Ganhador.com

Apostas na Copa Libertadores 2018: como fazer seu palpite na reta final do torneio

Não é exagero dizer que a Copa Libertadores é o principal objetivo dos clubes brasileiros na atualidade. Como está cada vez mais difícil superar os europeus no Mundial de Clubes, a competição mais nobre das Américas passou a ser a prioridade da temporada.

Melhores sites de apostas

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+4

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+3

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

Transmissão

ao Vivo

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+2 More

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$777

Bônus

+8 More

Saque em 1-2 - Dias

Se antes muitos clubes enxergavam o torneio como uma forma de carimbar o passaporte para o Mundial, agora a Libertadores é a principal meta – e o confronto com o vencedor da Liga dos Campeões passou a ser apenas a cereja no bolo, sem expectativas exageradas.

Para completar, a Libertadores melhorou bastante no quesito organização. Ainda existem estádios acanhados, pressão da torcida e adversários violentos, mas o torneio tem evoluído nos últimos anos, valorizando a participação das equipes de alto nível técnico.

A Copa Libertadores é campeã em emoção não apenas para quem torce por seu time ou seca o rival. Com seus jogos vibrantes e parelhos, a principal competição de clubes das Américas também proporciona diversão de sobra para os adeptos das apostas em futebol.

Há diversas alternativas para você lucrar e se divertir, desde as apostas em um jogo específico até os palpites de longo prazo. O Ganhador preparou um guia com todas as informações de que você precisa para apostar até o fim de temporada.

 

Novo regulamento é “padrão Uefa”

A Copa Libertadores está cada vez mais parecida com a Champions League – não no estilo de jogo, evidentemente, mas no formato de disputa. Sabendo que a concorrente europeia é vista como modelo de organização no mundo todo, a Conmebol aproveitou o exemplo de sucesso do Velho Continente e tentou adaptá-lo ao futebol sul-americano.

Com isso, o número de participantes foi expandido (hoje são 47), assim como a duração da competição, que agora se estende por toda a temporada. Assim como na Europa, os representantes mais fracos das federações nacionais com pior ranking na Conmebol dão início à disputa, com mata-matas preliminares, ainda no começo do ano.

A cada etapa classificatória, equipes mais fortes entram na briga. São três rodadas de mata-mata eliminatório antes da chegada à fase de grupos, que mantém o mesmo formato das últimas décadas: oito chaves, com duas equipes avançando em cada uma delas.

Um sorteio definiu os cruzamentos das oitavas-de-final, também seguindo a Champions. Como você deve se lembrar, antes o cruzamento era definido de acordo com as campanhas de cada equipe na fase de grupos.

Oitavas, quartas, semis e final são disputados em jogos de ida e volta, com o time de melhor campanha decidindo em casa. A partir da Libertadores de 2019, a final também seguirá o modelo da Champions: disputa em jogo único, em estádio previamente escolhido. A decisão de 2018, portanto, será a última chance de jogar uma final como mandante.

 

Briga pela taça vai de janeiro a novembro

A expansão da Libertadores transformou a competição em uma maratona. Conforme mencionamos acima, o torneio passou a ocupar a temporada toda. A fase preliminar, com três mata-matas entre as equipes de pior ranking de toda a competição, teve início ainda em janeiro. As outras duas fases classificatórias aconteceram em fevereiro.

A fase de grupos se estendeu até maio, quando a Libertadores entrou em um longo recesso, respeitando a preparação das seleções e a disputa da Copa do Mundo da Rússia. Essa pausa, aliás, foi um desafio a mais para as equipes classificadas para o mata-mata: foi preciso resistir às investidas dos clubes europeus durante a janela de contratações.

Quem soube fazer bons negócios, porém, aproveitou para se reforçar, já que a Conmebol permite a inscrição de novos atletas a partir das fases eliminatórias. As oitavas-de-final foram disputadas em agosto, e as quartas se estendem de setembro a outubro. O calendário da Libertadores prevê semifinais entre fim de outubro e início de novembro.

A decisão acontece nos dias 7 e 28 de novembro. É isso mesmo: serão três semanas de intervalo entre a primeira e a segunda partida da final. Isso torna ainda mais difícil a preparação para o Mundial, que acontece logo em seguida. A edição deste ano, que será realizada nos Emirados Árabes Unidos, vai de 12 a 22 de dezembro, com a estreia do representante brasileiro marcada para 18 de dezembro.

 

Os brasileiros que seguem no páreo

Com nada menos de oito representantes, o Brasil entrou na Copa Libertadores 2018 como o principal favorito à conquista do título. E isso não se justificava apenas pelo número de clubes na disputa: a qualidade dos clubes classificados já apontava que os brasileiros entrariam na competição para ganhar.

A Chapecoense ficou pelo caminho ainda nas fases preliminares. O Vasco da Gama foi o único brasileiro a cair na fase de grupos. Nas oitavas-de-final, porém, o contingente do país na Libertadores despencou: Santos, Corinthians e Flamengo deram adeus ao sonho de mais um título sul-americano.

Os três brasileiros que alcançaram as quartas, porém, estão entre os melhores times do país em competições internacionais. A começar pelo Grêmio, atual campeão, dono de três taças da Libertadores e eterno candidato ao título. A equipe do técnico Renato Gaúcho tem experiência, qualidade e personalidade e está pronta para brigar pelo tetra.

Vale lembrar que nenhuma outra equipe brasileira conquistou quatro troféus do torneio. Em caso de título do Grêmio, o Tricolor gaúcho passaria a ser o melhor brasileiro de toda a história da competição, deixando para trás os também tricampeões São Paulo e Santos. O Grêmio só enfrentará uma outra equipe brasileira neste ano se chegar à decisão.

Já Cruzeiro e Palmeiras estão do mesmo lado da chave, com cruzamento previsto para a semifinal. A Raposa está em busca do tricampeonato e não esconde de ninguém que a Libertadores é sua grande prioridade nesta temporada. Já o Palmeiras, que sonha com o bi, conta com o técnico que levou o clube à sua primeira conquista, Luiz Felipe Scolari.

 

Argentinos são a grande ameaça

O Brasil chegou às quartas bem representado, mas a Argentina está ainda mais presente nessa etapa da competição. Com quatro dos oito clubes classificados, o vizinho promete endurecer a briga pelo título. Um deles ficará pelo caminho: Independiente e River Plate fazem um clássico portenho já nas quartas.

Campeão da Sul-Americana no ano passado, superando o Flamengo no Maracanã lotado, o Independiente é sempre osso duro de roer. Vale lembrar que a equipe de Avellaneda é a maior vencedora de toda a história da Libertadores, com a incrível marca de sete títulos. Mas é o River que os brasileiros mais devem temer em um eventual cruzamento.

Treinado pelo excelente Marcelo Gallardo e contando com um elenco fortíssimo, com nomes como Franco Armani, Enzo Pérez, Lucas Pratto e Ignacio Scocco, o River é sem dúvida um dos favoritos ao título. Entre os argentinos, a única equipe que se aproxima dos Millonarios é justamente seu arquirrival, o Boca Juniores.

Adversário do Cruzeiro nas quartas, o Boca tem oscilado bastante nos últimos meses. O peso de sua camisa e a qualidade de seu elenco, porém, tornam a equipe uma ameaça mais do que real. Os destaques do grupo à disposição do técnico Guillermo Barros Schelotto são Carlitos Tevez, Cristian Pavón, Mauro Zárate e Darío Benedetto.

 

Quem pode ser apontado como favorito?

O único “intruso” na briga entre argentinos e brasileiros nesta reta final de Libertadores é o Colo-Colo, adversário do Palmeiras nas quartas – e pouca gente acredita que os chilenos serão capazes de avançar até a decisão. O título, portanto, deve mesmo ficar entre os eternos rivais sul-americanos, com três agremiações brasileiras e duas argentinas como principais candidatas.

É inevitável: os gigantes de cada país são os favoritos. E nas casas de apostas esportivas, o Brasil lidera. Antes do início da disputa das quartas, o Palmeiras era apontado com o time com maior chance de sucesso no torneio, logo à frente do Grêmio. O River vinha a seguir, superando o Cruzeiro. O Boca era apenas o quinto colocado entre os favoritos. Independiente, Colo-Colo e Tucumán, pela ordem, eram os azarões.

Entre Palmeiras, Grêmio, River, Cruzeiro e Boca, o equilíbrio é enorme. Qualquer um pode ser campeão e não será surpresa alguma. O cruzamento das chaves até a final coloca River e Grêmio de um lado e Palmeiras, Cruzeiro e Boca do outro. Ou seja: entre as decisões possíveis estão jogaços como River x Palmeiras (que duelaram na semi em 1999) e Grêmio x Boca (que já decidiram o troféu em 2007).

E que tal uma final 100% argentina, com o superclássico River x Boca? Ou um choque de gigantes brasileiros, como Grêmio x Cruzeiro ou Grêmio x Palmeiras? Seja como for, será um fim de ano explosivo no futebol sul-americano, cheio de grandes clássicos e repleto de boas opções para quem gosta de colocar suas fichas e testar seus conhecimentos nas casas de apostas durante as partidas da Libertadores.

 

Como lucrar com seus palpites

Colocar suas fichas em quem será o campeão sul-americano de 2018 não é a única opção para quem deseja apostar na competição. Pelo contrário: a cada fase da Libertadores, você encontra dezenas de alternativas para lucrar. Por isso, vale a pena consultar os sites das casas de apostas para descobrir os diferentes tipos de palpites disponíveis.

A modalidade de aposta mais popular é escolher o resultado final de uma partida: vitória do mandante, empate ou triunfo do visitante, simples assim. Você também pode investir no placar exato de uma partida, opção que oferece lucros ainda maiores. Se você preferir, pode tentar cravar a margem de gols do time vencedor, entre outras variações.

As melhores casas de apostas da internet oferecem ainda possibilidades de palpites ainda mais específicos e detalhados. Modalidades como hipótese dupla, handicap e empate anula a aposta também podem ser exploradas. Cada tipo de palpite atende a um tipo de apostador – cabe a você descobrir qual é a opção que mais o atrai.

Melhores sites de apostas

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+4

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+3

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

Transmissão

ao Vivo

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+2 More

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$777

Bônus

+8 More

Saque em 1-2 - Dias

 

Apostando com confiança na Libertadores

O apostador brasileiro tem diversas opções para colocar à prova seus conhecimentos sobre o futebol sul-americano. Antes de fazer um palpite nos jogos decisivos da Libertadores, porém, recomenda-se conhecer todas as opções disponíveis no mercado. Afinal, você não vai querer colocar em risco seu investimento nem estragar sua diversão.

É indispensável escolher uma casa de apostas que atenda às suas necessidades. Bodog, Bumbet, Bet365, Betway, Rivalo estão entre os sites seguros e confiáveis à disposição do apostador do país. O Ganhador avaliou as melhores casas de apostas esportivas do Brasil e mostra quais são os pontos fortes de cada uma delas, além dos bônus oferecidos.

 

Um guia para você faturar e se divertir

A Libertadores representa um grande desafio para o apostador. Por um lado, há muitos de difícil prognóstico – mesmo nos duelos que parecem menos parelhos, os times mais fracos costumam se superar e endurecer a disputa. A vantagem é que poucas competições do futebol internacional oferecem tamanha emoção (e retornos tão atraentes).

Sabendo que a Libertadores costuma atrair todos os tipos de apostador – desde os iniciantes, que estão apenas começando a explorar esse universo, até os mais experientes, que já fazem palpites bem mais complexos –, o Ganhador preparou um guia com todas as informações necessárias para o seu divertimento.

A página reúne as melhores informações e dicas sobre o mundo das apostas em futebol, ajudando você a tirar dúvidas, entender os diferentes tipos de palpites e encontrar as melhores formas de faturar. Não perca tempo: falta pouco para a Libertadores acabar, e você não vai querer desperdiçar a chance de viver fortes emoções com o torneio.

 

Voltar