Ganhador.com

NFL

Entenda a intertemporada da NFL

Foto: Bob Levey/Getty Images

Muita gente me pergunta o que os jogadores fazem durante a longa intertemporada da NFL. Os caras ficam parados por oito meses? Eles treinam? A verdade é que o acordo coletivo de trabalho (negociado em 2011) protege os jogadores. Os treinos são menos intensos, e o tempo ocioso é grande.

A intertemporada (período do fim da temporada anterior até o início do “training camp, no fim de julho) é dividida em três fases:

 

Fase 1 – Duas semanas de duração

Times com novos técnicos podem iniciar a Fase 1 a partir da primeira segunda-feira do mês de abril (os demais começam a partir da terceira segunda-feira).

Esse é um período de condicionamento físico e muita musculação. Somente os preparadores físicos podem trabalhar com os atletas. O resto da comissão técnica não tem contato com os jogadores. A única atividade com bola envolve o quarterback e seus recebedores. Eles treinam rotas e lançamentos SEM a presença de treinadores ou defensores. A competição entre ataque e defesa é estritamente proibido, assim como o uso de capacetes.

 

Fase 2 – Três semanas

A Fase 2 inicia logo depois da Fase 1.

É só aqui (uns quatro meses depois do término da temporada anterior) que os jogadores e treinadores começam a trabalhar juntos. Esse período é crucial para os atletas aprenderam o “playbook “ (livro de jogadas) de ataque e defesa.

Todos os jogadores são instruídos dentro de campo, e “drills” (exercícios) individuais são permitidos. As três unidades (ataque, defesa e special teams) treinam separadamente. Os capacetes continuam guardadinhos no vestiário!

 

Fase 3- Quatro semanas

O negócio começa a esquentar a partir da terceira fase dos treinamentos, na reta final de maio. Os capacetes finalmente saem do guarda-roupa (as ombreiras ficam).

Jogadores passam por três semanas de “Organized Team Activities” (OTAs) – treinos organizados de equipe – e uma do “Mandatory Veteran Minicamp”- camp obrigatório dos veteranos – . Drills de 7 contra 7, 9 contra 7 e 11 contra 11 são permitidos, contanto que não haja contato (um “empurra -empurra” é até aceitável, mas nada muito intenso).

Quem perde os três dias desse camp está sujeito a multas que podem chegar a 76.580 dólares. É difícil acreditar, mas esse camp representa primeiro período obrigatório durante a intertemporada. Os dez OTAs, e tudo das Fases 1 e 2 são treinos opcionais!!

Após completar as três fases, jogadores ganham umas 6 semanas de folga antes do “training camp”.

 

Training Camp e jogos da pré-temporada

O “training camp” já faz parte da pré-temporada da NFL, e é 100% obrigatório. Atletas estão completamente equipados e prontos para “descer a lenha”.

Esse é o momento que todos estão em campo, suando, se esforçando, aprimorando o conhecimento do playbook e treinando como se a sobrevivência dependesse disso.

Um roster começa com 90 jogadores. Depois dos cortes, apenas 53 sobrevivem.

O clima é de pura competitividade. Ninguém quer perder o emprego! A “pancadaria” começa a partir do quarto dia do “training camp”. A partir daí, atletas participam de treinos diários (de até três horas) COM CONTATO.

Antigamente, os atletas passavam por DOIS treinos intensos por dia; isso acabou. Hoje o segundo treino é apenas um “walk-through”(treino sem capacete que não permite correr ou trombar depois do snap).

Após essas duas semanas, jogadores entram em ação nos jogos da pré-temporada. As duas equipes que participam do Hall of Fame Game em Canton, Ohio acabam tendo 5 jogos no preseason.

Os outros 30 times têm quatro jogos de pré-temporada.

Detalhes: As nove semanas de treinamentos precisam ser realizadas durante um período corrido de dez semanas . A exceção são as equipes que têm um novo técnico.

Nesse caso, as nove semanas precisam ser concluídas em doze semanas corridas. Essas equipes também podem ter um camp a mais de três dias, contanto que os jogadores não sejam obrigados a comparecer.

Mesmo não sendo obrigatório, atletas treinam sozinhos durante a intertemporada. É impossível se preparar para a temporada só participando das três fases e do training camp. Existem várias empresas especializadas em treinamento de alta performance, e os jogadores aproveitam. O CT de cada time também fica de portas abertas caso o atleta queira usá-lo.

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar