Ganhador.com

Futebol

O quê os jogos retrô ensinam ao bom apostador?

Renato Gaucho de Barriga Fluminense
Fluminense FC - Instagram Oficial

Já virou quase uma obrigação nesses tempos de pandemia do coronavírus: como o esporte atual ainda está estudando uma forma de voltar às atividades, o jeito é se divertir com as programações de TV que exibem os jogos históricos das mais diferentes modalidades. É claro que em algumas competições clássicas as casas de apostas como o Bodog sequer existiam, então cabe ao fã das apostas em futebol apenas projetar qual seria o lucro oferecido em partidas épicas como o Fla-Flu de 1995, do famoso gol de barriga de Renato Gaúcho.

 

Mas que ninguém se engane: em muitos casos há sim como resgatar lucros e aprender com os jogos retrô. O Ganhador lista agora três lições que os duelos clássicos podem oferecer a quem quer virar um craque nas apostas e faturar alto nas partidas mais importantes.

 

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+4

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

100%

ATE

$1,000

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

Transmissão

ao Vivo

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$150

Bônus

+3

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

100%

ATE

$600

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

100%

ATE

$1,000

Saque em 1-2 - Dias

 

1) Viradas

O que faz de uma simples decisão um jogo histórico, daqueles que são repetidos ao longo do tempo? As surpresas no placar. Seja com uma distância boa de gols ou com o cronômetro mostrando poucos minutos a jogar, uma partida decisiva jamais deve deixar de contemplar a possibilidade de virada na cartilha do bom apostador. Há exemplos recentes que merecem resgate, e os dois vieram dos sempre sufocantes duelos entre brasileiros e argentinos na Libertadores da América. As regrinhas podem ser bem interessantes quando a competição voltar aos gramados, o que deve ocorrer em agosto.

 

Na semifinal da competição de 2018, o River Plate perdia para o Grêmio por 2 a 0 no placar agregado e era eliminado em Porto Alegre até os 50 minutos do segundo tempo, quando Pity Martínez cobrou o pênalti que definiu a virada portenha. Quem seguiu esta partida online e colocou uma graninha, pequena que seja, na recuperação dos “millonarios”, encontrou um maravilhoso R$ 33,00 para 1 no Bodog. Cenário semelhante foi visto também no ano seguinte, na decisão de 2019, quando o River provou do seu próprio veneno e cedeu o título nos últimos instantes da finalíssima ao Flamengo. Ali, a cotação acabou sendo levemente inferior, muito pelo jogo ser em campo neutro: ainda assim, saborosos R$ 25,00 para 1 para quem cacifou a virada do Fla.

 

2) Aumento das opções

Os jogos importantes contam com uma boa reforçada na variedade de apostas. Como são as principais partidas de determinada competição, as casas de apostas guardam tudo o que têm de melhor para o seu “prato principal”. Exemplos claros são as perguntas que surgem ao longo da partida, como, nos exemplos citados, “sairá gol de pênalti na partida?” no Grêmio x River de Porto Alegre, ou ainda “o zagueiro Pinola será eleito o MVP da decisão?”, no título flamenguista. Não são só os craques que brilham em finais – o bom apostador também!

 

3) Lição de casa

Convenhamos: quem acha que as apostas são mera questão de sorte ainda vive no tempo da febre amarela. É essencial que o investidor chegue munido e com boa bagagem prévia a qualquer clique no Bodog. Se as opções em decisões são mais sortidas, logo há um espaço bem maior para você fazer a sua lição de casa e descobrir o que vale a pena ou não investir. Conhecimento é poder em qualquer área da vida, e no mundo das apostas não é diferente – basta perguntar a qualquer investidor profissional.

 

Confira mais sobre as apostas em futebol e os odds para outros palpites na modalidade.

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar