UFC

Conheça Joaquin Buckley, o dono do possível maior nocaute da história do UFC

Joaquin Buckley é lutador peso médio do UFC
Foto: Divulgação / UFC

O UFC Fight Island do último dia 10 contou com um momento que viralizou na internet. Pelo card preliminar do show, que aconteceu na Yas Island, em Abu Dhabi, Joaquin Buckley conquistou o nocaute mais espetacular do ano e possivelmente da história do UFC. Com um chute rodado cinematográfico, ele enviou Impa Kasanganay para um mundo paralelo e chocou o mundo das lutas. O vídeo do golpe matador rodou o mundo e a questão é: quem é Joaquin Buckley?

O jovem de 26 anos é atleta da categoria dos médios e acumula um cartel de 11 vitórias e três derrotas na carreira profissional. Essa foi apenas sua segunda luta no UFC. E adivinhem só. Na estreia no octógono, em agosto, ele acabou nocauteado no terceiro round por Kevin Holland. Antes de chegar ao UFC, Joaquin passou por eventos como Bellator e LFA. Em setembro agora ele completou seis anos de carreira profissional, ja que ele fez sua primeira luta em 2014.

Estamos em 2020, e naturalmente quando esse tipo de fenômeno midiático acontece, as atenções sobre o lutador em questão se multiplicam. É obviamente muito cedo pra prever aonde ele pode chegar, especialmente considerando que ele tem três derrotas na carreira – duas pelo Bellator e uma já no UFC. Mas ainda assim, é um nome para se ficar de olho. Não é qualquer lutador que consegue emplacar um nocaute tão incrível como esse no maior evento de MMA do planeta.

Além de ter habilidades para lá de empolgantes, Joaquin já declarou diversas vezes que entra sempre pra vencer por nocaute. Ele não gosta de deixar a luta nas mãos dos juízes. Quando derrubou Impa Kasanganay, Buckley ainda comemorou fazendo o sinal de “Wakanda Forever”, país fictício eternizado no filme Pantera Negra.

Agora que o mundo está de olhos atentos, só nos resta esperar pra ver o que Joaquin Buckley tem para aprontar no futuro.

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.