UFC

Treinador sinaliza qual deve ser o próximo rival de Conor McGregor no UFC

Conor McGregor é ex-campeão dos leves do UFC
Foto: Divulgação / UFC

O retorno de Conor McGregor ao octógono do UFC é sempre um dos eventos mais aguardados do ano para o fã de lutas. Depois de atropelar Donald Cerrone no UFC 246 com um nocaute em apenas 40 segundos, o irlandês parece já ter data para seu retorno ao octógono mais famoso do mundo. Segundo seu treinador de boxe, Owen Roddy, em entrevista à ESPN, Conor pode enfrentar qualquer rival, mas provavelmente vai encarar Justin Gaethje no UFC 252, dia 11 de julho, em Las Vegas (EUA), durante a Semana Internacional da Luta. O duelo seria um prato cheio para os fãs de lutas que gostam de um confronto explosivo e com grandes chances de ser encerrado via nocaute.

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+4

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

100%

ATE

$1,000

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

Transmissão

ao Vivo

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$150

Bônus

+3

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

100%

ATE

$600

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

100%

ATE

$1,000

Saque em 1-2 - Dias

Saiba como apostar no UFC

Recentemente, Conor deu uma entrevista ao “Bleacher Reporter” onde sugeriu que seu próximo adversário já foi escolhido, e que o nome vai agradar fãs ao redor do mundo: “Logo estarei no octógono, e vou lutar boxe também. Os fãs vão adorar. Contra Khabib, eu não estava 100%, aprendi com isso. Quando coloco algo na cabeça, eu corro atrás. Esse é o poder dos campeões. Não vou repetir os mesmos erros”, explicou o ex-campeão dos leves, que já expôs o desejo de lutar o máximo que puder em 2020.

Um combate contra Gaethje tem tudo para ser histórico. Além de ter credenciais de altíssimo nível no wrestling, as quais ele ignora ao entrar no cage, Justin é um dos atletas mais empolgantes do plantel atual do Ultimate devido ao estilo “kamikaze” de sair na porrada. O americano acumula seis lutas no UFC, vencendo quatro e perdendo duas. Todos os embates acabaram por nocaute. Esse mesmo estilo destemido de trocar golpes em busca do nocaute sem medo de acabar nocauteado pode ser uma armadilha. McGregor é um dos atletas mais precisos do UFC, não desperdiça golpes, toca pesado, derruba fácil. Ele tem as armas certas pra abalar Gaethje, caso o americano vacile. Por outro lado, depois de seis lutas no cage e nenhuma tentativa sequer de derrubada, será que ele surpreende e resolve usar seu wrestling exatamente contra o cara que vai sofrer com essa arma, vide Conor x Khabib?

A expectativa é que o confronto aconteça no UFC 252. Quando Conor luta, ele fatalmente é a atração principal do show. Isso significa que o evento de julho não teria nenhuma disputa de cinturão em jogo, o que é bem difícil, mas não impossível. Rumores indicam a realização de Kamaru Usam Vs Jorge Masvidal pelo título dos meio-médios, e também, segundo os próprios envolvidos, Israel Adesanya x Paulo Borrachinha pelo cinturão dos médios, também pode acontecer. Neste caso, é difícil de visualizar McGregor x Gaethje na luta principal.

De qualquer forma, a declaração do técnico de McGregor é mais do que um belo sinal de que Conor está interessado no duelo com Gaethje. Afinal, Khabib Nurmagomedov e Tony Ferguson se encaram pelo título dos leves em algum momento no futuro, Jorge Masvidal e Kamaru Usman devem se encaram também em breve, e entre as opções que sobram, Justin Gaethje é, sem dúvida, o duelo mais empolgante à disposição atualmente.

Enquanto a pandemia do novo coronavírus segue atormentando o mundo e interrompendo a agenda do Ultimate por tempo indeterminado, só nos resta sonhar e torcer para que o duelo seja confirmado no futuro.

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.