MLB

Brasileiro assina contrato histórico: Eric Pardinho é a mais nova promessa do Toronto Blue Jays

Foto: AP Photo/Andre Penner

Um braço que consegue lançar uma “beisebola” a 153 km/h vale quanto?  Segundo o Toronto Blue Jays: 1,4 milhão de dólares. Esse é o acordo que Eric Pardinho, paulista de 16 anos, assinou nesta quinta-feira com o time canadense da Major League Baseball. O mesmo clube que apostou em José Pett, a primeira grande promessa do beisebol brasileiro, em 1992.  Também o mesmo clube que deu uma chance a Jo Matumoto em 2007 e draftou o atual catcher do Cleveland Indians, Yan Gomes, em 2009. Infelizmente, Matumoto e Pett não chegaram à MLB e Gomes foi trocado, mas a esperança é que Eric seja, em breve, um dos melhores arremessadores dos times de base (Ligas Menores) da franquia.

O contrato de Eric é o maior já firmado por um brasileiro no beisebol profissional dos Estados Unidos, superando os 880 mil dólares de luvas que Luiz Gohara recebeu do Seattle Mariners em 2012. É óbvio que a estrada é longa para chegar nas “Grandes Ligas”.  Gohara que o diga, ele tenta há 5 anos.  Eric deve ficar uns 4 ou 5 anos lapidando um braço direito que já é mais forte que muitos jogadores veteranos da MLB.

Isso desperta a curiosidade de qualquer olheiro.

O que ele fez no World Baseball Classic em março foi impressionante.  Representando a seleção brasileira, Eric não cedeu corrida em 2/3 de uma entrada.  Olheiros ficaram maravilhados com a compostura do jovem, que competia contra jogadores bem mais velhos e mais experientes.

Pardinho tem aproximadamente 1’75, longe do 1’98 de Pett, que chamou tanta atenção dos Blue Jays nos anos 90.  Um arremessador mais alto tem uma bela vantagem, pois o plano mais  elevado com que a bola sai de sua mão acaba dificultando a vida do rebatedor. A boa notícia é que ele ainda tem mais uns dois ou três anos pra crescer.  Isso será chave para o sucesso do menino.

Eu, sinceramente, acho que há muitas possibilidades para brasileiros evoluírem no beisebol.  As franquias estão cada vez mais engajadas em descobrir talentos fora dos Estados Unidos e contamos com um CT de altíssimo padrão.

O centro de treinamento de Ibiúna recebe um investimento anual da Major League Baseball.  A estrutura é excelente para a formação de jovens talentos, e sabemos que não é em qualquer esquina que achamos uma boa estrutura para o desenvolvimento da prática esportiva aqui no Brasil.  O beisebol tem.  Isso precisa ser aproveitado!

Espero que o esporte cresça no conceito dos garotos e que tenhamos cada vez mais atletas se dedicando a esse esporte.

Os times da MLB já estão de olho.

Boa sorte, Eric!

 

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar