Copa do Brasil

Quartas de final da Copa do Brasil 2017: prognósticos para Cruzeiro x Palmeiras e demais jogos

Foto: Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação

Clássico terminou 3×3 na partida de ida, e agora Mineirão vive a ansiedade de mais um grande duelo

Quando Cruzeiro e Palmeiras se enfrentam, realmente tudo pode acontecer. Será este o caso das 21h45 (de Brasília) desta quarta-feira (26), quando o Mineirão recebe a partida de volta do mata-mata entre ambas as equipes nas quartas de final da Copa do Brasil. O confronto tem muita tradição. Já decidiu a competição em duas ocasiões, com um título para cada lado. O Cruzeiro foi o grande campeão em 1996, enquanto o Palmeiras ficou com a taça em 1998.

 

Cruzeiro joga pelo empate: tudo o que Mano Menezes quer

Garantindo a vaga às semifinais com um 0x0, 1×1 ou 2×2, o Cruzeiro deve levar a campo aquilo que consagrou o técnico Mano Menezes em diversas vezes. Famoso pela capacidade defensiva das suas equipes, o treinador deve trancar o Cruzeiro na defesa e esperar pelos movimentos do Palmeiras para golpear o Alviverde somente na hora exata.

O jogo desta noite é especial para o Cruzeiro por um outro fator. A Copa do Brasil é a última chance de a equipe conquistar um título este ano, pois o Brasileirão está muito distante – são 18 pontos de distância para o líder Corinthians -, e a equipe já amargou tristes derrotas tanto no Campeonato Mineiro como na Copa Sul-Americana.

Mano Menezes será ajudado pelo departamento médico, que não lhe causará nenhum desfalque. A única dúvida para definir a equipe é a entrada ou não do meia Thiago Neves, que treinou normalmente na última prática do time antes do duelo e deve ser confirmado.

Outra ajuda importante vai vir das arquibancadas. Cerca de 35 mil ingressos já haviam sido vendidos, e é capaz que o Mineirão tenha lotação máxima, com 60 mil cruzeirenses empurrando a equipe à vitória nesta noite.

 

Palmeiras arrisca tudo pela vaga

O time do “mestre Cuca” sabe que vai precisar correr o risco de atuar de maneira ofensiva. A vantagem do Palmeiras, por sua vez, será não precisar construir um resultado largo, bastando uma vitória simples para ficar com a vaga nas semifinais.

As lições da primeira partida – o cardíaco 3×3 no Allianz Parque – já estão bem assimiladas segundo o treinador palmeirense: “Cometemos falhas defensivas que desta vez podem nos custar muito caro. O time todo sabe que é uma partida de detalhes, que qualquer vacilo pode nos eliminar. Não devemos ter tantos gols como na primeira partida”, alertou.

 

O time que ganhou do Sport por 2×0 no fim de semana vai ter muitas alterações.

Cinco titulares contra o rubro-negro pernambucano não estão inscritos na Copa do Brasil e desfalcam a equipe. São eles: Mayke, Luan, Juninho, Bruno Henrique e Deyverson.

Nada, porém, que preocupe Cuca, que vai contar com o retorno de Dudu, Michel Bastos, Tchê Tchê e Miguel Borja, todos eles suspensos no último compromisso pelo Brasileirão. Outros que estão à disposição do treinador são Felipe Melo, Guerra e Fabiano, já livres de problemas físicos.

 

Escalações

As duas equipes devem entrar no gramado do Mineirão desta maneira:

Cruzeiro – Fábio; Romero (Ezequiel), Léo, Murilo e Diogo Barbosa; Henrique, Lucas Silva e Ariel Cabral; Thiago Neves; Rafael Sobis e Alisson. Técnico: Mano Menezes

Palmeiras – Jailson; Jean, Yerry Mina, Edu Dracena e Egídio (Michel Bastos); Felipe Melo e Tchê Tchê; Róger Guedes, Guerra e Dudu; Miguel Borja (Fabiano). Técnico: Cuca

 

Palpite

Um jogo de mata-mata é muito mais complicado de se prever que um duelo por pontos corridos. São inúmeros detalhes que fazem a diferença em um confronto parelho e tão marcado pelo nervosismo, e uma prévia disso já foi dada com a inesperada igualdade por 3×3 no jogo de ida.

É muito lógico que o Palmeiras vai buscar o ataque de todas as formas, e que esta pressão vai aumentar bastante no decorrer da partida. A grande chave do primeiro tempo será saber qual será a capacidade do Cruzeiro de “machucar” a defesa do Palmeiras, que certamente estará desguarnecida.

Mano Menezes já foi campeão da Copa do Brasil – com o Corinthians em 2009 – e tem uma capacidade maior que Cuca em jogos de mata-mata. Este fator e o apoio das arquibancadas dão favoritismo ao Cruzeiro na busca da vaga. Nosso palpite é o 1×1. E o seu? Qual é?

 

Jogos de volta das quartas de final da Copa do Brasil 2017

Quarta-feira, 26 de julho

  • 19:30 – Botafogo x Atlético-MG – Palpite: Botafogo
  • 21:45 – Cruzeiro x Palmeiras – Palpite: Empate
  • 21:45 – Santos x Flamengo – Palpite: Santos

Quinta-feira, 27 de julho

  • 21:45 – Atlético-PR x Grêmio – Palpite: Atlético-PR


Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.