Futebol

Nos pênaltis, Cássio garante o Corinthians na Sul-Americana; Botafogo e Ceará avançam na Copa do Brasil

Classificou

Cássio brilha e coloca o Corinthians na segunda fase da Copa Sul-Americana

Foto: Marcelo Endelli/Getty Images/Reprodução

Os mata-mata da Copa Sul-Americana e Copa do Brasil seguiram a todo vapor na última quarta-feira, dia 27, e Corinthians, Botafogo e Ceará – com maior ou menor dificuldade – conseguiram atingir seus objetivos e avançaram nos torneios. O Timão contou com a atuação decisiva de Cássio nos pênaltis para avançar à segunda fase da Copa Sul-Americana e fez bem a quem seguiu à indicação deste Ganhador e do Bodog que apontaram a possibilidade dupla de vitória alvinegra ou empate como uma aposta segura, dando um retorno de 2,00/1,00 (o que significa um ganho de R$ 200,00 em uma aposta de R$ 100,00). Pela competição nacional, o Botafogo encontrou mais dificuldades do que esperava mas, apesar disso, conseguiu superar a forte chuva e a retranca do Cuiabá e confirmou o palpite apresentado pelo Ganhador que indicou odds de 1,37 para sua vitória de acordo com o Bodog, patrocinador oficial da competição. O Ceará, por sua vez, não fez valer seu favoritismo e após empatar em 0 a 0 com o Foz do Iguaçu, decidiu sua classificação nos pênaltis. E, se o resultado frustrou aqueles que investiram na vitória certa do Vozão – apontado como favorito –, foi uma grata surpresa para quem intuiu que o empate estaria na ordem do dia e faturou interessantes  3,55/1,00 também segundo o Bodog.

Melhores sites de apostas

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+4

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$150

Bônus

+3

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

Transmissão

ao Vivo

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+2 More

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$777

Bônus

+8 More

Saque em 1-2 - Dias

Copa Sul-Americana

Racing 1 x 1 Corinthians

Cássio pega dois pênaltis e classifica o Corinthians na decisão contra o Racing

Enfrentando os reservas do Racing – que, focado na conquista do Campeonato Argentino mandou uma equipe com apenas três titulares para o jogo de ontem – o Corinthians, à exemplo do que aconteceu em Itaquera, saiu atrás no placar, precisou buscar o empate, teve a chance da virada e foi decidir a vaga para a próxima fase na Sul-Americana nos pênaltis.

Apesar e precisar de uma vitória – ou um empate por mais de 2 gols – para se classificar, o Timão fez aquilo que é quase uma marca registrada de Fábio Carille: deu a bola para os donos da casa e tentou explorar os contra-ataques. Com Ramiro aberto na direita, Clayson na esquerda e Pedrinho e Sornoza pelo meio, a estratégia deu poucos resultados e o 0 a 0 – que benefiava o Racing – seguiu no placar até que aos 41 minutos da etapa inicial, em uma das poucas oportunidades em que atacou, Cristaldo (que passou sem deixar saudades pelo Palmeiras) subiu às costas de Manoel (falhou de novo) e Fágner e, de cabeça, mandou para o fundo do gol corintiano. O Timão tentou reagir e aos 45 Sornoza bateu falta com perfeição mas parou na grande defesa de Arias.

Com Vágner Love no lugar do inoperante Clayson no segundo tempo, o Timão chegou à igualdade logo aos 5 minutos quando o veterano atacante se aproveitou de um desvio de Pillud para acertar um voleio indefensável dentro da área. Com a decisão caminhando para os pênaltis, o Racing lançou-se ao ataque e deu ao Corinthians o contra-golpe. Em um deles, aos 13 minutos, Pedrinho lançou Gustagol com perfeição, o artilheiro deu passe açucarado para Vágner Love que, dentro da área, bateu firme mas parou em um verdadeiro milagre de Arias. Aos 35, nova chance alvinegra: Gustagol subiu mais que todo mundo para cabecear e a zaga salvou em cima da linha o que seria o gol da virada. Aos 45, na última chance do jogo, Zaracho finalizou por cima do gol de Cássio e a decisão da vaga foi mesmo para os pênaltis e deu um bom retorno para quem seguiu nossa possibilidade dupla de vitória brasileira ou empate (2,00/1,00) ou cravou o empate que, de acordo com o Bodog, fechou em 3,05/1,00.

Dia histórico para Cássio

Na noite em que igualou o número de partidas jogadas por Gylmar dos Santos Neves (395) como camisa 1 do Timão e encaminhou seu nome como o do segundo goleiro que mais atuou pelo Coritnhians – completará 396 na próxima rodada do Paulistão e ficará atrás apenas de Ronaldo que soma 602 partidas – Cássio foi decisivo na disputa por pênaltis e com duas defesas colocou o alvinegro na próxima fase da Copa Sul-Americana.

Nas 5 primeiras cobranças, Nery Domíguez chutou para defesa do arqueiro corintiano enquanto que Cristaldo – autor do gol no tempo normal – mandou para fora. Pelo Timão, Sornoza chutou por cima e Danilo Avelar mandou a última cobrança na trave. Na série alternada, Cássio cresceu no chute de Solari, fez a defesa e manteve o Corinthians vivo na luta pela Copa Sul-Americana.

 

Copa do Brasil

Botafogo 3 x 0 Cuiabá

Com “olé” e sofrimento, Botafogo passa pelo Cuiabá

Apesar de ter confirmado os odds do Bodog, patrocinador oficial da Copa do Brasil,  que apontavam a sua vitória como a melhor opção, o Botafogo não teve vida fácil no Engenhão na noite de ontem, dia 27, e precisou suar muito para avançar à próxima fase da competição e fechar o mês de fevereiro com uma grata invencibilidade: foram cinco vitórias e um empate no período.

No início do primeiro tempo, a forte chuva que caiu sobre o estádio não prejudicou as condições do gramado – a drenagem do Engenhão, mais uma vez, foi excepcional – mas afetou a qualidade do jogo. Com a trégua dada por São Pedro, o jogo, pouco a pouco, encontrou seu ritmo, mas o gol não saia. Os donos da casa, pressionavam a defesa do Cuiabá que seguia firme até que aos 44 minutos os visitantes erraram a saída de bola e Pimpão acionou Leo Valencia que mandou com açúcar para Erik abrir o placar.

O Botafogo, entretanto, esqueceu-se de voltar dos vestiários para o segundo tempo e, irreconhecível, escapou de levar o empate em duas oportunidades graças a Gatito Fernandez que fechou o gol Alvinegro. Quando o empate parecia uma questão de tempo, o Fogão conseguiu um contra-ataque: Cícero recuperou a bola aos 26 minutos e lançou Pimpão que tabelou com Kieza, recebeu de volta e, cara a cara com o goleiro do Cuiabá, mandou para o fundo do gol.

Com a vantagem de 2 a 0, o Botafogo reassumiu o controle de jogo e Erik, aos 35, converteu pênalti sofrido por Pimpão e fechou a fatura. No final, após o susto do começo do segundo tempo, houve espaço para o “olé” da torcida.

 

Foz do Iguaçu 0 x 0 Ceará

Nos pênaltis, Ceará avança e enfrentará o Corinthians

O Ceará não fez um bom jogo contra o Foz do Iguaçu na noite de ontem, dia 27, e frustou quem acreditou nos 1,55/1,00 indicados pelo Bodog neste Ganhador que seriam pagos em caso de vitória do time comandado pelo técnico Lisca Doido. Melhor para quem desconfiou e investiu no empate que rendeu bons 3,55/1,00 (ou R$ 355,00 em uma aposta de R$ 100,00).

Melhores no primeiro tempo, os visitantes tiveram, no final da primeira etapa, sua melhor chance em uma bola que Roger (ex-Corinthians) mandou na trave. No segundo tempo, a equipe paranaense voltou melhor e acertou a marcação. Sem espaços, o jogo foi ficando truncado até que se encaminhou para a decisão nos pênaltis.

Se o Ceará vacilou nas finalizações durante os 90 minutos regulamentares, se redimiu nos pênaltis: apenas Felipe Baxola errou sua cobrança. Em uma noite de goleiros inspirados, Fernando Henrique “seguiu” os passos de Cássio e também fez duas boas defesas garantindo a classificação do Vozão que enfrentará, justamente, o Corinthians na próxima fase.

Comentários

3 Comentários
Voltar