UFC

Por que Donald Cerrone pode quebrar a banca contra Conor McGregor no UFC 246

Donald Cerrone é lutador do UFC
Foto: Divulgação / UFC

Você percebe o poder midiático de um lutador como Conor McGregor quando a poucos dias de seu retorno ao octógono mais famoso do mundo muito pouca gente ainda bota fé em Donald Cerrone. Vou repetir o nome do rival do irlandês caso não tenha ficado claro: Donald Cerrone! A luta principal do UFC 246, que acontece em Las Vegas (EUA), neste sábado, tem tudo pra ser eletrizante, mas diante da euforia que cerca o retorno de McGregor, tem muita gente esquecendo o quanto Cerrone pode surpreender dentro do octógono.

Melhores sites de apostas

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+4

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

Transmissão

ao Vivo

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+2 More

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

100%

ATE

$1,000

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$777

Bônus

+8 More

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$150

Bônus

+3

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

100%

ATE

$600

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

100%

ATE

$1000

Saque em 1-2 - Dias

Saiba como apostar em McGregor Vs Cerrone no UFC 246

Segundo o Bodog, McGregor é o grande favorito para o UFC. 246. O ex-campeão dos leves e dos penas oferece odds com lucros de até 30% aos investidores, enquanto o Cowboy Cerrone pode alcançar um rendimento de 250%.

O favoritismo de Conor é justo, e eu estou de acordo com isso. Mas não faz sentido achar que Cerrone não tem qualquer chance ou achar que será uma luta fácil para o irlandês. Com 50 lutas no cartel, Donald é um dos lutadores mais empolgantes do plantel do Ultimate e acumula quatro recordes atualmente no UFC. Ele tem o recorde de maior número de lutas vencidas por nocaute ou finalização (16), maior número de knockdowns (20), maior número de bônus por performance (18) e maior número de vitórias (23). Um cara com um currículo desse merece mais crédito mesmo diante de um astro como McGregor.

Que fique claro: eu concordo com o favoritismo dado a Conor e já expliquei aqui os motivos. Conor tem mais precisão nos golpes e poder de nocaute, mas Cerrone é um grande lutador e merece mais moral. Vale lembrar que essa luta acontece na categoria dos meio-médios, e isso significa que aquele Conor McGregor “matador” que conhecemos, que anda pra frente e vai logo em busca do nocaute rápido, não deve aparecer. Ele aprendeu na primeira luta com Nate Diaz que precisa ser mais cauteloso nesse peso, caso contrário vai cansar rápido e pode acabar derrotado. Em duas lutas até 77kg – ambas contra Nate – Conor perdeu uma por finalização e venceu outra na decisão dos juízes. Donald tem seis vitórias em dez lutas nessa categoria. É mais experiente que o irlandês nesse peso.

Cerrone tem outros dois pontos a seu favor. O primeiro é o ritmo de luta. Enquanto Conor não luta desde outubro de 2018, quando foi finalizado por Khabib Nurmagomedov, o que ultrapassa o período de 15 meses de ausência dentro do cage, Donald Cerrone fez cinco lutas nesse mesmo tempo. Outra arma que Cerrone pode usar contra Conor é o jiu-jitsu. O americano, embora seja conhecido pela preferência a luta de pé, tem um chão afiado. Prova disso é que ao longo da carreira no MMA, ele acumula 17 vitórias por finalização contra 10 por nocaute.

Conor é um grande lutador, e se estiver com a cabeça no lugar e bem preparado fisicamente, tem mais chances de vencer. Mas se engana quem pensa que Cowboy é osso fácil de roer.

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar