Ganhador.com

Copa do Brasil

Grêmio tenta fazer valer fama de time copeiro e eliminar Cruzeiro na semifinal da Copa do Brasil 2017

Grêmio
FOTO: LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA

Imortal joga por empate ou até derrota por um gol de diferença, mas desde que marque, para seguir rumo ao sexto título do mata-mata nacional

Considerado atualmente um dos melhores times do país – se não o melhor -, brigando pelo título da Copa Libertadores e do Brasileirão, o Grêmio tenta fazer jus à fama de clube copeiro em confronto com o Cruzeiro nesta quarta-feira (23 de agosto), às 21h45, no Mineirão. Com vantagem por ter vencido a partida de ida por 1×0, o Imortal busca cravar a vaga na decisão da Copa do Brasil 2017 pelo segundo ano consecutivo.

 

Maior campeão da Copa do Brasil

Meu estimado colega Flávio Soares ainda acredita no triunfo do Cruzeiro. Mas você já ouviu falar na expressão “deixou chegar agora aguente”? Pois é, isso é mais ou menos o que acontece com o Grêmio. Maior campeão da Copa do Brasil com cinco títulos – 1989, 1994, 1997, 2001 e 2016 – , o Tricolor Gaúcho tem feito até o momento uma temporada notável. Apesar de ter ficado pelo caminho – diga-se semifinal – no Gauchão, o a equipe dirigida pelo irreverente Renato Portaluppi está no páreo em todas as competições que disputa.

Na Libertadores, por exemplo, despachou os argentinos do Godoy Cruz nas oitavas de final e agora pega o Botafogo no duelo brasileiro do torneio. Já no Brasileirão, apesar dos sete pontos de diferença para o líder Corinthians, o clube está vivo e não deve desistir tão fácil.

Agora, tenta derrubar pela segunda temporada consecutiva o Cruzeiro na semifinal do mata-mata. Em 2016, os gaúchos superaram o retrospecto negativo em Belo Horizonte e bateram a Raposa sem qualquer piedade por 2×0, calando um Mineirão lotado. No embate da volta, um empate em 0x0 garantiu os gremistas na final.

 

A matemática

Com a vantagem por ter vencido os cruzeirenses por 1×0 na Arena Grêmio, com gol de Lucas Barrios, o Grêmio precisa de apenas um empate para carimbar a passagem para a decisão. Independentemente do que diga o Flávio, é isso mesmo o que você leu: apenas um empate, não importa se seja com gols ou não: 0x0, 1×1, 2×2, 3×3 e por aí vai. Mas se os gaúchos sucumbirem, que seja por um gol de diferença e que o ataque liderado por Luan e Barrios balance as redes. Assim, o Imortal estará garantido! Caso o Cruzeiro devolva o placar, aí teremos pênaltis e é bom contar com uma noite inspirada de Marcelo Grohe para calar mais uma vez o Mineirão.

 

Ataque: juventude e experiência

Já que falamos em Luan e Barrios, a dupla ofensiva é a principal esperança do Grêmio em Belo Horizonte. Se você conhece a equipe de Renato Portaluppi, não pense que os gaúchos irão para o confronto com time todo atrás. Bom, é melhor tomar cuidado, porque um contra-ataque encaixado e a vida de Mano Menezes e companhia pode virar um inferno. Que o diga o jogo do ano passado da Copa do Brasil, hein?!

Depois de uma passagem sem tanto brilho pelo Palmeiras, marcada por lesões e poucas oportunidades com o técnico Cuca, o paraguaio chegou ao Grêmio e caiu nas graças da galera. Em sua primeira temporada com a equipe já são 17 gols e a artilharia do ano.

Já Luan, de 24 anos, é considerado o jogador “muda jogo”, como uma vez definiu muito bem o técnico Luiz Felipe Scolari. Com sua versatilidade, a joia costuma abrir espaços nas defesas adversárias e ser fatal quando tem as bolas nos pés. Uma das principais estrelas do Ouro Olímpico Brasileiro, o garoto tem 11 gols na temporada. É bom vocês assistirem ao moleque, porque do jeito que está voando, já, já uma equipe estrangeira aparece para tirá-lo do país.

 

Retrospecto recente x freguesia

Como falamos anteriormente, o Grêmio venceu o Cruzeiro na semifinal do torneio do ano passado. Mas você sabia que foi a primeira vitória do Imortal sobre os mineiros em confronto mata-mata? Até então, o Tricolor havia enfrentado a equipe celeste em quatro oportunidades e perdido todas: Taça Brasil de 1966, Copa do Brasil de 1993, e Copa Libertadores de 1997 e 2009.

Se enfrentar a Raposa no passado não era grande negócio, que tal falarmos que quando o Grêmio vence o primeiro jogo em casa pela Copa do Brasil sem tomar gols a equipe avança? E olha que não estou falando da boca para fora. Isso ocorreu cinco vezes – 100% de aproveitamento – : contra o Corinthians (oitavas) e Vitória (quartas), em 1994; Vitória (quartas), em 1997; Fluminense (oitavas), em 2001; e Atlético-PR (quartas), em 2017.

Outro dado que ajuda a dar confiança aos imortais é que das 12 semifinais disputadas em toda a história do clube no torneio mata-mata, o Tricolor Gaúcho carimbou a vaga em oito ocasiões. Retrospecto suficiente para os tricolores alcançarem mais uma final nesta quarta-feira.

 

Palpite

Alguma dúvida que o Grêmio vai passar? É claro que o futebol é imprevisível, mas o time de Renato Portaluppi está pronto para assegurar sua nona final de Copa do Brasil. Mano Menezes pode até ter previsto 3×1 para os celestes, mas acredito que os trabalhos do técnico como “Mãe Diná” vão sair pela culatra. E agora, Flávio?

 

Jogos de volta da semifinal da Copa do Brasil 2017

Quarta-feira, 23 de agosto

  • 21:45 – Cruzeiro x Grêmio – Palpite: Grêmio
  • 21:45 – Flamengo x Botafogo – Palpite: Botafogo

 

Comentários

2 Comentários

2 Comentários

  1. Pingback: Com a ajuda do Mineirão lotado, Cruzeiro deve engolir o Grêmio e fazer a grande final da Copa do Brasil | Ganhador.com

  2. Pingback: Ganhador.com

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar