UFC

Por Que Amanda Nunes Tem Um Favoritismo Tão Grande No UFC 269?

Amanda Nunes é campeã dupla do UFC
Foto: Divulgação/UFC

Considerada por grande parte da mídia e torcedores a maior lutadora de MMA de todos os tempos, Amanda Nunes tem mais um teste para manter esse status e seu reinado no Ultimate. No dia 11 de dezembro, a brasileira encara Julianna Peña, no UFC 269, que será realizado em Las Vegas (EUA), em mais uma defesa de título do peso-galo (até 61 kg). Exatamente a um mês do embate, a ‘Leoa’ aparece com um favoritismo grandioso, segundo o Bodog.

Tutoriais para apostar em esportes:
Apostas passo a passo | Dicas para os iniciantesO que são odds? |  Como achar seu jogo no site de apostas? | Glossário do apostadorApostas de longo prazo

Para comprovar o cenário favorável para Amanda nas casas de apostas, vão analisar os odds do combate. A baiana está com uma cotação de R$ 1,12, com um saldo de 12% se mantiver seu título. Pelo outro lado, Julianna Peña aparece com R$ 6,00, com um faturamento de 500% se chocar o mundo e desbancar a campeã. 

Para começar, Amanda Nunes não sabe o que é uma derrota desde março de 2015, coleciona 12 vitórias seguidas no octógono e acumula dois cinturões de forma simultânea. A baiana também é dona de um cartel profissional com 21 triunfos e quatro derrotas. Sua última apresentação no UFC aconteceu em março, quando finalizou Megan Anderson no primeiro round, em manutenção do título do peso-pena (até 66 kg).

Nestes 12 triunfos seguidos, Amanda enfrentou todos os tipos de adversárias, inclusive ex-campeãs da organização e não tomou conhecimento de nenhuma delas, o que corrobora o status que lhe colocaram de maior lutadora da história das artes marciais mistas. Seus triunfos de mais destaque foram sobre nomes como de Ronda Rousey, Cris Cyborg, Holly Holm Miesha Tate e Valentina Shevchenko, esta em duas ocasiões. 

Além das vitórias, as performances de Amanda confirmam o tamanho do seu favoritismo. Da sua sequência de 12 resultados positivos, a brasileira alcançou cinco por nocaute e três por finalização, além de quatro por pontos. Em poucos momentos a lutadora foi ameaçada e ficou perto de um revés dentro do octógono. Por isso, é de se esperar que o roteiro siga o mesmo e a baiana siga como campeã dos galos do UFC. 

Odds para o UFC 269

Odds em 11 de novembro, segundo o Bodog

  • (R$ 2,35) Charles Do Bronx x Dustin Poirier (R$ 1,60)
  • (R$1,12) Amanda Nunes x Julianna Peña (R$ 6,00)
Como apostar na futebol 2021