Ganhador.com

EFL Championship

Melhor que muita Série A: por que vale acompanhar a EFL Championship, a Série B da Inglaterra

Foto: David Rogers/Getty Images

Estádios de primeiríssimo mundo e jogos com bons atletas e enorme participação da torcida: o futebol inglês com certeza vai muito além da Premier League…         

O final do Campeonato Brasileiro é o período perfeito para o fanático por futebol que adora descobrir novos campeonatos – especialmente na Europa, onde o calendário diferente da América do Sul oferece jogos interessantes neste período de dezembro e janeiro. E uma das opções que vale a pena conferir é a EFL Championship, a “Série B” da Inglaterra, que nesta temporada 2017/2018 apresenta um alto nível, de fazer inveja a muito campeonato de elite pelo mundo afora.

Uma mescla de técnica e raça

Todo mundo sabe que foram os ingleses que inventaram o futebol. E a cultura do esporte no país é tão massiva que há uma verdadeira enxurrada de clubes e de divisões diferentes. E aquela que apresenta as partidas mais “pegadas” são a EFL Championship, que vê verdadeiras batalhas em campo com as equipes se matando para subir para a Série A, a aristocrática Premier League, hoje apontada por muitos como a mais forte liga do futebol mundial.

Não há nenhum supertime na EFL Championship, claro. Mas é esta paridade que deixa tudo mais interessante. O campeonato abre amanhã (8) sua 21ª rodada, e o líder por enquanto é o Wolverhampton, conhecido na Inglaterra como Wolves (“Lobos”, em português). A equipe soma 47 pontos e já abriu quatro de distância para o Cardiff, o segundo colocado.

Os times que vêm em terceiro e quarto são Bristol City e Sheffield United, ambos empatados com 37 pontos.

Um ótimo sistema de disputa

Talvez a grande atração da EFL Championship seja o sistema de competição que torna tudo imprevisível até, realmente, o fechamento – algo que poderia inspirar o Brasileirão, que tem se caracterizando por edições modorrentas em seus últimos anos.

Na Inglaterra, a EFL conta com 24 equipes, que jogam em turno e returno e somam seus pontos como é habitual no mundo todo. As duas melhores equipes sobem direto para a Premier League.

Mas é aí que vem a grande graça.

Os times que terminaram entre a terceira e a sexta colocações são classificados para um mata-mata que paralisa a Inglaterra em semanas de tirar o fôlego. As partidas eliminatórias vão se sucedendo até classificar o sobrevivente também para a Premier League. São sempre três times os que sobem para a Série A; são sempre outros três que caem para a Série C na Inglaterra.

Comprovando o sucesso de seu formato, a EFL anunciou em 2005 que fechou sua temporada com o quarto maior público de toda a Europa, atrás apenas dos campeonatos de elite da Inglaterra, Espanha e Alemanha.

É de lá, da EFL, que surgem equipes que se capacitam às grandes zebras nos anos seguintes, caso do Leicester, campeão da temporada 2013/2014 da EFL e da Premier League logo na sequência.

Gera bastante interesse acompanhar também o trabalho que é feito pela divisão de base das equipes que participam da EFL.

Como os grandes times da Premier League estão sempre forrados de estrangeiros de elite, muitos jogadores ingleses encontram espaço somente nos times da EFL. Olhar para a lista de artilheiros da competição é perceber também a presença de outros atletas das redondezas, como Escócia e Irlanda.

Neste período próximo à Copa do Mundo, torna-se ainda mais interessante perceber a preparação dos jogadores ingleses que sonham com um lugar no Mundial. É claro que a lista dos ingleses que vão para a Rússia é dominada pelos jogadores da Premier League, mas um bom papel na EFL também é uma possibilidade de se chegar à Copa. O técnico Gareth Southgate já declarou que ninguém tem posto fixo em seu grupo, e que um jogador esforçado seria mais útil que um craque relaxado. É mais uma deixa para tornar a EFL 2017/2018 ainda mais interessante.

Jogos da 21ª rodada da EFL Championship

Sexta-feira, 8 de dezembro

  • 17:45 – Sheffield United x Bristol City – Palpite: Bristol

Sexta-feira, 9 de dezembro

  • 13:00 – Hull City x Brentford – Palpite: Brentford
  • 13:00 – Fulham x Birmingham – Palpite: Fulham
  • 13:00 – Barnsley x Derby County – Palpite: Derby
  • 13:00 – Nottingham Forest x Bolton Wanderers – Palpite: Nottingham
  • 13:00 – Wolves x Sunderland – Palpite: Wolves
  • 13:00 – Burton Albion x Preston – Palpite: Preston
  • 13:00 – Middlesbrough x Ipswich Town – Palpite: Middlesbrough
  • 13:00 – Aston Villa x Milwall – Palpite: Aston Villa
  • 13:00 – QPR x Leeds – Palpite: Leeds
  • 15:30 – Norwich x Sheffield Wednesday – Palpite: Sheffield

Segunda-feira, 12 de dezembro

  • 15:00 – Reading x Cardiff – Palpite: Reading

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar