Ganhador.com

Apostas no Brasileirão: como fazer seu palpite na reta final da Série A de 2018

A Série A do Brasileirão 2018 está chegando à sua fase decisiva. Em uma edição atípica da competição, marcada por uma longa pausa durante a Copa do Mundo, a briga vai esquentar de vez nos próximos meses, quando todas as rodadas serão uma prova de fogo.

Melhores sites de apostas

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+4

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+3

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

Transmissão

ao Vivo

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+2 More

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$777

Bônus

+8 More

Saque em 1-2 - Dias

No topo da tabela, São Paulo, Internacional, Palmeiras e Flamengo lutam pela primeira posição, com Grêmio e Atlético-MG tentando encostar nos líderes. Trata-se de uma briga entre gigantes, reunindo quase todos os maiores campeões da história da competição.

Na outra ponta da tábua de classificação, a briga para permanecer na elite envolve pelo menos oito equipes. Isso sem contar os clubes que estão na parte intermediária da tabela e passam a correr risco caso sofram dois ou três tropeços consecutivos.

A reta final do Brasileirão é emocionante não só para quem está torcendo pelo sucesso de seu clube na corrida pelo título ou na luta para não cair. O campeonato nacional também oferece ótimas opções para os adeptos das apostas esportivas.

Há diversas alternativas para você lucrar e se divertir, desde as apostas em um jogo específico até os palpites de longo prazo. O Ganhador preparou um guia com todas as informações de que você precisa para apostar até o fim de temporada.

 

Equilíbrio nos pontos corridos

Com fortes emoções tanto na ponta como no pé da tabela, o Brasileirão completa quinze anos com o mesmo formato de disputa – e a cada temporada fica mais difícil ressuscitar os regulamentos mirabolantes do passado. Desde a estreia dos pontos corridos em turno e returno, em 2003, os clubes têm evoluído em sua preparação.

Hoje em dia, todo mundo entende que é preciso ter um elenco forte e com opções para dar conta da longa temporada. Também não é novidade que uma equipe precisa começar bem desde a rodada inicial. Caso contrário, o campeonato passa a ser uma corrida de recuperação, e a chance de título torna-se praticamente nula.

A ampliação das vagas concedidas aos brasileiros na Libertadores aumentou ainda mais a emoção do Brasileirão da Série A. Com pelo menos seis lugares garantidos na competição continental, a primeira metade da tabela passou a ter uma briga muito mais acirrada. E quem não entra na Libertadores tem grandes chances de ir à Sul-Americana, que também oferece seis vagas.

Na parte inferior da tabela, a luta para escapar da degola também mobiliza um grande número de equipes. O número de rebaixados – os quatro últimos de cada edição do campeonato – é maior do que em outras grandes ligas (como as da Espanha e Inglaterra, que rebaixam só três times). Resultado: a concorrência é duríssima e o drama se estende até a rodada final.

 

Maratona vai até dezembro

Outro fator que transforma o Brasileirão da Série A em um dos campeonatos mais difíceis do mundo é o calendário. A competição começou em 14 de abril e se estende até o dia 1o de dezembro de 2018. Depois das doze rodadas iniciais, o campeonato foi interrompido durante a disputa da Copa do Mundo, retornando depois de pouco mais de um mês.

No segundo semestre, o Brasileirão concentra não apenas a maior parte das 38 rodadas como também coincide com as etapas decisivas da Copa do Brasil, Copa Libertadores e Copa Sul-Americana. Isso significa que os clubes envolvidos em mais de uma competição encaram o desafio de disputar até três partidas decisivas ao longo de uma semana.

Isso pode acabar beneficiando São Paulo e Internacional, que se dedicam apenas ao Brasileirão, enquanto outros concorrentes ao título dividem seu foco entre a Série A e outras competições. Até as equipes da segunda metade da tabela terão de se desdobrar: Botafogo, Fluminense, Bahia e Atlético-PR estão na briga pela Sul-Americana.

 

O que está em jogo para os vinte participantes

A reta final Brasileirão da Série A tem os vinte clubes da elite do futebol nacional divididos em três blocos. São Paulo, Internacional, Palmeiras, Flamengo, Grêmio e Atlético-MG formam o pelotão de elite, disputando o título e a classificação direta para a fase de grupos da Libertadores.

Cruzeiro, Corinthians, Santos, Fluminense, Atlético-PR e América-MG formam o bloco intermediário, em que os melhores vão conseguir colar na briga pelas vagas nas fases preliminares da Libertadores. Por fim, Vitória, Bahia, Botafogo, Chapecoense, Ceará, Vasco, Sport e Paraná pensam apenas em escapar da degola.

 

Último campeão está muito distante do bi

Outra prova do grande equilíbrio entre as equipes na Série A do Brasileirão é o fato de o Corinthians, campeão no ano passado, estar sofrendo para se manter na primeira metade da tabela. Se em 2017 o Timão foi arrasador, terminando o campeonato com nove pontos de vantagem para o vice-campeão Palmeiras, em 2018 a equipe de Parque São Jorge não figura entre os candidatos ao título.

O último clube a repetir a conquista em anos consecutivos foi o Cruzeiro, bicampeão em 2013 e 2014. Antes disso, o São Paulo foi tri em 2006, 2007 e 2008, transformando-se no primeiro clube a atingir essa tripla façanha no Campeonato Brasileiro em sua fase atual (desde 1971). Outros campeões em anos consecutivos foram Palmeiras (1972-1973 e 1993-1994), Inter (1975-1976), Flamengo (1982-1983) e Corinthians (1998-1999).

 

Quais eram os favoritos antes da competição?

Os dois elencos mais ricos e poderosos do país iniciaram a Série A do Brasileirão 2018 como principais candidatos ao título. Nada mais previsível: por contarem com mais recursos, Palmeiras e Flamengo tinham, pelo menos em teoria, as melhores condições para brigar pela taça, ainda mais em uma competição tão longa e desgastante.

Nas casas de apostas esportivas, o Verdão era o principal favorito. Os odds para o caso de título da equipe paulista eram de R$ 4,00/R$ 1,00. O Mengão vinha em seguida, pagando R$ 6,00/R$ 1,00. Cruzeiro e Atlético-MG estavam empatados em terceiro lugar (R$ 7,00/R$ 1,00), à frente de Grêmio (R$ 8,00/R$ 1,00) e Corinthians (R$ 9,00/R$ 1,00).

Como de costume, uma grande incógnita na hora de escolher um favorito ao título era o impacto das negociações com o futebol do exterior. O Corinthians, por exemplo, perdeu o meia Rodriguinho, peça-chave na conquista do título em 2017.

Já o Flamengo se reforçou com Vitinho, enquanto o São Paulo trouxe Everton Felipe, Bruno Peres e Joao Rojas. O Inter contratou Guerrero, mas acabou esbarrando nos problemas do atacante com os tribunais e ainda não conseguiu utilizar o goleador peruano.

 

Depois da Copa, uma reviravolta

O Flamengo foi a melhor equipe do Brasileirão até a parada para o Mundial da Rússia. Na volta da competição, entretanto, o São Paulo saltou para a liderança. Logo no primeiro jogo depois da pausa para a Copa, o Tricolor bateu o Mengão em pleno Maracanã, colando no então líder. Triunfos sobre Corinthians, Cruzeiro e Vasco colocaram o São Paulo na ponta.

Outra novidade do pós-Copa foi a ascensão do Internacional. O clube gaúcho, que veio da Série B cheio de vontade de provar seu valor na elite, já fazia uma boa campanha, mas deu um salto de qualidade a partir de julho, entrando de vez na briga pelo título. Por fim, o Palmeiras se reencontrou depois do retorno do técnico Luiz Felipe Scolari ao clube e também se juntou ao pelotão de elite da competição.

A briga pela artilharia também esquentou, com Gabigol, do Santos, assumindo a ponta da tabela de goleadores. O veterano Ricardo Oliveira, do Atlético-MG, e o novato Pedro, do Fluminense, também apareciam como candidatos fortes à artilharia, enquanto nomes como Pablo (Atlético-PR), Willian (Palmeiras), Diego Souza e Nenê (São Paulo) corriam por fora.

 

As cotações dos principais candidatos

A ascensão do São Paulo depois da Copa fez a equipe disparar nas listas de candidatos ao título. Em busca de seu sétimo título brasileiro, o time do técnico Diego Aguirre não chega a encantar, mas apresenta um futebol pragmático e competitivo. O mesmo pode ser dito dos demais postulantes ao título: Inter e Palmeiras também não estão para brincadeira.

Com um terço da competição por disputar, o São Paulo figurava como principal favorito nas casas de apostas esportivas. A cotação do Tricolor paulista era de R$ 2,50/R$ 1,00. O Internacional vinha logo em seguida, com odds de R$ 3,00/R$ 1,00. O Palmeiras pagava R$ 4,33/R$ 1,00, enquanto o Flamengo havia despencado para R$ 11,00/R$ 1,00.

As cotações dos sites de apostas deixam claro que a briga pelo título está cada vez mais restrita a esses quatro times. Afinal, o quinto colocado na lista de favoritos, o Grêmio, está bem abaixo, pagando R$ 21,00/R$ 1,00, enquanto o sexto lugar, o Atlético-MG, devolve nada menos de R$ 34,00/R$ 1,00 se conseguir atropelar na reta final e faturar o caneco.

Vale lembrar que o São Paulo recebe o Palmeiras no Morumbi e visita o Internacional em Porto Alegre no segundo turno, além de jogar em casa contra o Flamengo. Esses confrontos diretos devem ser episódios decisivos na história do Brasileirão 2018. Outros confronto muito aguardado do segundo turno: Flamengo x Palmeiras no Rio.

Melhores sites de apostas

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+4

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+3

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

Transmissão

ao Vivo

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+2 More

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$777

Bônus

+8 More

Saque em 1-2 - Dias

 

Que tipos de apostas posso fazer?

Colocar suas fichas em quem será o campeão brasileiro de 2018 não é a única opção para quem deseja apostar na competição. Pelo contrário: a cada rodada, você encontra dezenas de alternativas para lucrar. Por isso, vale a pena consultar os sites das casas de apostas para descobrir os diferentes tipos de palpites disponíveis no Brasileirão.

O tipo de aposta mais popular é escolher o resultado final de uma partida: vitória do mandante, empate ou triunfo do visitante, simples assim. Você também pode investir no resultado exato de uma partida, opção que oferece lucros ainda maiores. Se você preferir, pode tentar cravar a margem de gols do time vencedor.

As melhores casas de apostas da internet oferecem ainda possibilidades de palpites ainda mais específicos e detalhados. Modalidades como hipótese dupla, handicap e empate anula a aposta também podem ser exploradas. Cada tipo de palpite atende a um tipo de apostador – cabe a você descobrir qual é a opção que mais o atrai.

 

Apostando com segurança no Brasileirão

O apostador brasileiro tem diversas opções para colocar à prova seus conhecimentos sobre o futebol nacional. Antes de fazer uma aposta nos jogos da Série A do Brasileirão, porém, recomenda-se conhecer todas as opções disponíveis no mercado. Afinal, você não vai querer colocar em risco seu investimento nem estragar sua diversão.

É indispensável escolher uma casa de apostas on-line que atenda às suas necessidades. Bodog, Bumbet, Bet365, Betway, Rivalo estão entre os sites seguros e confiáveis à disposição do apostador. O Ganhador avaliou as melhores casas de apostas esportivas do Brasil e indica para você quais são os pontos fortes de cada uma delas.

 

Um guia para você faturar e se divertir

A Série A do Brasileirão oferece tudo o que os fãs das apostas esportivas mais procuram: emoção, equilíbrio, grandes clássicos e ótimas chances para você lucrar. Cada rodada apresenta inúmeras alternativas de palpite. Cabe a você mostrar seu conhecimento e sua percepção na hora de fazer uma aposta certeira.

Sabendo que o Brasileirão atrai todos os tipos de apostador – desde os iniciantes, que estão começando a explorar esse universo, até os mais experientes, que já fazem palpites bem mais complexos –, o Ganhador preparou um guia com todas as informações necessárias para o seu divertimento.

A página reúne as melhores informações e dicas sobre o mundo das apostas em futebol, ajudando você a tirar dúvidas, entender os diferentes tipos de palpites e encontrar as melhores formas de faturar. Não perca tempo: falta pouco para o Brasileirão 2018 acabar, e você não vai querer desperdiçar a chance de vibrar com seus palpites certeiros.

 

Voltar