Futebol

Nos pênaltis, Grêmio conquista o Gauchão; na Copa do Brasil, Santos e Fluminense foram bem e o Corinthians, mal

Campeões

Nos pênaltis, Grêmio é bicampeão estadual; na Copa do Brasil, a noite foi dos mandantes

Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA/Reprodução

A quarta-feira teve emoções para todos os lados. A começar pelo Gre-Nal 420 que decidiu, nos pênaltis, o Campeonato Gaúcho a favor do Grêmio. Pela Copa do Brasil, o Santos recebeu o Vasco, confirmou uma das nossas sugestões de aposta (indicada aqui) e abriu uma boa vantagem de 2 a 0 para o jogo decisivo na próxima quarta-feira, dia 24, em São Januário. 2 a 0 foi também o placar do jogo entre Fluminense e Vasco – e se deu bem quem seguiu a dica do Ganhador e apostou no placar exato faturando 6,00 por 1,00 segundo o Bodog (o que significa dizer que houve um retorno de R$ 600,00 para uma aposta de R$ 100,00). No jogo com palpite mais arriscado da noite, o Corinthians decepcionou mais uma uma vez e fez uma partida abaixo da média – como havia feito contra o Santos na volta da semifinal do Paulistão, contra o Ceará na volta da terceira fase da Copa do Brasil e contra o São Paulo no primeiro jogo da final do estadual. A derrota por 1 a0 não é o fim do mundo para a equipe que vai decidir no Itaquerão na próxima quarta-feira, dia 24, mas bastou para derrubar nossa sugestão de aposta e levantar muitas dúvidas sobre a real força deste Corinthians que hora joga bem, hora é uma decepção sem fim.

Melhores sites de apostas

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+4

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+2 More

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

Transmissão

ao Vivo

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$777

Bônus

+8 More

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$150

Bônus

+3

Saque em 1-2 - Dias

Campeonato Gaúcho – Grêmio 0 (3) x (2) 0 Internacional

Paulo Victor defende três pênaltis e o Grêmio vence o Gauchão

Como não poderia deixar de ser, Grêmio e Internacional fizeram um jogo nervoso na decisão do Campeonato Gaúcho na noite de quarta-feira, dia 17. Com jogadas ríspidas e poucas chances de gol, o primeiro tempo terminou com cinco cartões amarelos: quatro para os colorados e um para os tricolores. Os donos da casa até abriram o placar aos 15 minutos com André aproveitando rebote de Marcelo Lomba no chute de Everton mas o VAR – após uma demora de três minutos – confirmou a posição irregular do atacante gremista.

No segundo tempo mais nervosismo, poucas chances e nova atuação do VAR: aos 23 minutos, Bruno Cortez foi puxado pelo calção por Parede dentro da área. O árbitro Jean Pierre Lima conferiu no vídeo e apontou a penalidade que revoltou os colorados. Como consequência, D’Alessandro, no banco, e Odair Hellmann foram expulsos. Na cobrança (oito minutos depois), Marcelo Lomba parou André. Mas a partir daí o jogo seguiu estragado, com atletas nervosos e reclamando até com a própria sombra em todos os lances. Placar em 0 a 0 (de novo), decisão nos pênaltis – como não poderia deixar de ser em uma decisão com atuação fundamental dos goleiros.

Marcelo Lomba defendeu o pênalti de André no tempo normal e nas cobranças, parou Michel e viu Everton mandar para longe (Tardelli, Matheus Henrique e André marcaram). Paulo Victor foi mais efetivo e fez três defesas: Camilo, Cuesta e Nico López (Sóbis e Guerrero marcaram). Placar final, 3 a 2 para o Grêmio que comemora o título estadual e terá mais um ano para tripudiar em cima do rival em Porto Alegre.

 

Copa do Brasil

No duelo de alvinegros, Santos leva a melhor sobre o Vasco

Dividindo suas atenções com a a final do Campeonato Carioca – onde precisa reverter uma derrota por 2 a 0 – o Vasco até que conseguiu fazer um primeiro tempo relativamente equilibrado contra o Santos na Vila Belmiro. O Peixe adotou a estratégia de “pressão total”, e buscou manter a defesa vascaína acuada a maior parte do tempo. Mesmo assim, o Cruzmaltino ameaçou em alguns contra-ataques e chegou de verdade com Rodrigo em cobrança de escanteio ensaiada que acabou fora. No segundo tempo, porém, o fôlego vascaíno parece ter acabado e o Santos assumiu completamente o comando do jogo. Rodrygo aos dois minutos e Jean Mota aos 20 deram a vantagem ao Peixe que agora poderá até mesmo perder por 1 a 0 o jogo de volta no próximo dia 24 que estará classificado para a próxima fase da Copa do Brasil. Vitória do Vasco por 2 a 0 levará a decisão para os pênaltis. Antes de pensar nisso, porém, o time de Alberto Valentim – ameaçadíssimo em seu cargo – tem a final do Cariocão contra o Flamengo, também em desvantagem de dois gols.

 

Fluminense não dá chances ao azar e vence o Santa Cruz por 2 a 0

No jogo que marcou o retorno do atacante Pedro aos gramados após cirurgia no joelho direito que o afastaram por sete meses, o Fluminense não deu brecha para o “imponderável” e massacrou o Santa Cruz desde os primeiro movimentos do jogo no Maracanã e confirmou as sugestões de apostas deste Ganhador. Yoni González teve a primeira chance do jogo aos 20 segundos, mas parou nas mãos do goleiro Anderson. O gol mesmo só veio aos 18 minutos: Gilberto chutou, a bola desviou e morreu no fundo do gol pernambucano. Aos 29, Yoni passou para Gilberto que acionou Luciano: 2 a 0.

O segundo tempo seguiu no mesmo ritmo com o Flu dominando e o Santa se deixando dominar. Pedro entrou em campo aos seis minutos, substituindo Yoni, e fez a alegria da torcida que vibrava a cada toque seu na bola. O Tricolor, agora, irá para o jogo do próximo dia 25 com a mesma situação do Santos: pode perder por 1 a 0 (ou por um gol de diferença) que avançará na competição. O Santa Cruz, por outro lado, precisa pelos menos devolver o 2 a 0 para forçar uma decisão por pênaltis.

 

Corinthians joga mal novamente e a Chapecoense agradece

Poupando jogadores para a final do Campeonato Paulista, o Corinthians foi até a Arena Condá enfrentar a Chapecoense pelo primeiro jogo da quarta fase da Copa do Brasil e pagou o preço: dominado pelos donos da casa e pouco efetivo nas jogadas de ataque, o Timão caiu graças ao gol de Aylon – cria da base da Chape – que marcou no final do primeiro tempo após novo vacilo da defesa alvinegra.

Sem criatividade ou articulação, o Corinthians chegou ao seu quarto jogo sem marcar gols – mesma marca de Jair Ventura na temporada passada. E o estrago não foi maior graças a Walter que fez defesas importantes em toda a partida e ao travessão que evitou gol certo de Gustavo Campanharo no início do segundo tempo.

O resultado melhorou as estatísticas da Chape contra o Timão na Arena Condá (mencionado aqui): agora são seis jogos com mando do Verdão e quatro vitórias do Timão, duas da equipe catarinense e nenhum empate.

Os dois times voltam a se enfrentar na próxima quarta-feira, dia 24, no Itaquerão. Antes disso, porém, entram em campo pelas finais dos estaduais neste final de semana.

 

JOGOS DE IDA DA QUARTA FASE DA COPA DO BRASIL:

QUARTA-FEIRA, 17 DE ABRIL
  • 19:15 – Santos (R$ 1,43) x (R$ 7,50) Vasco. Empate: R$ 4,30
  • 21:30 – Chapecoense (R$ 2,35) x (R$ 3,35) Corinthians. Empate: R$ 3,00
  • 21:30 – Fluminense (R$ 2,32) x (R$ 3,30) Santa Cruz. Empate: R$ 3,00
QUINTA-FEIRA, 18 DE ABRIL
  • 20:00 – Bahia x Londrina*

*Odds disponíveis em breve no Bodog.

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar