Ganhador.com

Apostas na Liga Europa: como fazer seu palpite na temporada 2018-2019

A Liga Europa ainda não caiu no gosto de todos os fãs do futebol internacional, mas quem não acompanha o torneio está perdendo a chance de vibrar com partidas de altíssimo nível. É claro que a Champions League tem mais atrativos, mas vale lembrar que boa parte das equipes que frequenta o principal torneio da Uefa também costuma aparecer na Liga Europa de vez em quando.

Melhores sites de apostas

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+4

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+3

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

Transmissão

ao Vivo

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+2 More

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$777

Bônus

+8 More

Saque em 1-2 - Dias

Para mostrar o tamanho das agremiações envolvidas na disputa, basta listar os últimos campeões da segunda principal competição europeia: Atlético de Madri, Manchester United, Sevilla, Chelsea e Porto. E que tal os vices? Liverpool, Ajax, Olympique de Marselha, Benfica… É tradição para ninguém botar defeito.

A Liga Europa oferece ainda um atrativo adicional. Para quem é fanático pelo futebol do Velho Continente e tem interesse em ver times diferentes em ação, o torneio é um prato cheio. Se você não se contenta em ver apenas as superpotências europeias em campo, a competição é o lugar certo para acompanhar equipes de ligas menos badaladas, mas igualmente interessantes.

O Ganhador preparou um raio-x da competição, mostrando tudo o que você precisa saber para curtir o torneio – e, de quebra, se divertir fazendo seus palpites. Você poderá explorar as diversas opções de apostas envolvendo os clássicos e os craques da Liga Europa, aumentando suas chances de lucrar.

 

Uma dura jornada até o título

Nada menos de 213 clubes representando todas as 55 federações filiadas à Uefa disputam a Liga Europa. Ressalte-se que esse número inclui os participantes de todas as etapas preliminares e classificatórias, mas ele ilustra bem o tamanho e a abrangência da competição. Ele também ajuda você a entender o quanto é difícil chegar às fases finais, ainda mais para quem não tem lugar garantido na fase de grupos.

Assim como na Champions, a distribuição de vagas é feita de acordo com o ranking de federações nacionais da Uefa, calculado com base no desempenho das equipes de cada país nos últimos cinco anos. A grande maioria das federações ganha três vagas cada. As exceções são os países com ligas muito fracas, representadas por apenas um ou dos times.

Na maioria dos casos, as vagas na Liga Europa são concedidas aos vencedores das Copas nacionais e aos times que terminam o campeonato nacional imediatamente abaixo dos classificados à Champions. Isso fica a critério de cada federação.

 

Como funciona a classificação?

As primeiras fases da Liga Europa funcionam da mesma forma que o início da Champions. Os times de federações menos tradicionais vão duelando em jogos de ida e volta, no esquema mata-mata.

A cada etapa, equipes de países mais fortes vão entrando na briga. No total, são cinco fases preliminares e classificatórias, que vão filtrando as melhores equipes até a chegada à fase de grupos.

Nas rodadas classificatórias, a distribuição das vagas é bastante complexa, mas podemos resumir o critério da seguinte forma: quanto mais baixa for a posição de um país no ranking da Uefa, mais fases preliminares seus representantes terão de disputar.

A principal diferença no regulamento em relação à Champions é o cruzamento das equipes depois da fase de grupos. Os dois melhores de cada chave avançam, e aí é que a coisa esquenta para valer: os melhores da Liga Europa têm de encarar oito equipes provenientes da Champions (os terceiros colocados na fase de grupos).

A partir daí, os cruzamentos são definidos por sorteio, e começa a fase dos mata-matas, sempre em jogos de ida e volta, com exceção da final, disputada em partida única.

 

O calendário do certame

Por causa da quantidade de etapas preliminares, a Liga Europa se estende por boa parte da temporada – ainda que a maioria dos torcedores só acompanhe o torneio da fase de grupos em diante. Na edição 2018-2019, os mata-matas classificatórios começaram em 26 de junho e terminaram em 30 de agosto.

A fase de grupos tem início em 20 de setembro e vai até 13 de dezembro. Depois de uma pausa na virada do ano, os mata-matas começam em 14 de fevereiro de 2019. São disputadas quatro fases de mata-mata para definir os finalistas, que se enfrentam em jogo único no dia 29 de maio de 2019, em Baku, no Azerbaijão.

 

E quais são os grupos desta edição?

Um sorteio realizado no dia 31 de agosto, em Mônaco, apontou os doze grupos da Liga Europa 2018-2019. Em cada chave, jogam todos contra todos, em turno e returno, e os dois melhores do grupo avançam às oitavas.

  • Grupo A: Bayer Leverkusen, Zurique, AEK e Ludogorets
  • Grupo B: Celtic, RB Leipzig, Salzburg e Rosemborg
  • Grupo C: Zenit, Slavia Praga, Copenhague e Bordeaux
  • Grupo D: Fenerbahce, Anderlecht, Dínamo de Zagreb e Spartak Trnava
  • Grupo E: Arsenal, Sporting, Qarabag e Vorskla Poltava
  • Grupo F: Milan, Betis, Olympiacos e Dudelange
  • Grupo G: Villarreal, Rangers, Spartak Moscou e Rapid Viena
  • Grupo H: Olympique de Marselha, Lazio, Eintracht Frankfurt e Apollon Limassol
  • Grupo I: Besiktas, Malmö, Genk e Sarpsborg
  • Grupo J: Sevilla, Krasnodar, Standard Liège e Akhisarspor
  • Grupo K: Dínamo de Kiev, Rennes, Astana e Jablonec
  • Grupo L: Chelsea, Bate Borisov, PAOK e MOL Vidi

 

Atlético de Madri é o atual campeão

A Espanha tem dominado a Liga Europa, com seis títulos nas últimas nove temporadas. Três dessas conquistas foram do Atlético de Madri – que, aliás, é o atual detentor do troféu. A equipe do técnico Diego Simeone atropelou o Olympique de Marselha na última final, disputada em Lyon: 3×0. O Atlético entrou na Liga Europa por ter sido terceiro colocado em seu grupo na Champions. No caminho até a decisão, eliminou Copenhague, Lokomotiv, Sporting e Arsenal. Uma belíssima campanha.

 

Briga pelo título está totalmente aberta

Quem examina a lista dos participantes da fase de grupos logo encontra equipes que podem ser consideradas fortes candidatas ao título deste ano: Arsenal, Milan, Chelsea, Sevilla, Lazio, Olympique… O problema é que ainda não se sabe quem virá da Champions para entrar na fase de mata-matas, o que torna a missão de se prever o campeão da Liga Europa quase impossível.

O sorteio da Champions definiu alguns grupos duríssimos. Um deles, por exemplo, reúne Barcelona, Inter de Milão e Tottenham; em outro, estão PSG, Napoli e Liverpool. Ou seja: já é certo que algumas equipes de primeiríssimo escalão entrarão na Liga Europa justamente nas fases mais agudas. Impossível saber no momento quem pode faturar o caneco. A única certeza é que haverá grandes duelos no caminho até a decisão.

 

Itália e Espanha empataram na artilharia

A edição 2017-2018 da Liga Europa consagrou dois artilheiros: Ciro Immobile, da Lazio, e Aritz Aduriz, do Athletic Bilbao. Cada um marcou oito gols na competição. A lista dos maiores goleadores do torneio também tem um brasileiro, Júnior Moraes, que anotou sete tentos pelo Dínamo de Kiev. Balotelli e Griezmann também aparecem na relação, com seis gols cada.

 

Quem será o goleador desta temporada?

Se prever quem será o campeão nesta temporada é praticamente impossível, apontar os favoritos à artilharia já passa a ser algo mais viável. Isso porque os goleadores dos times que participam da fase de grupos terão muito mais chances de atuar, fazendo até seis jogos nessa etapa da competição.

Quem examina a lista das equipes da fase de grupos se depara com vários atacantes de muita qualidade. Além de Immobile, que volta a disputar o torneio pela Lazio, há Olivier Giroud, do Chelsea, Gonzalo Higuaín, do Milan, André Silva, do Sevilla, e Timo Werner, do RB Leipzig. Mas colocamos nossas fichas no gabonês Pierre-Emerick Aubameyang, o excelente goleador do Arsenal.

 

Na Bulgária, uma “colônia” brasileira

Uma das equipes participantes da Liga Europa conta com uma verdadeira legião de brasileiros. Trata-se do Ludogorets, da Bulgária, cujo técnico é o carioca Paulo Autuori. Seu elenco tem nove atletas nascidos no Brasil, o maior número entre todos os clubes da competição. Eis os brasileiros do Ludogorets: Cicinho, Natanael, Lucas Sasha, Júnior Brandão, Gustavo Campanharo, Renan, João Paulo, Wanderson e Rafael Forster.

 

Melhores do país estão em Londres

Se em quantidade de brasileiros ninguém supera o Ludogorets, o Chelsea se destaca no quesito qualidade dos representantes do país na Liga Europa. Dois atletas de nível de seleção fazem parte do elenco do clube londrino: o meia-atacante Willian e o zagueiro e volante David Luiz.

Pela regularidade e poder de decisão, podemos apontar Willian como o melhor brasileiro do torneio. Menção honrosa também ao volante Lucas Leiva, da Lazio, que superou a rotina de lesões e finalmente conseguiu uma boa sequência no futebol europeu.

 

Chelsea também tem os mais ricos

Como defendem uma equipe de ponta da liga mais rica da Europa, Willian e David Luiz também são os brasileiros mais bem pagos na competição. Tanto o meia-atacante como o defensor recebem 7 milhões de euros por temporada no clube londrino.

 

Artilheiro do Brasil é cria do Flu

Goleador máximo da Liga Europa na edição 2014-2015, o atacante Alan, revelado pelo Fluminense, é o maior artilheiro brasileiro na história da competição. Ele soma um total de 19 gols no certame, sempre defendendo o Salzburg, da Áustria. No momento, Alan defende o Guangzhou Evergrande, da China. Taison, com 12 gols, vem em seguida na lista de artilheiros brasileiros na Liga Europa, à frente de Hulk, com 10.

 

Escolhendo o site certo para apostar

O apostador brasileiro tem diversas opções para colocar à prova seus conhecimentos sobre o futebol europeu, inclusive nos jogos da Liga Europa. Antes de fazer uma aposta nos jogos do torneio, porém, recomenda-se conhecer todas as opções disponíveis no mercado.

É indispensável escolher uma casa de apostas on-line que atenda às suas necessidades. Bodog, Bumbet, Bet365, Betway, Rivalo estão entre os sites seguros e confiáveis à disposição do apostador. O Ganhador avaliou as melhores casas de apostas esportivas do Brasil e indica para você quais são os pontos fortes de cada uma delas.

Melhores sites de apostas

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+4

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+3

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

Transmissão

ao Vivo

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+2 More

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$777

Bônus

+8 More

Saque em 1-2 - Dias

 

Como faturar nas casas de apostas

Quem gosta de fazer seus palpites no futebol europeu tem inúmeras alternativas para lucrar e se divertir com as apostas na segunda principal competição de clubes do continente.

Além do tipo de aposta mais clássica, em que você simplesmente coloca suas fichas no vencedor de uma partida específica, é possível investir nas apostas de longo prazo – escolhendo o campeão ou o artilheiro, por exemplo.

É possível também fazer apostas mais específicas. Será que você consegue prever quantas vezes Aubameyang vai balançar as redes no torneio? Não faltam opções para você mostrar que é um grande fã do futebol europeu e ainda faturar com isso.

 

Saiba avaliar as opiniões dos especialistas

Diversas casas de apostas da internet e sites especializados em apostas oferecem prognósticos de especialistas em cada modalidade esportiva. Eles utilizam os dados estatísticos para calcular os resultados mais prováveis em cada disputa – aumentando, com isso, sua chance de sucesso.

As estatísticas e o retrospecto apontam o caminho e você avalia qual é a melhor forma de utilizar esses dados – mesmo que discorde dos palpites indicados pelos sites, você terá mais informações para decidir. Portanto, não deixe de descobrir como utilizar os prognósticos dos especialistas para aprender a lucrar ainda mais com suas apostas.

 

Assistindo aos jogos da Liga Europa pela internet

Ainda não há definição sobre qual canal a cabo do Brasil vai transmitir os jogos da Liga Europa. As emissoras nacionais consideraram a pedida da Uefa alta demais e seguem negociando. Por enquanto, não há nenhum canal oficial para o torcedor que queira acompanhar as transmissões ao vivo, seja pela TV, seja pela internet.

 

Voltar