Ganhador.com

As porcentagens no mundo do poker

No início, os odds/porcentagens no poker podem parecer muito confusos. No entanto, se você quer levar o poker a sério, é totalmente necessário ter um conhecimento básico desta parte matemática do jogo. Nesta seção você vai aprender sobre os conceitos de pot odds e applied odds e ser introduzido a uma lista de ferramentas que vão deixar sua vida mais fácil.

Se você não é um gênio com números, não se assuste. O uso da estatística no poker exige apenas que você saiba contas básicas de somar e multiplicar — além de uma boa memória. Afinal de contas, a parte mais difícil não é como calcular seus odds, mas sim como aplicar essa informação em cada mão, situação e torneio.

Melhores Sites de Poker Online

Bônus

de

boas-vindas

+4

Bônus de - boas-vindas

Programa

de

Fidelidade

+4

Programa de - Fidelidade

Awar Points

para

torneios

+5

Awar Points para - torneios

Como contar outs no poker

Antes de entrar no tópico de odds no poker ao vivo e online, você precisa saber como contar o número de outs. Os outs são as cartas restantes no baralho que podem melhorar sua combinação e torná-la melhor do que a de seus oponentes. Não há diferença entre esta contagem no Hold’em, no Omaha ou no Stud.

Por exemplo: O jogador X tem J9, enquanto seu oponente tem A9. As quatro primeiras cartas comunitárias são 2268. Para o jogador X, a única carta que o faz ganhar a mão é o valete. Como ele já tem um valete na mão, restam três no baralho. Nesse caso diríamos que o jogador X tem três outs para ganhar.

Os outs não são exclusivos para situações onde você sabe o que o seu oponente tem. Na maioria das vezes, é necessário colocar o adversário em um range de mãos. Baseado nas possíveis mãos que ele tem, esses outs podem variar. Por exemplo, se já está na frente na mão, você pode ter 9 outs para acertar um flush, mas muito mais para ganhar a mão (já que todos os outs que não ajudam o seu oponente, te ajudam).

Utilizar os outs para descobrir suas chances de ganhar não é complicado. No exemplo acima, o jogador X tem 3 outs para ganhar a mão. Um baralho tem 52 cartas, mas é preciso descontar as duas cartas da mão do jogador X, as quatro cartas comunitárias e as 2 cartas do oponente. Ou seja, restam 44 cartas. Destas 44 cartas, 41 não ajudam o jogador X. Seus odds, então são três contra 41 — simplificando, cerca de 1 contra 12. Isso quer dizer que você vai perder essa mão doze vezes a cada uma que ganhar.

É importante saber calcular os outs e seus odds de ganhar mão. Afinal, é baseado nesses números que você vai tomar as decisões de dar call, raise ou foldar. Uma dica que facilita muito o cálculo é a Teoria do Dois e do Quatro. Essa teoria diz que você deve multiplicar o seu número de outs por dois quando falta apenas uma carta comunitária para ser exposta. Da mesma forma, o número de outs deve ser multiplicado por quatro quando faltam duas cartas comunitárias. O resultado desta multiplicação é sua porcentagem de ganhar a mão.

No caso explicado acima, por exemplo, você deve multiplicar os três outs por dois se a mão estiver no turn, e por quatro se estiver no flop. Ou seja, tem cerca de 6% de chances de ganhar no turn, e 12% no flop.

 

Pot Odds e sua aplicação

A definição de pot odds é simples. Pot odds é a relação entre o pote que você está jogando e a aposta que você precisa pagar. Por exemplo: se um pote tem 400 dólares e seu oponente aposta 100 dólares, você tem que pagar um quinto do pote (400 + 100) para ter uma chance de ganhá-lo.

Um call de 100 dólares para ganhar 500 dólares representa pot odds de 5 para 1. Se tiver que pagar 100 para ganhar mil dólares, aí seus odds são de 10 para 1. Assim como se precisar pagar 600 dólares para ganhar 1800 dólares, os pot odds são de 3 para 1. É importante lembrar que o tamanho do pote conta com o que já está no pote mais o valor das apostas da rodada em questão (seja, pré-flop, flop, turn ou river).

Depois de descobrir quais são suas pot odds, o que se deve fazer é comparar suas odds com suas chances de ganhar a mão. Ou seja, é preciso levar em consideração tanto os pot odds quanto os outs que resultam em você ganhando aquele pote.

A matemática nesses casos não precisa ser 100% perfeita e precisa. Afinal, é impossível saber exatamente o que o seu oponente tem, então todos os cálculos de outs são especulações.

Para ser lucrativo utilizando pot odds, é preciso analisar com calma. Mas como fazer isso quando se está pressionado e não se tem todo o tempo do mundo? É aí que entra o foco. Durante toda a duração de uma mão você deve ficar prestando atenção em seus adversários. A cada jogada que eles fazem, você deve coletar informações que vão lhe ajudar a tomar suas próprias decisões.

Ou seja, no momento em que um jogador opta por dar um raise no UTG+1, é necessário pensar. Com que tipo de mãos ele daria um raise? Mãos premium? Mãos fortes? Suited connectors? Colocar um jogador num range e ir filtrando esse range ao decorrer da mão é essencial. Afinal, quando chegar na situação crítica da mão, onde é preciso tomar uma decisão importante, você já terá as informações necessárias.

Muitos jogadores deixam para pensar sobre as possíveis mãos de seus adversários apenas na hora H. Esta é a mentalidade errada; quanto mais você analisa durante as ações dos outros, melhor.

Obviamente, porém, não é possível calcular os pot odds até os oponentes anunciarem o valor de suas apostas. Ao longo de sua carreira jogando poker, você irá se acostumar aos poucos a fazer essas contas mais rapidamente. Até lá, porém, não se sinta mal por tomar mais tempo para analisar a mão e tomar suas decisões. Na maioria das vezes seus adversários vão entender.

Para finalizar, lembre-se de que é importante comparar seus pot odds com sua porcentagem de chance de ganhar o pote. Ou seja, se você tem 25% de chance de ganhar uma mão, mas seus pot odds são de 1 para 2, a melhor opção é foldar. Isso porque você só vai ganhar, em média, uma vez a cada quatro mãos. O call só deve acontecer quando o jogador lucra a longo prazo.

Exemplo: se preciso pagar 100 dólares para ganhar 200 dólares, tenho que ganhar a mão mais de 50% das vezes para ser lucrativo. Se eu só ganho uma a cada três vezes, estaria pagando em média 300 dólares para ganhar 200.

 

Entendendo os implied odds

No poker, é possível ganhar uma boa grana ao tirar vantagem dos erros dos seus adversários. Primeiro, porém, você deve decidir se vale a pena o risco e investimento. É aí que entra o conceito de implied odds. Implied odds é o potencial lucro de ganhar a mão em relação com o valor do call.

Por exemplo: o jogador X está enfrentando um raise de 200 fichas. O agressor que fez o raise tem 5000 fichas, que podem possivelmente serem vencidas pelo jogador X. Ou seja, o jogador X estaria pagando 200 fichas para potencialmente ganhar 5 mil — o que lhe dá implied odds de 5000 para 200, ou 25 para 1.

É preciso ter muito cuidado, porém, porque implied odds são úteis apenas em algumas situações específicas no poker.

Para decidir se vale a pena usar os implied odds para tomar uma decisão, leve em consideração seu oponente. Se estiver jogando contra uma calling station (um jogador que quase sempre paga, mas raramente faz um raise), os implied odds ajudam. Da mesma forma, implied odds são interessantes quando jogar contra um oponente extremamente loose aggressive — um jogador que vai jogar com qualquer mão e fazer raises malucos. Caso seu oponente seja um jogador cauteloso que folda muito, é melhor não contar com os implied odds.

Outro aspecto tem a ver com a obviedade de sua mão. Se está na cara que você tem um jogo forte, vai ser difícil tirar todas as fichas do adversário. Portanto, opte por utilizar os implied odds quando tiver um par baixo que pode trincar ou suited connectors com o potencial de fazer sequência e flush.

Um cenário que explica bem essa situação é o seguinte. Os blinds são 5/10 e você faz um raise para 40 com um par de 5. O seu oponente (que é cauteloso) aplica uma 3-bet para 250 fichas. Você decide pagar os 210 restantes porque seu oponente tem 3500 fichas restantes — lhe dando implied odds de 3500 para 210.

Mas será que isso está certo? Afinal, se o seu oponente tem Ás e Rei, ou um par médio (mãos que poderiam aplicar uma 3-bet), ele está jogando para acertar o flop. Caso as cartas comunitárias não ajudem seu oponente, ele tem boas chances de foldar. Neste caso, você está pagando 210 para ganhar cerca de 300, não 3500. Isso torna o seu call incorreto, já que as chances de acertar uma trinca no flop são de apenas 7 para 1.

Se você sabe que o seu oponente tem um grande jogo, como um AA e um KK, a situação é diferente. Afinal, caso você acerte a trinca, provavelmente vai levar todas as fichas do adversário.

Resumindo: é preciso levar em conta quem seu adversário é e como ele joga antes de tomar decisões baseadas nos implied odds. Na maior parte das vezes, priorize os pot odds —são o suficiente para justificar calls ou folds.

 

Ferramentas para calcular odds

Existem dezenas de ferramentas e softwares disponíveis para jogadores que querem calcular odds. Obviamente não é possível utilizá-las enquanto estiver jogando ao vivo num cassino. Porém, diversas plataformas e sites de poker online deixam seus jogadores contarem com a ajuda destas ferramentas. Eu diria mais: hoje em dia, no poker online, é praticamente impossível ser um grande jogador sem utilizar ao menos um software.

Hold’em Manager:

O software mais conhecido do poker. O Hold’em Manager (HM) é completo, e não serve apenas para calcular odds. Por meio do HM os jogadores podem descobrir a porcentagem de continuation-bets dos oponentes, a frequência com a qual eles roubam os blinds e até o número de vezes que eles pagam all-ins. O lado negativo, porém, é que o HM é uma ferramenta paga.

Poker Tracker:

Junto com o Hold’em Manager, o Poker Tracker faz parte do oligopólio dos softwares de ajuda no poker. Além de calcular odds, a ferramenta mantém estatísticas e analisa as jogadas dos seus oponentes, criando padrões e classificando seus adversários. Assim como o Hold’em Manager, o Poker Tracker é pago.

Odds Calculators:

Essas não são tão completas e complexas, mas são gratuitas e fáceis de achar. Existem dezenas de calculadoras de odds que você nem precisa baixar. Basta inserir os dados da mão e você pode encontrar os resultados. A parte ruim é que fica muito mais complicado de utilizar em tempo real.

No geral, os odds são uma parte crítica no estudo do poker e no desenvolvimento de jogadores. A parte matemática do jogo é a única “exata” do poker; ou seja, se dominar as estatísticas você terá uma vantagem clara sobre o resto do field.

 

Voltar