Brasileirão Série A

Palmeiras segue líder isolado; Grêmio vence a primeira, Cruzeiro perde novamente e o São Paulo continua sem vencer em Itaquera

Ninguém segura?

O zagueiro Gustavo Goméz faz de pênalti e garante o Palmeiras na liderança isolada do Brasileirão.

Foto: Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação

O Campeonato Brasileiro caminha para o final de sua 6ª rodada com a liderança isolada do Palmeiras mantida por pelo menos mais duas rodadas – quatro pontos separam o Verdão do Atlético-MG, o segundo colocado. Também seguirá inalterado o tabu entre São Paulo e Corinthians: mais uma vez o tricolor foi incapaz de vencer o alvinegro em Itaquera e, pior, perdeu a invencibilidade no torneio. Em Porto Alegre, o Grêmio venceu a primeira  nesta edição do Brasileirão, mas segue no Z-4 por mais algum tempo, assim como o Vasco que segue sem vitórias e na lanterna da competição. E já que o assunto é Z-4, o Cruzeiro foi a grande supresa negativa do final de semana: perdeu para a Chapecoense, em Minas, e só não entrará na zona da degola porque nos critérios de desempate leva a melhor sobre Avaí e CSA que jogam nesta segunda-feira contra Ceará e Goiás, respectivamente, no fechamento da rodada.

Leia a seguir o nosso resumo do final de semana na Série A que, em geral, foi bom para quem seguiu as dicas de apostas do Ganhador.

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+4

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

100%

ATE

$1,000

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

Transmissão

ao Vivo

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$150

Bônus

+3

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

100%

ATE

$600

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

100%

ATE

$1,000

Saque em 1-2 - Dias

Venceram e deram lucro

Botafogo 0 x 1 Palmeiras

Com os cofres vazios, o Botafogo tentou levantar um dinheiro à mais e levou o jogo contra o Palmeiras no último sábado, dia 25, para o estádio Mané Garrincha, em Brasília. Como consequência viu as arquibancadas tomadas por torcedores do Verdão que jogou como se estivesse em casa.  Prova disso foi o domínio do time comandado por Felipão que, mais uma vez não fez um grande jogo, ou uma partida de “encher os olhos” mas controlou todo o duelo, pouco foi ameaçado e contou com o VAR para garantir o pênalti cobrado por Gustavo Gómez aos 16 minutos do segundo tempo que aumentou para 29 a série invicta do time no torneio e a liderança isolada por pelo menos mais duas rodadas – abriu quatro pontos de vantagem sobre o Atlético-MG que perdeu para o Grêmio em Porto Alegre poucas horas depois, no mesmo dia. O resultado em si, embora não tenha deixado ninguém no Botafogo feliz, não era de todo inesperado e confirmou os odds e a dica de aposta deste Ganhador que apontou a vitória do Palmeiras como o resultado mais provável.

É muito cedo para dizer que o Palmeiras chegará ao bicampeonato, mas é inegável que este início de Brasileirão lembra muito o do Corinthians em 2017 que não perdeu durante todo o primeiro turno e terminou a competição com o título. A grande diferença é que o Palmeiras 2019 é muito superior ao Timão de 2017; deste modo a pergunta que fica é: quem vai parar o Verdão?

Corinthians 1 x 0 São Paulo

Pela 12ª vez, o Corinthians recebeu o São Paulo no Itaquerão e pela 12ª vez o rival voltou para o Morumbi sem saber o que é comemorar uma vitória na zona leste da capital paulista. Pior: em 2019, somando o jogo deste domingo, foram três partidas na arena alvinegra com três vitórias dos donos da casa. A vitória de ontem, com gol de Pedrinho marcado aos seis minutos do primeiro tempo, em batida de fora da área que desviou em Arboleda e “matou” o goleiro Tiago Volpi, fechou uma semana quase perfeita do Timão – que venceu o Athletico-PR na 5ª rodada do Brasileiro por 2 a 0 e também fez 2 a 0 contra o Deportivo Lara, em casa, na ida da segunda fase da Copa Sul-Americana – , confirmou nossas dicas de apostas, acabou com a invencibilidade do São Paulo (que, agora, não vence a três jogos; dois pelo Brasileiro e um pela Copa do Brasil) e mandou os ventos da crise para os lados do Morumbi.

Com Pato muito apagado e sem intensidade, o São Paulo não conseguiu fazer o simples e furar a retranca do Corinthians, que, pra variar, pouco ameaçou após fazer o primeiro gol e ainda aguentou uma ligeira pressão tricolor no final do segundo tempo – mas nada que pudesse desestabilizar a defesa treinada por Fábio Carille que vem, semana após semana, falhando cada vez menos.

Como resultado, o alvinegro chega à terceira posição do Brasileiro com 11 pontos, um atrás do Galo e 5 de distância do líder. Com os mesmos 11 pontos, mas atrás nos critérios de desempate, o São Paulo é agora o quarto colocado.

Grêmio 1 x 0 Atlético-MG

Em mais um duelo que confirmou nossa sugestão de aposta na hipótese dupla de vitória para qualquer uma das equipes, o Grêmio finalmente venceu no Campeonato Brasileiro e o Atlético-MG, por outro lado, conheceu a primeira derrota fora de casa. Apático em campo e muito preocupado em se defender, o Galo não ameaçou o Imortal que não goleou graças à boa atuação do goleiro atleticano Victor e à falta de pontaria de André – que perdeu um pênalti ainda no primeiro tempo. Com Felipe Vizeu em seu lugar, o tricolor gaúcho abriu o placar no início do segundo tempo e seguiu soberano na partida – apesar da tímida, e inócua, tentativa mineira de pressionar os donos da casa. O resultado manteve o Atlético-MG na vice-liderança e mandou o Grêmio para a 17ª colocação (ainda no Z-4 e podendo ser ultrapassado por Avaí e CSA que jogam nesta segunda-feira).

Flamengo 3 x 2 Athletico-PR

Não foi fácil e muito menos bonito. Longe disso, na verdade. Mas em um duelo de duas viradas, o Flamengo conseguiu superar os reservas do Athletico-PR, confirmar nossa sugestão de aposta e aliviar (muito pouco) a pressão sobre Abel Braga que mesmo com a vitória, foi vaiado pela torcida. O jogo em si foi tecnicamente ruim e Gabigol, de pênalti, abriu o placar para o Urubu que tirou completamente o pé, foi encurralado e só não sofreu o empate no primeiro tempo graças à boa atuação do goleiro Diego Alves. O encanto, porém, se quebrou na etapa final e Marcelo Cirino marcou duas vezes (uma em cobrança de pênalti) e virou para o Furacão que não conseguiu aguentar a pressão desorganizada do Flamengo e levou a virada no final com gols de Bruno Henrique aos 44 minutos e Rodrigo Caio aos 51.

Bahia 3 x 2 Fluminense

Em um jogo cheio de alternativas, cinco gols e polêmicas envolvendo o VAR, o Bahia conseguiu chegar à sexta vitória seguida como mandante sob o comando de Roger Machado neste domingo, dia 25. Os donos da casa saíram na frente com Artur após um contra-ataque perfeito. Mas a alegria baiana durou pouco: no lance seguinte, Yoni González sofreu pênalti convertido por Pedro. O empate serviu apenas para manter o Bahia ainda mais em cima da defesa do Flu. E isso deu resultado: o goleiro Agenor tentou driblar Gilberto, foi desarmado e viu o atacante estufar as redes e recolocar os donos da casa na frente. No segundo tempo a polêmica que definiu o jogo: o ábitro de vídeo indicou pênalti à favor do Bahia. Gilberto bateu e Agenor defendeu. Mas o VAR entrou em cena mais uma vez, apontando que o goleiro do Fluminense se adiantou no lance. Punido com o segundo amarelo, Agenor foi expulso pelo juiz Igor Junio Benevenuto que mandou voltar a cobrança. Na segunda chance, Gilberto fez. Os visitantes não se encolheram: partiram pra cima e ainda diminuíram com o menino João Pedro – que chegou à marca de oito gols em 11 jogos como profisisonal. Mas faltou tempo para o empate. O resultado final, entretanto, com as duas equipes marcando gols foi de encontro à nossa dica de aposta e gerou um lucro interessante.

 

Decepcões da rodada

Santos 0 x 0 Internacional

Era para ser um jogo cheio de gols, mas o VAR impediu até mesmo que tívessemos poucos gols no duelo entre Santos e Internacional, duas equipes que tradicionalmente, têm mostrado certo apetite pelo gol nos últimos tempos. Os árbitros de vídeo entraram no jogo e ajudaram o juiz de campo Rodolpho Toski Marques a anular um gol de  Guilherme Parede , na etapa inicial, por conta de um impedimento de Guerrero no início da jogada e, no segundo tempo, voltar atrás na marcação de um pênalti de Cuesta em Rodrygo. Bem aplicado na marcação e rápido no ataque, o Internacional foi mais perigoso durante os 90 minutos, mas faltou capricho e pontaria para definir a partida. O mesmo vale para o Santos que, mais uma vez, não fez boa partida e não conseguiu aproveitar as poucas oportunidades que teve. No final, olhando a temporada, o empate foi um castigo injusto para os times e uma ducha de água fria em nossas dicas de apostas.

Cruzeiro 1 x 2 Chapecoense

Todo mundo achava que esta seria a rodada em que o Cruzeiro faria as pazes com a vitória no Campeonato Brasileiro. Infelizmente, a realidade foi dura mais uma vez com a zaga da Raposa que chegou à terceira derrota seguida no torneio e está em queda-livre, perigosamente perto do Z-4, de onde, aliás, se afastou a Chape graças aos gols de Rildo aos seis minutos do segundo tempo e de Diego Torres aos 39. Thiago Neves fez para o Cruzeiro aos 11. Embora possa parecer que não – afinal 0s gols vieram na etapa final – o primeiro tempo foi movimentado, com os dois times criando boas chances de gol. Como era de se imaginar, a inesperada derrota derrubou todo tipo de palpite para o duelo – inclusive o nosso.

Fortaleza 1 x 1 Vasco

O Vasco começou a dar sinais de melhora sob o comando de Vanderlei Luxemburgo e foi melhor que o Fortaleza no primeiro tempo do duelo travado entre as duas equipes neste domingo, 25, no Castelão. Mas faltou qualidade para sair na frente. O segundo tempo foi melhor, com os dois times acertando uma finalização cada na trave. Aos 20 minutos, Rossi sofreu pênalti de Felipe Alves e Yago Pikachu marcou. Romarinho, que havia entrado no jogo na etapa final, deixou tudo igual aos 43 minutos quando acertou lindo chute da meia-lua, sem chances para o goleiro Sidão. No final, um resultado justo que furou nosso palpite na vitória do Tricolor – mas confirmou a sugestão de que o Vasco seguiria por pelo menos mais uma rodada sem vencer no Brasileirão.

 

JOGOS DA 6ª RODADA DO CAMPEONATO BRASILEIRO:

SÁBADO, 25 DE MAIO
  • 16h – Botafogo 0 x 1 Palmeiras.
  • 19h – Grêmio 1 x 0 Atlético Mineiro. 0
DOMINGO, 26 DE MAIO
  • 16h – Santos 0 x 0 Internacional.
  • 16h – Flamengo 3 X 2 Athletico Paranaense.
  • 19h – Cruzeiro 1 x 2 Chapecoense.
  • 19h – Fortaleza 1 x 1 Vasco.
  • 19h – Corinthians 1 x 0 São Paulo.
  • 19h – Bahia 3 x 2 Fluminense.
SEGUNDA-FEIRA, 27 DE MAIO
  • 20h – Avaí (R$ 2,20) x (R$ 3,35) Ceará. Empate: R$ 3,00
  • 20h – CSA (R$ 2,45) x (R$ 2,90) Goiás. Empate: R$ 3,00

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.