Ganhador.com

Humor

O Futebolista: Acabou a emoção?

O Corinthians venceu de novo e a verdade é que , a esta altura do campeonato, ninguém mais se importa. Todo mundo que acompanha o alvinegro já olha a rodada esperando pelo menos um empate. Invicto no primeiro turno e – faltando ainda os jogos deste domingo – ostentando 11 pontos de vantagem para o segundo colocado, o Timão já começa a ser considerado o Campeão Brasileiro de 2017. Se mantiver o desempenho atual, pode ter o título confirmado na 16ª rodada do segundo turno. Há quem diga que o negócio é entregar o troféu logo de uma vez para o Corinthians e prestar atenção no que realmente importa: o Z-4!

Bahia e São Paulo decidem hoje, no Estádio da Fonte Nova quem começa o returno “rebaixado” Para o time paulista apenas a vitória interessa, enquanto que a equipe baiana se contenta com um empate – o suficiente para se manter uma posição acima do Z-4.

Para Avaí, Vitória e Atlético-GO a disputa parece ser para definir quem termina o Brasileirão segurando a lanterna – trabalho que foi realizado com certo primor pelo Atlético no primeiro turno. Há ainda a possbilidade de Chapecoense, Coritiba e Ponte Preta entrarem nesta disputa – além de Bahia e São Paulo, claro. Isso nos deixará com 8 equipes disputando 4 vagas na Série B e mais nada – do 13ª ao 16º colocado não há disputa nem para vaga no Campeonato Brasileiro de Bocha Olímpica. É a típica situação na qual os mais críticos diriam que ficar entre o 13º e o 16º lugares dá direito a “cair de joelhos no chão e agradecer aos céus por não ter sido rebaixado, infeliz”. Simples assim, mas longe de mim ser tão crítico.

De minha parte, vou acompanhar a briga na parte de baixo da tabela, porque a parte de cima está ficando chata. Menos para os corintianos que querem mais é que o título se confirme o quanto antes, Giovanni Augusto seja vendido, Pablo seja contratado em definitivo e Pedrinho se torne o novo Neymar (não necessariamente nesta ordem) – e se junto com tudo isso vier o rebaixamento do São Paulo, 2017 terá sido um ano “perfeito” para o Timão do Parque São Jorge e até mesmo a contratação de Kazim será considerada um acerto.

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar