UFC

Próxima luta de Paulo Borrachinha será contra Adesanya pelo cinturão do UFC

Paulo Borrachinha é atleta peso-médio do UFC
Foto: Reprodução / Instagram

Não tem nem o que discutir. Não tem conversa de subir pros meio-pesados pra lutar com Jon Jones, nada disso. A primeira disputa de cinturão de Israel Adesanya na categoria dos médios será (!) contra Paulo Borrachinha. O brasileiro fez por onde, o agora campeão absoluto quer o duelo e os fãs pedem. É claro que a decisão final é sempre de Dana White e sua trupe, mas eu duvido muito que alguma outra hipótese supere a ideia de Adesanya x Borrachinha no momento.

Melhores sites de apostas

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+4

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+2 More

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

Transmissão

ao Vivo

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$777

Bônus

+8 More

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$150

Bônus

+3

Saque em 1-2 - Dias

Saiba como apostar no UFC

O brasileiro não é bobo e viajou até Melbourne pra assistir de perto o UFC 243. Ao final da luta, Adesanya se referiu a Borrachinha como “projeto de Rick Martin” e disse que vai “rearrumar a cara de Borrachinha”. Isso tudo enquanto o brasileiro rebatia as provocações da primeira fila numa tentativa de subir no octógono para ficar cara a cara com o novo campeão.

Adesanya x Borrachinha é uma luta enorme. Lembro que em julho do ano passado, viajei pra assistir ao UFC 226, em Las Vegas. Na véspera da vitória de Borrachinha contra Uriah Hall, Adesanya venceu Brad Tavares no TUF 27 Finale e citou o nome de Borrachinha como possível próximo rival nume entrevista. Mas o brasileiro, que na época tava mais em alta, acabou dizendo que nem sabia quem era Adesanya e o baile seguiu. Ali já dava pra sentir que em algum momento os caminhos deles se cruzariam. Mas fato é que de julho do ano passado até aqui, o brasileiro enfrentou uma odisséia até conseguir enfrentar e vencer Yoel Romero, enquanto Adesanya lutou com Derek Brunson, Anderson Silva e Kelvin Gastelum antes de bater Whittaker. Os dois trocam provocações há tempos, e a rivalidade é um belo enredo pra luta pelo título.

Depois de um nocaute desse contra o atual campeão da categoria, é claro que Adesanya vai chegar como favorito. O nigeriano tá voando, com a confiança nas alturas e tem estrela. Mas não se enganem. A chances de Borrachinha são boas. Nenhum peso médio bate pesado como Borrachinha. Se ele acertar o queixo de Adesanya, o nigeriano vai cair. E Adesanya é uma luta muito melhor pro brasileiro do que Whittaker era. O jogo é mais aberto. É claro que o brasileiro pode ter como “plano B” usar sua faixa-preta de jiu-jitsu, já que ninguém ainda lutou chão com o nigeriano no UFC, e seu nível no solo ê desconfiável tamanha sua identificação com a luta em pé, mas ele é mais do que capaz de botar pressão no Adesanya, desde que tome cuidado com os contragolpes que derrubaram o Whittaker.

Borrachinha aguenta porrada, bate pesado, e aos 28 está em constante evolução. A vitória contra Romero provou isso.

São dois jovens talentos da nova geração cheios de energia. E essa rivalidade entre eles, desde que não ultrapasse os limites, pode fazer bem ao esporte. Embora tenha feito sete lutas em 18 meses, Adesanya diz se sentir revigorado, mas eu apostaria que a luta entre o nigeriano e o brasileiro só acontece no início de 2020. É tempo suficiente pro UFC promover bem esse combate entre dois dos lutadores mais interessantes da atualidade, seja dentro ou fora do cage. Ambos tem personalidades e opiniões fortes e logo após o UFC 243, já deu pra perceber que essa disputa de cinturão entre Borrachinha e Adesanya VAI PEGAR FOGO!

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar