Ganhador.com

UFC

Por que Paulo Borrachinha pode quebrar a banca contra Israel Adesanya no UFC 253

Paulo Borrachinha é lutador peso-médio do UFC
Foto: Divulgação / UFC

Falta pouco. No próximo dia 26 de setembro, em Abu Dhabi, na “Ilha da Luta”, Paulo Borrachinha e Israel Adesanya entram no octógono mais famoso do mundo na disputa de cinturão dos médios que se confirma a cada dia que passa como o combate mais aguardado do ano. A rivalidade entre o brasileiro e o nigeriano é tamanha que o confronto tem sido muito aguardado pelos fãs. Mas segundo o Bodog, Borrachinha chega como azarão, o que pode render um lucro bom aos investidores. E se engana quem pensa que as chances do mineiro são pequenas.

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+4

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

100%

ATE

$1,000

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

Transmissão

ao Vivo

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$150

Bônus

+3

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

100%

ATE

$600

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

100%

ATE

$1,000

Saque em 1-2 - Dias

Saiba como apostar no UFC 

Segundo os odds lançados, Israel Adesanya, atual campeão da categoria até 83,9kg, é o favorito pra vencer a disputa de cinturão e manter o o título com a cotação de R$ 1,62, o que significa um rendimento de 62% se ele vencer, enquanto por outro lado, o triunfo de Borrachinha rende um lucro de 130%. Você recebe R$ 2,30 a cada R$ 1 apostado na vitória do brasileiro.

Pra começar, esta é apenas a segunda vez na história que dois lutadores invictos disputam o cinturão do UFC. A primeira aconteceu em 2009, quando Lyoto Machida enfrentou (e venceu) Rashad Evans no UFC 98. Isso já é o suficiente pra empolgar muitos fãs.

Adesanya é dono de uma das trajetórias mais meteóricas já vistas na história do UFC. Ele foi da estreia no octógono ao título dos médios diante de mais de 50 mil pessoas num estádio na Austrália em apenas 20 meses. Foram sete vitórias no período até a conquista do cinturão absoluto contra Robert Whittaker. O nigeriano é, de fato, um lutador fenomenal.

Borrachinha é um talento da nova geração que impressiona a cada luta. Seu poder de nocaute é avassalador, e em sua última apresentação, o brasileiro provou que é muito mais do que apenas um top da divisão. Ele provou na vitória contra Yoel Romero que é um potencial campeão da categoria.

Sim, Adesanya é maior, mais cumprido, e é um contragolpeador nato, o que é péssimo para lutadores agressivos como Borrachinha. Ele não vai poder ir “com muita sede ao pote”. E ele sabe disso.

O brasileiro de 29 anos, além de um poder de nocaute assustador para um peso médio, é um atleta inteligente. A equipe de Borrachinha sabe que não pode ir pra cima com tudo e já declarou que o brasileiro vai adotar uma espécie de agressividade controlada, usando os 25 minutos previstos de luta para atacar Adesanya de forma inteligente.

Outra arma poderosa que o brasileiro pode (e deve) usar é seu jogo de jiu-jitsu. Borrachinha é faixa-preta de jiu-jitsu, mas nunca precisou usar em sua trajetória no UFC. Ele pode usar isso contra Adesanya, que é um lutador que apesar de invicto no MMA profissional, já passou sufoco ao perder quando fora colocado pra baixo em sua carreira amadora no MMA.

Pra completar, vale lembrar que Adesanya e Borrachinha enfrentaram o mesmo rival em suas últimas aparições no octógono: Yoel Romero. Enquanto o brasileiro fez uma batalha épica de três rounds emocionante, Adesanya conseguiu diante do mesmo rival fazer uma das disputas de cinturão mais sonolentas dos últimas tempos.

Adesanya é favorito por ser o campeão e ter triunfos contra nomes mais relevantes como Anderson Silva, Kelvin Gastelum e Robert Whittaker, mas Borrachinha passa longe de ser um azarão inofensivo. O brasileiro é talentoso, segue evoluindo e conseguiu mexer com Adesanya usando provocações, o que pode influenciar na luta. Então, se você confia no triunfo do brasileiro, é uma bela oportunidade de lucrar nas casas de apostas. Borrachinha pode, sim, quebrar a banca contra Adesanya no UFC 253.

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar