Ganhador.com

Mundial de Clubes

Grêmio precisa superar o Pachuca para chegar à final do Mundial de Clubes

Grêmio e Pachuca do México fazem nesta terça-feira o duelo que garantirá um dos dois na grande final do Mundial de Clubes 2017.

FOTO: LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA

Campeão da Libertadores, o Grêmio faz sua estréia na semifinal do Mundial de Clubes nesta terça-feira, dia 12, enfrentando o perigoso Pachuca do México, a partir das 15 horas (horário de Brasília). Os mexicanos chegaram a semifinal depois de vencerem o Wydad Casablanca, do Marrocos, por 1 a 0 na prorrogacão, em um duelo tecnicamente muito fraco.

 

Sem ilusões e com seriedade

O fraco desempenho do rival na partida do último sábado, entretanto, não ilude o técnico Renato Gaúcho – que segue preparando o tricolor para a partida de amanhã enquanto que seu empresário abre negociações com a diretoria do clube para a permanência do treinador em Porto Alegre. À Grêmio TV, o técnico campeão da Libertadores disse que “uma semifinal é sempre muito difícil. Às vezes você vê uma partida de um adversário, você não vê tanta qualidade, de repente a equipe não jogou tão bem. Mas todo mundo quer ganhar do Grêmio, todo mundo quer ganhar do Real Madrid”.

Sem precisar passar pelas fases iniciais do torneio, o Grêmio vem treinado para o jogo de amanhã em Al Ayn, desde o final de semana e poderá contar com os retornos de Edílson e Kannemann – que, em fase final de recuperação, voltaram a treinar com bola em solo árabe.

No mais, Renato dá a entender que o time será o mesmo que venceu a Libertadores e que veio fazendo atuações seguras durante a temporada. Nas palavras do professor, “nós vencermos a Libertadores de uma maneira, não tem porque mudar”.

 

Adversário encardido

O Pachuca vem para a semifinal desta terça-feira depois de passar por algumas dificuldades para superar o Wydad Casablanca na prorrogação por 1 a 0. Mesmo com 1 jogador à mais durante quase todo o segundo tempo, os mexicanos não conseguiram furar o bloqueio defensivo do time marroquino.

Mas, como bem disse Renato Gaúcho, não se pode medir a qualidade do adversário por um jogo. O Pachuca não foi bem no sábado, mas chegou até aqui com méritos, após conquistar o título da Liga dos Campeões da CONCACAF.

Tendo em Victor Guzmán o seu grande craque, o Pachuca é perigoso no ataque e como tem sido uma tradicão nos duelos entre brasileiros e mexicanos tem tudo para engrossar o duelo para o Grêmio se os brasileiros entrarem em campo achando que a final contra o Real Madrid já é uma certeza.

 

Nosso palpite

Tratam-se de dois times muito ofensivos, com atletas de grande talento na frente que marcam com frequência, então, definitivamente, este será um jogo com grandes possibilidades de gols – principalmente porque as defesas das duas equipes vêm sendo vazadas com alguma regularidade.

Focado para esta competição desde a conquista do título da Copa Libertadores, o Grêmio larga com uma ligeira vantagem e deve fazer valer o seu “favoritismo” nesta terça-feira. Nosso palpite é um placar de 2 a 1 para os gaúchos.

 

O jogo

A semifinal entre Grêmio e Pachuca ocorre na terça-feira, às 15h (horário de Brasília), no estádio Hazza Bin Zayed, em Al Ain.

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar