Ganhador.com

Humor

Paixão Nacional: mas que sorte danada!

Longe de jogar o mesmo futebol eficiente do primeiro turno do Campeonato Brasileiro, o Corinthians segue disparado na liderança da competição muito em função da “gordura” acumulada nas primeiras rodadas e também da chamada “sorte de campeão”.

Com 3 derrotas até aqui – 9 pontos perdidos – o alvinegro do Parque São Jorge contou com tropeços de seus perseguidores diretos que não conseguiram diminuir consideravelmente a diferença – que segue variando entre 12 e 7 pontos. Quem se saiu melhor até aqui foi o Santos, que no confronto direto levou os 3 pontos para a Vila Belmiro e, na última rodada, ajudou o líder ao vencer o Palmeiras – time que a crítica esportiva afirmava com quase unanimidade ser aquele que, no papel, teria mais condições de presisonar o líder nas últimas rodadas e, talvez, conseguir a proeza de tirar do Corinthians o campeonato “mais ganho” de sua história. Não que o Santos não possa fazer isso – apesar dos 8 pontos de diferença entre líder e vice-líder –, mas o elenco do Palmeiras “assustava mais”.

Mas, como “papel” não ganha jogo, o Verdão caiu na piscina do Allianz Parque no último sábado e praticamente deu adeus à disputa pelo título.

Com as vitórias de Santos e Grêmio e o empate do Corinthians na última rodada, a diferença para o segundo e terceiro colocado caiu em 2 pontos. Como o Grêmio ainda prioriza a Copa Libertadores, caberá ao Peixe, neste momento, tentar se aproveitar do momento ruim do Timão e botar emoção nas últimas rodadas do Brasileirão. Difícil, mas não impossível.

Mas é fato que, no primeiro turno valeu o bom esquema tático montado por Fábio Carille para seu limitado elenco e agora, no returno, a tal “sorte de campeão” tem feito a diferença. Vamos ver se isso bastará para confirmar o título nas próximas 12 rodadas.

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar