Futebol

Onde Será a Próxima Copa do Mundo? Veja Sedes de 2026, 2030 e 2034 e Favoritos

FIFA.com

Com o início das Eliminatórias da Copa do Mundo de 2026, a torcida do Brasil volta a sonhar com a conquista do hexa, ao mesmo tempo em que fica de olho em outras fortes candidatas ao título, como França, Inglaterra e Argentina. Mas afinal, onde acontecerá a próxima Copa? As sedes já estão definidas: Estados Unidos, México e Canadá receberão o Mundial em 2026 – marcando a primeira vez na história que três países dividem a honra de sediar o torneio. A próxima Copa, que já tem favoritos nas melhores casas de apostas do Brasil, também será a primeira com 48 participantes. A novidade em 2023 foi a definição das próximas nações que sediarão o torneio. Onde serão os próximos Mundiais? Veja a seguir o que já se sabe sobre a Copa do Mundo no futuro e quem larga na frente para conquistá-la. 

#1
betboom

Saque em:

1-2 dias

Pagamentos:
visa mastercard +1

Bônus:

100% até R$2580

Aposta grátis: R$75
#2
BetGlobal

Saque em:

1-2 dias

Pagamentos:
mastercard astropay +2

Bônus:

100% até R$800

#3
iBet

Saque em:

1-2 dias

Pagamentos:
paypal visa +2

Bônus:

100% até R$500

Onde será a Copa do Mundo de 2026?

Os países que servirão como os anfitriões do primeiro Mundial com 48 seleções são Estados Unidos, Canadá e México. Graças ao aumento do número de participantes, com 16 países a mais, foi até natural que se escolhesse uma candidatura múltipla. Essa tendência, aliás, deve se reforçar nas próximas edições. Países pequenos – com o Catar, palco em 2022, e sedes do passado, como Chile (1962), Suécia (1958), Suíça (1954) e Uruguai (1930) – dificilmente vão concorrer a sedes solitárias do evento. A Copa do Mundo já ficou grande demais para elas.

As datas exatas da Copa de 2026 ainda não estão definidas, mas já se sabe que o torneio vai voltar à sua época de costume, entre junho e julho, depois da inédita Copa no fim do ano no Catar. Como já dissemos acima, as Eliminatórias da Copa já começaram, mesmo com muitas coisas indefinidas na organização (o local da final, por exemplo); 16 estádios serão utilizados e nenhuma das cidades escolhidas terá mais de uma arena. A maioria do torneio acontecerá em solo americano. Essas são as cidades escolhidas, por ordem de capacidade das arenas:

  • Cidade do México (México), Estádio Azteca
  • Nova York (EUA), MetLife Stadium
  • Dallas (EUA), AT&T Stadium
  • Kansas City (EUA), Arrowhead Stadium
  • Houston (EUA), NRG Stadium
  • Atlanta (EUA), Mercedes-Benz Stadium
  • Los Angeles (EUA), SoFi Stadium
  • Filadélfia (EUA), Lincoln Financial Field
  • Seattle (EUA), Lumen Field
  • San Francisco (EUA), Levi’s Stadium
  • Boston (EUA), Gilette Stadium
  • Miami (EUA), Hard Rock Stadium
  • Vancouver (Canadá), BC Place
  • Monterrey (México), Estádio BBVA
  • Guadalajara (México), Estádio Akron
  • Toronto (Canadá), BMO Field

Os países da América do Norte cogitaram candidaturas individuais, mas acabaram se unindo em 2017. A escolha aconteceu no Congresso da Fifa de junho de 2018, em Moscou. O único outro concorrente, Marrocos, teve menos da metade dos votos. Será a terceira vez que uma Copa do Mundo acontece no México, a segunda nos EUA e a primeira no Canadá. No Catar-2022, as seleções das três próximas sedes fizeram campanhas discretas – México e o Canadá caíram logo na fase de grupos e os Estados Unidos perderam para a Holanda já nas oitavas.

Favoritos à Copa do Mundo de 2026

Depois da conquista argentina no Catar, os sites de apostas deram a largada aos palpites nos candidatos ao título no próximo Mundial. Ou seja: já é possível apostar desde já em qual vai ser o próximo campeão do mundo. Vale lembrar que a grande maioria das Copas realizadas na Europa e nas Américas tiveram vencedores do mesmo continente, boa notícia tanto para  o Brasil como para a Argentina. Confira as cotações do Parimatch, atualizadas no começo da disputa das Eliminatórias da América do Sul, que deram a largada à disputa pelas vagas:

1) França: R$ 6,50 para 1 se for campeã

O motivo do favoritismo antecipado dos franceses em 2026 tem nome e sobrenome: Kylian Mbappé. Se mesmo com um time muito desfalcado o jovem craque do PSG quase levou sua seleção ao tri no Catar, a expectativa é de que na Copa dos EUA, México e Canadá ele esteja no auge de sua forma e tenha a companhia de uma geração amadurecida, com Tchouaméni,  Camavinga e outros atingindo um nível ainda maior. A experiência vivida no Catar ajudará a França, finalista nos dois últimos Mundiais, a chegar com tudo na próxima Copa.

2) Brasil: R$ 7,00 para 1 se for campeão

Como já é de costume, a seleção brasileira segue entre as eternas candidatas ao título. Mas a boa cotação do Brasil contrasta com as dúvidas em torno da equipe, que ainda espera por um esclarecimento sobre a chegada ou não de Carlo Ancelotti. Além disso, muita gente não acredita que Neymar – que sofreu grave contusão nas Eliminatórias – chegue ao Mundial na condição de atleta de ponta, capaz de desequilibrar. Ou seja: o Brasil está entre os favoritos só mesmo alguns jovens talentos (Vini Jr., Rodrygo, Vitor Roque) e pelo peso de sua camisa.

3) Inglaterra: R$ 7,50 para 1 se for campeã

Esta é uma candidata que cresceu nos odds nos últimos meses. Com uma nova geração bem promissora, que contará com os ensinamentos do Catar para chegar forte em 2026, o time do técnico Gareth Southgate ganhou um superastro nos últimos meses: Jude Bellingham, o novo craque do Real Madrid e camisa 10 do English Team, tem chances reais de ser o astro do próximo Mundial. Isso sem contar que Harry Kane tem idade para chegar bem a 2026. O segundo título mundial da história da seleção inglesa é uma possibilidade bastante sólida.

4) Argentina: R$ 9,00 para 1 se for campeã

Se o favoritismo da França se deve a Mbappé, a cotação relativamente desfavorável da nova tricampeã mundial não tem segredo algum. Como Lionel Messi já estará com 39 anos e não se sabe se conseguirá participar, é claro que as chances argentinas despencam – ainda mais com a ausência de um sucessor direto para comandar a equipe em campo. A Argentina tem uma ótima base e vive uma lua de mel com sua fanática torcida, mas é difícil saber quais são as chances reais da equipe se Messi não estiver mais vestindo a camisa 10 em 2026.

#1
Parimatch

Saque em

1-2 dias

Pagamentos:
visa mastercard +2

Bônus:

100% até R$1500

Código de bônus: TOP1500

Quem mais briga pelo título na Copa de 2026?

A seguir você confere as seleções que correm por fora nesta largada dos mercados de longo prazo no próximo campeão mundial. Os odds abaixo são do Bet365:

  • Espanha: R$ 10,00 para 1 se for campeã
  • Alemanha: R$ 11,00 
  • Portugal: R$ 14,00 
  • Holanda: R$ 17,00 
  • Itália: R$ 21,00 para 1
  • Bélgica: R$ 34,00 
  • Estados Unidos: R$ 34,00
  • Uruguai: R$ 41,00 
#1
bet365

Saque em

1-2 dias

Pagamentos:
visa mastercard +2

Bônus:

100% até R$500

*Registre-se, deposite R$30 ou mais na sua conta e você se qualificará a 50% deste valor em Créditos de Aposta (até R$500*) quando fizer apostas qualificativas no valor de 12 vezes o seu depósito qualificativo e estas forem resolvidas. Apostas devem conter pelo menos uma seleção com Odds de 1.20 (1/5) ou superiores. Apenas para novos clientes. Jogo responsável: 18+ idade mínima. Os lucros podem estar sujeitos a uma taxa. Visite help.bet365.com para perguntas ou mais informações sobre essa oferta. São aplicados T&Cs.

Onde será a Copa do Mundo de 2030?

Depois de EUA, Canadá e México, o Mundial voltará a ter múltiplos países-sede. O anúncio realizado em outubro de 2023 confirmou que a edição centenária do torneio será dividida entre Europa, América do Sul e África, algo inédito. Favoritos a vencer a eleição na Fifa nos meses que antecederam a decisão, Espanha e Portugal receberão o maior número de jogos (incluindo a finalíssima, que tende a ficar entre Madri e Barcelona). Ainda não se sabe qual será o papel do Marrocos. O representante africano já tinha participado de várias eleições.

Por fim, há Uruguai, Argentina e Paraguai, que receberão apenas os jogos de estreia de suas seleções, uma espécie de prêmio de consolação para acomodar os sul-americanos, fazer um tributo aos 100 anos da primeira Copa, realizada no Uruguai, e pavimentar o caminho para a escolha da sede de 2034 (leia abaixo). O Chile, que era candidato junto a Uruguai, Argentina e Paraguai, ficou de fora para 2030. A candidatura conjunta de Egito, Grécia e Arábia Saudita foi retirada. Ainda não se sabem quais arenas serão usadas no Mundial centenário de 2030.

Onde será a Copa do Mundo de 2034?

A definição sobre a Copa de 2030 acabou antecipando os planos para 2034. Explica-se: com a Arábia Saudita despejando caminhões de dinheiro no futebol internacional, ficou claro que o próximo passo do país seria entrar com tudo na briga para sediar uma Copa. O “acordão” que beneficiou Espanha, Uruguai, Marrocos, Uruguai, Argentina e Paraguai em 2030 deixou claro qual seria o destino da Copa seguinte: em 2034, a Copa será na Arábia. Como em 2030 as sedes são sul-americanas, europeias e africanas, o rodízio de continentes definiu tudo.

Em teoria, o processo não está concluído e está aberto a candidaturas de países da Ásia e da Oceania. Mas o rolo-compressor saudita não deixa dúvidas de que ninguém conseguirá fazer um desafio bem-sucedido aos bilhões do petróleo. A Austrália chegou a esboçar um projeto conjunto com a Indonésia, mas em questão de dias o país asiático já anunciava seu apoio ao plano saudita. A decisão oficial deverá sair nos próximos meses, permitindo que a Arábia se prepare por mais tempo do que de costume (serão mais de dez anos até sua primeira Copa).

Todas as sedes das Copas do Mundo

A América do Sul recebeu a primeira edição, mas a Europa foi o principal palco do torneio até o momento, com onze edições. Nas últimas décadas, a Fifa tem expandido o mapa da Copa, levando o evento a novos continentes (África do Sul-2010 e Catar-2022) e abrindo o caminho para mais candidaturas múltiplas – até hoje, a única Copa em mais de um país ao mesmo tempo foi a de 2002, na Coreia do Sul e Japão. A lista completa dos países-sede:

  • 1930, Uruguai
  • 1934, Itália
  • 1938, França
  • 1950, Brasil
  • 1954, Suíça
  • 1958, Suécia
  • 1962, Chile
  • 1966, Inglaterra
  • 1970, México
  • 1974, Alemanha Ocidental
  • 1978, Argentina
  • 1982, Espanha
  • 1986, México
  • 1990, Itália
  • 1994, Estados Unidos
  • 1998, França
  • 2002, Coreia do Sul & Japão
  • 2006, Alemanha
  • 2010, África do Sul
  • 2014, Brasil
  • 2018, Rússia
  • 2022, Catar
  • 2026, Canadá, Estados Unidos & México
  • 2030, Espanha, Portugal, Marrocos, Uruguai, Argentina e Paraguai
  • 2034, Arábia Saudita (a confirmar)

Tutoriais para apostar em futebol:
Apostas passo a passo | Dicas para os iniciantes | O que são odds?Como achar seu jogo no site de apostas? | Glossário do apostador | Apostas de longo prazo

FAQ – Perguntas frequentes sobre Copa do Mundo

Onde será a próxima Copa do Mundo?

Depois do Mundial do Catar em 2022, vencido pela Argentina, será a vez de Estados Unidos, México e Canadá, que organizarão juntos a Copa do Mundo de 2026. As edições seguintes serão na Espanha, Portugal, Marrocos, Uruguai, Argentina e Paraguai (em 2030) e na Arábia Saudita (em 2034, faltando uma confirmação oficial).

Quem é favorito ao título na próxima Copa do Mundo?

Os mercados de apostas esportivas abriram os palpites no campeão do Mundial de 2026 com a França como favorita. Em seguida vêm, pela ordem, o Brasil e a Inglaterra. Argentina – que não sabe se contará com Lionel Messi – e Espanha aparecem na sequência nos odds.

Como será a divisão de sedes nos próximos Mundiais?

No Mundial de 2026, México e Canadá receberão uma parte menor dos jogos, com os EUA como palco principal do evento. Já na Copa de 2030, Uruguai, Argentina e Paraguai recebem as estreias de suas seleções e o resto das partidas acontece entre as cidades da Espanha, de Portugal e do Marrocos. Ainda não se sabe quais serão os estádios desse Mundial.