Ganhador.com

Brasileirão Série A

Sede de vingança? Ameaçado de rebaixamento com a Ponte Preta, Eduardo Baptista reencontra ex-clube Palmeiras

Foto: Alexandre Schneider/Getty Images

Apesar de aproveitamento superior ao de Cuca no comando técnico alviverde, atual comandante da Macaca não resistiu à pressão na época; chance de dar uma resposta

Ameaçada pela possibilidade real de ser rebaixada, a Ponte Preta realiza nesta quinta-feira (19 de outubro) o clássico da 29ª rodada do Brasileirão contra o Palmeiras, no estádio do Pacaembu, a partir das 20h. Com retrospecto recente favorável no confronto, a Macaca aposta na motivação do técnico Eduardo Baptista para vencer sua ex-equipe e sair da zona do rebaixamento. Quem vence esse duelo? Confira o prognóstico da partida!

 

Eduardo Baptista x Palmeiras

O jogo de logo mais tem como pano de fundo o reencontro de Eduardo Baptista com o seu ex-clube Palmeiras. Contratado no fim de dezembro passado pelo Verdão para suprir a saída de Cuca, o treinador não conseguiu suportar o peso de seu antecessor, que havia acabado de ganhar o título nacional. Apesar do desempenho de 66,6% em 23 jogos durante passagem pelo time alviverde – 14 vitórias, quatro empates e apenas cinco derrotas -, ele caiu após a derrota para o Jorge Wilstermann, na Bolívia, na fase de grupos da Taça Libertadores.

A performance a frente do Verdão é apenas um dos combustíveis para o técnico querer dar uma resposta nesta quinta-feira. O que deve intrigá-lo ainda mais é o fato de possuir melhor aproveitamento em relação a Cuca com o time alviverde, que no período em que foi campeão Brasileirão teve desempenho de 64%, ou na passagem que terminou há uma semana, de 54%.

 

Ponte Preta em casa?

Apesar do mau desempenho na atual edição do Campeonato Brasileiro, ocupando a 16ª colocação com 32 pontos, a Ponte Preta joga com o retrospecto recente a favor contra o Palmeiras. Dos cinco últimos embates disputados entre as duas equipes com mando de campo palmeirense, os campineiros ganharam dois jogos, empataram outros dois e foram derrotados apenas uma vez.

Em 2017, o confronto está tudo igual, com duas vitórias para cada lado. No entanto, a Macaca pode se gabar pelo fato de ter goleado o Verdão na semifinal do Paulista por 3×0 em Campinas e ainda ter eliminado os rivais.

 

Time violento?

Além do fraco desempenho em campo – o clube alcançou apenas oito vitórias em 28 partidas pelo nacional e possui um dos piores ataques da competição com 29 gols – a Ponte Preta tem nos cartões vermelhos um grande problema. A equipe lidera o ranking de expulsões do Brasileiro, com um total de seis vermelhos: Fernando Bob, Elton, Naldo (duas vezes), Renato Cajá e Rodrigo. Com os jogadores confundindo jogo firme e jogo violento/nervosismo, o time tem sofrido com a desvantagem numérica e aí, vocês já viram… Derrotas – foram 12 ao todo – pelo caminho.

 

Todos por Valentim

Pelo lado alviverde, Alberto Valentim entra em ação de novo para baixar o fogo nas alamedas palmeirenses e terá a responsabilidade de levar o clube até o fim do ano após a saída de Cuca. Aclamado pela maioria dos jogadores, que reivindicam sua efetivação no cargo, o comandante dependerá de seus próprios resultados. Dependendo do que ocorrer com Mano Menezes, que tem situação indefinida no Cruzeiro, e o desempenho de seus comandados, Valentim pode até ganhar uma chance. Mas sejamos claros, elas são mínimas…

 

Jogo a jogo

O Palmeiras vai para o jogo contra a Ponte Preta pensando única e exclusivamente na vitória. Sem fazer mais previsões – já que deu tudo errado na temporada – , o Verdão adota a tática “jogo a jogo” para ver o que vai acontecer no nacional. Se vencer a Macaca no Pacaembu – que ganha o meu palpite – e Corinthians e Grêmio ficarem em um empate, por exemplo, o alviverde iguala os gaúchos no número de pontos na tabela. Hoje, o Palmeiras está em quarto lugar com 47 pontos, dois de desvantagem para os tricolores gaúchos, então vice-líderes, e 11 atrás do Timão, o primeiro colocado.

O resultado positivo diante dos campineiros é de extrema importância para Alberto Valentim e companhia porque a equipe inicia no domingo uma série de decisões contra times do G-6. O Verdão viaja a Porto Alegre para encarar o Grêmio e depois retorna para São Paulo para fazer dois embates: o primeiro contra o Cruzeiro, no Allianz Parque, e o segundo o Derby, contra o Corinthians, em Itaquera. Se passar ileso ou na melhor das hipóteses fazer a trinca, as pretensões do clube serão outras no campeonato!

 

Jogos da 29ª rodada do Brasileirão

Quarta-feira, 18 de outubro

  • 19:30 – Coritiba x Cruzeiro – Palpite: Cruzeiro
  • 19:30 – Atlético Goianiense x Vasco – Palpite: Empate
  • 21:00 – Atlético Mineiro x Chapecoense – Palpite: Atlético Mineiro
  • 21:45 – Fluminense x São Paulo – Palpite: Fluminense
  • 21:45 – Corinthians x Grêmio – Palpite: Empate
  • 21:45 – Avaí x Botafogo – Palpite: Botafogo

Quinta-feira, 19 de outubro

  • 20:00 – Palmeiras x Ponte Preta – Palpite: Palmeiras
  • 20:00 – Vitória x Atlético Paranaense – Palpite: Empate
  • 21:00 – Flamengo x Bahia – Palpite: Flamengo
  • 21:00 – Sport x Santos – Palpite: Sport

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar