feita, não faltou ao Fogão entrega nem obediência tática, mas sim uma postura mais ofensiva. Por mais que Jair Ventura tenha como foco um sistema defensivo sólido, o Alvinegro nunca deixava de agredir quando tinha a posse da bola. Entretanto, a forte marcação do Flamengo na saída de bola de Bruno Silva e João Paulo escancarou a carência por um meia mais criativo e a falta de outras opções no ataque.

A boa notícia é que o Botafogo possui reforços para o setor – eles não atuaram contra o Flamengo por terem chegado após o prazo final de inscrição da Copa do Brasil. Os meias Leo Valencia e Marcos Vinícius e o atacante Brenner são opções interessantes e podem jogar nas demais competições do ano. Entretanto, o retorno mais comemorado é o de Rodrigo Pimpão: o ‘talismã alvinegro’ esteve de fora na última quarta-feira por suspensão.

Claro que as cicatrizes ficarão por algum tempo, mas a equipe precisa assimilar o baque o mais rápido possível para se manter estável no Brasileirão e ir atrás do tão sonhado título da Libertadores.

 

Libertadores ou rebaixamento?

Difícil saber qual é o foco do Bahia na competição: o time está a quatro pontos da Libertadores e três da zona da degola. Qual será a briga do Tricolor em 2017? Talvez nem o fanático torcedor saiba responder a essa pergunta.

O ex-jogador e agora técnico interino Preto Casagrande diz evitar fazer previsões – até porque ele pode nem estar mais no comando do Tricolor de Aço após o jogo de domingo. O presidente do clube, Marcelo Sant’Ana, afirmou que daria um prazo de quatro a cinco partidas para efetivar ou não o jovem treinador. O embate contra o Botafogo será o quinto de Preto no comando da equipe.

Difícil saber qual será a decisão, pois, apesar do futebol da equipe não estar encantando, os resultados apareceram. Casagrande tem méritos em arrumar o setor defensivo, mas a transição ofensiva, ruim desde os tempos de Jorginho, continua falha. Mesmo assim o Tricolor soube utilizar toda força de seu torcedor e venceu os dois duelos que fez em casa: 2 a 1 no São Paulo e 3 a 0 diante do Vasco da Gama no último domingo.

A expectativa da diretoria é de recorde de público para melhorar ainda mais o desempenho em seus domínios  – o Bahia é atualmente o décimo melhor mandante da competição. Será que o Tricolor engata a terceira vitória seguida na Fonte Nova?

 

Prováveis escalações

Pela primeira vez, desde que assumiu interinamente o cargo, o técnico Preto Casagrande deve conseguir repetir uma escalação e dar sequência ao trabalho. Os atacantes Hernane e Edigar Junio e o meia Allione estão recuperados de lesão e devem ser opção no banco de reservas.

Já o Botafogo terá os retornos importantes de Rodrigo Pimpão e o zagueiro Carli – que não atuaram contra o Flamengo por suspensão. O único desfalque certo é o meia Leo Valencia por ter levado o terceiro cartão amarelo contra a Ponte no último domingo.

Bahia: Jean; Eduardo, Tiago, Lucas Fonseca e Juninho Capixaba; Edson, Renê Júnior e Régis; Zé Rafael, Mendoza e Rodrigão.

Botafogo: Gatito Fernández, Luis Ricardo, Igor Rabello, Carli e Victor Luis; Rodrigo Lindoso, Bruno Silva, Matheus Fernandes e João Paulo; Rodrigo Pimpão e Roger.

 

Palpite

Difícil esperar um duelo eletrizante de duas equipes que não fazem tanta questão de ter a bola nos pés. No fim das contas, alguém terá que propor o jogo e sair de suas características – e provavelmente será o Bahia. O Tricolor deve se expor um pouco mais, incentivado pela pressão de seu torcedor, e acabará pagando o preço. O Botafogo vai encaixar um contra-ataque mortal e vencer por 1 a 0 na Fonte Nova.

 

Jogos da 22ª rodada do Campeonato Brasileiro 2017

Sábado, 26 de agosto
  • 16h – Fluminense x Vasco – Palpite: Fluminense
  • 19h – Corinthians x Atlético-GO – Palpite: Corinthians
Domingo, 27 de agosto
  • 16h – Flamengo x Atlético-PR – Palpite: empate
  • 16h – Palmeiras x São Paulo – Palpite: Palmeiras
  • 16h – Bahia x Botafogo – Palpite: Botafogo
  • 16h – Ponte Preta x Atlético-MG – Palpite: Ponte Preta
  • 16h – Avaí x Chapecoense – Palpite: Chapecoense
  • 19h – Cruzeiro x Santos – Palpite: Cruzeiro
Segunda-feira, 28 de agosto
  • 20h – Coritiba x Vitória – Palpite: empate
Sábado, 02 de setembro
  • 20h – Grêmio x Sport – Palpite: Grêmio

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar