Humor

Paixão Nacional: agora vai funcionar!

Aconteceu o que todo mundo já sabia: Vinícius Eutrópio não resistiu a mais uma derrota no Campeonato Brasileiro e – advinhem só – não é mais técnico da Chapecoense que no momento está dando entrada na documentação para conseguir o visto de trabalho na Série B de 2018.

Vamos combinar que Eutrópio também fez por onde, né? Em 17 jogos à frente do Verdão do Oeste – incluídos aí jogos extra-Brasileirão e amistosos – foram 11 derrotas, 2 empates e apenas 4 vitórias. No Campeonato Brasileiro, conquistou apenas 11 pontos em 12 jogos – menos de 1 ponto por jogo. Vagner Mancini, que tinha a seu favor a conquista do Campeonato Catarinense, foi demitido por muito menos e com números melhores.

Emerson Cris, auxiliar técnico do clube, irá comandar a equipe nesta quarta-feira no jogo contra o Flamengo pela Sul-Americana enquanto que a diretoria procura um novo nome para assumir o posto vago e corrigir o erro que ela mesma cometeu ao demitir Mancini. Segundo informações divulgadas ontem, a cartolagem catarinense trabalha com 5 nomes: Jorginho, Eduardo Baptista, Argel, Roger Machado e Enderson Moreira. Deles, apenas 3 parecem realmente possíveis: Jorginho, Eduardo Baptista e Argel (nesta ordem). Roger já deixou claro que não vai assumir clube nenhum em 2017 depois de sua saída do Atlético-MG e Moreira, líder da Série B com o América-MG, já recusou proposta da Chape este ano (foi chamado antes de Eutrópio e disse “não”).

Vamos ver se desta vez os dirigentes da Chapecoense fazem “parte da solução”. Porque até aqui, eles já mostraram muita experiência em serem “parte do problema” da equipe no Brasileirão.

Comentários

1 Comentário

1 Comentário

  1. Pingback: Paixão Nacional: não é bem assim… | Ganhador.com

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar