Ganhador.com

Apostas na Champions League: como fazer seu palpite na temporada 2018-2019

Não há polêmica quando se trata de eleger a melhor competição de clubes do planeta: nenhum outro torneio chega perto da Champions League. Nível técnico elevadíssimo, clubes tradicionais, arenas modernas e sempre lotadas, elencos cheios de astros, organização impecável… A Champions tem tudo o que o fã do futebol espera.

Melhores sites de apostas

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+4

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+3

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

Transmissão

ao Vivo

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+2 More

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$777

Bônus

+8 More

Saque em 1-2 - Dias

Até o surgimento do torneio em seu atual formato, no início dos anos 1990, era preciso esperar a Copa do Mundo para acompanhar os duelos entre os maiores craques do futebol internacional. A expansão da antiga Copa dos Campeões para incluir mais times e adotar um novo regulamento transformou a Champions em um aperitivo do Mundial.

Se a Copa dos Campeões reunia apenas os vencedores das ligas nacionais, a Champions abriu espaço para os demais integrantes da elite do futebol europeu. Ao mesmo tempo, a Lei Bosman, que derrubou as barreiras para a contratação de jogadores dentro da União Europeia, ajudou a transformar os clubes participantes em verdadeiras seleções.

Por causa de seu equilíbrio e do grande número de equipes de ponta, a Champions representa o maior dos desafios para os adeptos das apostas esportivas. Fazer um palpite nos mata-matas da competição é a prova de fogo para os conhecedores do futebol europeu – afinal, tudo pode acontecer nos duelos entre clubes do quilate de Real Madrid, Barcelona, Bayern de Munique, PSG e Juventus.

A seguir, todas as informações necessárias para quem pretende começar a explorar as várias opções de apostas envolvendo os clássicos e os craques da Champions League. O Ganhador preparou um raio-x da competição, mostrando tudo o que você precisa saber antes de fazer seu palpite.

 

Um longo caminho até Madri

Setenta e nove equipes iniciaram a Champions League 2018-2019, mas só duas chegarão à final, no estádio Wanda Metropolitano, em Madri. Esse percurso duríssimo alterna dois formatos de disputa: grupos e mata-mata. Essa combinação, aliás, é um dos segredos do sucesso do torneio, pois oferece emoção na medida certa.

Como você já deve saber, nem todos os participantes têm a chance de medir forças com Real ou Barça. Os representantes das federações menos tradicionais não têm vaga cativa nas fases mais agudas da competição. Para os clubes mais modestos, é preciso lutar muito para conquistar um lugar nos grupos.

A distribuição das vagas é realizada de acordo com o ranking das federações nacionais da Uefa. O cálculo é feito com base nos resultados dos clubes de cada país nas competições europeias nas últimas cinco temporadas. Espanha, Alemanha, Inglaterra e Itália, pela ordem, lideram o ranking – e, com isso, têm quatro vagas cada na fase de grupos.

 

Como funciona a classificação?

Para as demais federações, o número de vagas é menor, sendo que as mais fracas têm de disputar uma série de mata-matas antes de chegar à fase de grupos. São nada menos de cinco fases preliminares e classificatórias antes da entrada dos principais clubes europeus na competição.

O formato de disputa dessas fases iniciais é simples (jogos de ida e volta, esquema mata-mata), mas a distribuição das vagas é bastante complexa. Para resumir, basta dizer o seguinte: quanto mais baixa for a posição de um país no ranking da Uefa, mais fases preliminares seus representantes terão de disputar.

Assim, a primeira rodada classificatória envolve times de federações nanicas como Gibraltar e Andorra. Na segunda fase de mata-matas, entram na briga equipes de países como Noruega, Sérvia e Israel. Na etapa seguinte, os times já são de melhor nível, representando países como Suíça, Grécia, Bélgica e Turquia. Quem sobrevive a todos esses mata-matas se junta aos gigantes nos grupos.

 

Calendário do certame

Por causa dessa grande quantidade de etapas preliminares, a Champions League se estende por boa parte do ano – ainda que a maioria dos torcedores só acompanhe o torneio da fase de grupos em diante. Na edição 2018-2019, os mata-matas classificatórios começaram em 26 de junho e terminaram em 29 de agosto.

A fase de grupos tem início em 18 de setembro e vai até 12 de dezembro. Depois de uma pausa na virada do ano, os mata-matas começam em 12 de fevereiro de 2019. São disputadas oitavas, quartas e semis para definir os finalistas, que se enfrentam em jogo único no dia 1o de junho de 2019, um sábado, em Madri.

 

Grupos já estão definidos

Um sorteio realizado no dia 30 de agosto, em Mônaco, apontou os oito grupos da Champions League 2018-2019. Em cada chave, jogam todos contra todos, em turno e returno, e os dois melhores avançam às oitavas. Os cruzamentos nos mata-matas são definidos por sorteio, sendo que os primeiros colocados nos grupos enfrentam os segundos colocados nas oitavas-de-final.

  • Grupo A: Atlético de Madri, Club Brugge, Borussia Dortmund e Monaco
  • Grupo B: Barcelona, Inter de Milão, Tottenham e PSV Eindhoven
  • Grupo C: PSG, Napoli, Liverpool e Estrela Vermelha
  • Grupo D: Porto, Galatasaray, Lokomotiv e Schalke 04
  • Grupo E: Bayern de Munique, Ajax, Benfica e AEK
  • Grupo F: Manchester City, Lyon, Shakhtar Donetsk e Hoffenheim
  • Grupo G: Real Madrid, Roma, CSKA e Viktoria Plzen
  • Grupo H: Juventus, Manchester United, Valencia e Young Boys

 

Rivais tentam impedir tetra do Real

A fase de grupos começa com as superpotências da Europa reunidas em torno de um único objetivo: acabar com a incrível sequência de títulos do Real Madrid, atual tricampeão da Champions League. A equipe espanhola soma nada menos de treze títulos europeus, seis a mais que o segundo maior vencedor do torneio (Milan) e oito a mais que Bayern, Barcelona e Liverpool.

Antes do tri do Real, conquistado em finais contra Atlético, Juventus e Liverpool, nenhum clube havia levantado a taça em anos consecutivos no atual formato do torneio, adotado em 1992. O último bicampeão tinha sido o Milan, em 1989 e 1990, quando a competição ainda era chamada Copa dos Campeões. O último tri era ainda mais distante: o Bayern venceu em 1974, 1975 e 1976.

 

Saída de CR7 muda o panorama

A possibilidade de conquista do quarto título consecutivo pelo Real é o maior pesadelo do torcedor do Atlético de Madri. Afinal, o time do técnico Diego Simeone perdeu duas finais da Champions para o arquirrival nos últimos anos e, em caso de novo triunfo merengue, veria seus inimigos comemorando mais esse título em sua casa, o novo estádio Wanda Metropolitano.

A despedida de Cristiano Ronaldo do Real, porém, torna esse quadro bem menos provável. Não que a equipe esteja fora do páreo, longe disso. Mas é inegável que a ausência do craque português (e também do técnico Zidane) tornará a missão do Real muito mais difícil.

Com isso, o favoritismo nas casas de apostas da internet foi transferido para Manchester City, Barcelona, Juventus e PSG, pela ordem. O Real aparece apenas na quinta colocação entre os principais postulantes ao título, logo à frente de Bayern, Liverpool e Atlético.

 

Português é o goleador máximo da Champions

O impacto da saída de Cristiano Ronaldo na cotação do Real nas casas de apostas não causa nenhuma surpresa. Afinal, o português foi o artilheiro da última edição, com quinze gols, cinco a mais que os vice-artilheiros Salah, Mané e Firmino, todos do Liverpool. Messi e Neymar marcaram apenas seis gols cada.

Foi a sétima edição da Champions em que CR7 foi o artilheiro. Já são seis temporadas consecutivas em que ninguém marca mais gols que ele na competição. O craque, aliás, é o maior goleador da história do torneio. Ele inicia a atual temporada com 120 gols anotados por Manchester United e Real Madrid. O segundo colocado é Messi, com cem gols.

 

Favoritismo desta vez é do argentino

A transferência de Cristiano Ronaldo para a Juventus prejudicou a cotação não só do Real, mas também do próprio português. Como é impossível saber ao certo como ele vai se adaptar ao novo clube, CR7 não é o favorito à artilharia da edição 2018-2019. As casas de apostas da internet indicam Messi como o principal candidato ao prêmio, com Cristiano logo abaixo. Agüero, Salah e Lewandowski aparecem em seguida, à frente de Neymar e Harry Kane.

 

Legião brasileira na Europa

A Champions League é uma competição europeia, mas a presença brasileira no torneio é fortíssima – dezenas de atletas nascidos no país participam do certame todos os anos. O clube com maior número de brasileiros na edição 2018-2019 é o Shakhtar Donetsk, da Ucrânia, com nove representantes do país (Taison, Dentinho, Júnior Moraes, Alan Patrick, Wellington Nem, Maycon, Marquinhos Cipriano, Ismaily e Fernando).

Outro time “verde e amarelo” da Champions é o Porto, com sete atletas nascidos no país (Militão, Alex Telles, Jorge, Otávio, Felipe, Francisco Soares e Fabiano).

 

Coutinho pode superar Neymar

Nos últimos anos, era muito fácil apontar o melhor brasileiro na Liga dos Campeões. Jogando ao lado de Messi e Suárez e evoluindo a cada temporada no Barcelona, Neymar era o grande destaque do país na competição. Na temporada 2018-2019, porém, ele terá concorrentes de respeito.

É inegável que Neymar não vive o melhor momento da carreira. Para completar, ele tem de dividir os holofotes no PSG com um astro emergente, Mbappé. Ao mesmo tempo, Philippe Coutinho começa a assumir seu lugar no Barça – e a Champions será uma chance de ouro para o ex-atleta do Liverpool se consolidar como astro de primeiro escalão do futebol europeu. Correndo por fora está o goleador Roberto Firmino, que tentará levar o Liverpool a mais uma final continental.

 

O mais bem pago? Nenhuma surpresa

Em 2017, Neymar foi contratado pelo PSG por nada menos de 222 milhões de euros, transformando o brasileiro no jogador de futebol mais caro de todos os tempos. Ao assinar o contrato com o clube francês, ele passou a receber o equivalente a R$ 12 milhões por mês. Com isso, o camisa 10 é o brasileiro mais bem pago entre todos os que participam desta edição da Champions League.

 

A quatro gols de superar Kaká

Neymar também pode bater um recorde importante nesta temporada. No momento, Kaká é o maior goleador brasileiro da história da Champions League, com 30 tentos anotados em suas passagens por Milan e Real Madrid. Neymar está empatado com o já aposentado Rivaldo na segunda colocação, com 27 gols.

É muitíssimo provável, portanto, que o craque do PSG se isole na liderança do ranking nesta edição. Ele precisa balançar as redes só mais quatro vezes para ser o novo recordista.

 

Escolhendo o lugar certo para apostar

O apostador brasileiro tem diversas opções para colocar à prova seus conhecimentos sobre o futebol europeu. Antes de fazer uma aposta nos jogos da Champions, porém, recomenda-se conhecer todas as opções disponíveis no mercado.

É indispensável escolher uma casa de apostas on-line que atenda às suas necessidades. Bodog, Bumbet, Bet365, Betway, Rivalo estão entre os sites seguros e confiáveis à disposição do apostador. O Ganhador avaliou as melhores casas de apostas esportivas do Brasil e indica para você quais são os pontos fortes de cada uma delas.

Melhores sites de apostas

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+4

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+3

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

Transmissão

ao Vivo

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+2 More

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$777

Bônus

+8 More

Saque em 1-2 - Dias

 

Como faturar com seus palpites

Quem gosta de investir na melhor liga do futebol mundial tem inúmeras alternativas para lucrar e se divertir com as apostas na competição. Além do tipo de aposta mais clássica, em que você simplesmente coloca suas fichas no vencedor de uma partida específica, é possível investir nas apostas de longo prazo – escolhendo o campeão ou o artilheiro, por exemplo.

 

Consulte os especialistas

Diversas casas de apostas da oferecem projeções detalhadas sobre jogos de diversas modalidades esportivas. Vale a pena aprender como utilizar os prognósticos dos especialistas para aprender a lucrar ainda mais com suas apostas na Champions.

 

Onde assistir às partidas do torneio

O Esporte Interativo seguirá exibindo os jogos da Champions League para o Brasil. Para acompanhar as transmissões do EI na internet, é preciso ser assinante do canal. As partidas são mostradas em streaming no site e através do aplicativo EI Plus. Uma novidade nesta temporada é a entrada do Facebook, que também adquiriu os direitos de transmissão e deverá mostrar as partidas ao vivo em sua plataforma, de forma gratuita.

 

Voltar