Fórmula 1

Vettel terá que ser Kamikaze no GP da Malásia de Fórmula 1

Foto: Clive Mason/Getty Images

Alemão vem de péssimos resultados e vê título distante

A Fórmula 1 desembarca na Malásia neste final de semana e a atenção fica toda em Sebastian Vettel, que não pode se dar ao luxo de ter outro péssimo resultado. O alemão está a 28 pontos do líder Lewis Hamilton e precisa urgentemente de uma vitória.

 

Lewis Hamilton com sorte de campeão

O campeonato estava bem equilibrado até o GP de Singapura, quando um acidente envolvendo Sebastian Vettel, Kimi Raikkonen e Max Verstappen fez com que a vitória caísse no colo de Lewis Hamilton. Mais do que isso, o britânico abriu uma grande vantagem sobre seus concorrentes que, em função da confusão, não conseguiram pontuar.

Isso fez com que o piloto da Mercedes encostasse o bico do carro na taça de campeão, pois nas próximas seis etapas só precisa chegar na frente de Vettel uma única vez para vencer. Em todas as outras pode se dar ao luxo de até deixar o alemão ganhar, desde que claro, apareça uma posição abaixo. Uma missão bem possível, levando em consideração que chegou em 7 das 12 etapas nas duas primeiras colocações.

Agora, indo para a etapa do final de semana, podemos esperar uma postura mais cautelosa de Lewis Hamilton, que sabe que não precisa correr tanto assim por grandes resultados. Com um grande carro em mãos, um desempenho mediano já certamente o garante no pódio.

 

Vettel está abusando

Antes da última corrida eu já havia alertado que Vettel tinha abusado dos erros e que precisava de uma reação rápida. Talvez por eu não saber falar alemão, ele não me entendeu muito bem e fez uma bizarrice em Singapura, ficando de fora da prova.

Com isso, o piloto da Ferrari realmente chegou ao seu limite e caso não consiga vencer neste final de semana, pode dar adeus ao campeonato. Acontece que dentro da pista Vettel tem demonstrado que o psicológico não está bom, considerando a quantidade de falhas juvenis.

 

Briga por pontos

Valtteri Bottas e Daniel Ricciardo apareceram no pódio na última corrida, beneficiados pela bagunça na largada que tirou seus concorrentes da frente. A tendência é que a dupla apareça na briga novamente, porém desta vez somente o piloto da Mercedes deve conseguir terminar entre os três. O que é garantido é que certamente vão conseguir pontuar.

O mesmo podemos dizer de Sergio Perez e Esteban Ocon. Os dois são figurinhas carimbadas aqui no nosso palpitômetro e não estão decepcionando. O mexicano vem inclusive de um quinto lugar, enquanto o francês cruzou a linha de chegada no top 10 em todas as últimas oito corridas.

Já Felipe Massa voltou a ter um desempenho ruim e não conseguiu pontuar pela terceira corrida seguida. Isso está virando um trauma para o brasileiro, que sempre bate na trave depois de pontuar em duas etapas consecutivas. Em Singapura, teve que se contentar com a 11ª colocação. Com seu histórico recente, é por aí que deve ficar novamente.

 

Histórico em Sepang

Disputado desde 1999, o GP da Malásia tem Sebastian Vettel como o maior vencedor, com quatro conquistas. Logo atrás aparece Fernando Alonso, que ganhou três vezes, embora a última tenha sido há cinco anos. Participantes desta edição, Kimi Raikkonen – duas ocasiões, Lewis Hamilton e Daniel Riccardo também ganharam no local.

Entre as construtoras, a Ferrari reina absoluta, tendo levando a melhor em sete corridas. Líder desta temporada, a Mercedes não tem um bom histórico em Sepang, tendo vencido apenas uma vez, em 2014, com Hamilton.

 

Palpite

É bom ficar de olho em Sebastian Vettel, que precisa vencer, mas pelo o que estamos vendo nas últimas corridas, o favoritismo é de Lewis Hamilton. De qualquer forma, é bem provável que, no mínimo, a dupla apareça no pódio.

 

Programação do GP da Malásia

Sexta-feira, 29 de setembro

  • 00:00 – Treino livre 1
  • 4:00 – Treino livre 2

Sábado, 30 de setembro

  • 3:00 – Treino livre 3
  • 7:00 – Treino de Classificação

Domingo, 1 de outubro

  • 4:00 – Corrida

 

Classificação da Fórmula 1 2017

  1. Lewis Hamilton, 263
  2. Sebastian Vettel, 235
  3. Valtteri Bottas, 212
  4. Daniel Ricciardo, 162
  5. Kimi Raikkonen, 138
  6. Max Verstappen, 68
  7. Sergio Perez, 68
  8. Esteban Ocon, 56
  9. Carlos Sainz Jr, 48
  10. Nico Hulkenberg, 34
  11. Felipe Massa, 31
  12. Lance Stroll, 28
  13. Romain Grosjean, 26
  14. Kevin Magnussen, 11
  15. Fernando Alonso, 10
  16. Jolyon Palmer, 8
  17. Stoffel Vandoorne, 7
  18. Pascal Wehrlein, 5
  19. Daniil Kvyat, 4
  20. Marcus Ericsson, 0
  21. Antonio Giovinazzi, 0

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.