Futebol

Libertadores e Sul-Americana: Internacional, Grêmio, Atlético-MG, Fluminense e Corinthians abrem vantagem nas oitavas

Pode perder

Após vitória na ida, Corinthians, Internacional, Grêmio, Fluminense e Atlético-MG jogam pelo empate na volta das oitavas de final da Libertadores e da Copa Sul-Americana

Foto: Reprodução

Encerrados os jogos de ida das oitavas de final da Copa Libertadores e da Copa Sul-Americana pode-se dizer que algumas surpresas inesperadas prejudicaram o rendimento de nossas dicas – como, por exemplo, a derrota do Athletico-PR na Arena da Baixada, o empate do Palmeiras contra o Godoy Cruz e a derrota do Flamengo contra o Emelec – ambos jogando fora de casa. Por outro lado, Grêmio, Internacional, Corinthians, Atlético-MG e Fluminense foram bem e deram bons retornos a quem seguiu as dicas do Ganhador – além de conquistarem importantes vantagens para os jogos de volta na próxima semana. Veja a seguir como foi o desempenho dos brasileiros na rodada dos mata-mata continentais e como foi possível lucrar com nossos palpites.

Melhores sites de apostas

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+4

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+2 More

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

Transmissão

ao Vivo

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$777

Bônus

+8 More

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$150

Bônus

+3

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

100%

ATE

$600

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

100%

ATE

$1000

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

100%

ATE

$1,000

Saque em 1-2 - Dias

Saúdem os vencedores

Eram 9 jogos com a participação dos times brasileiros na Copa Libertadores e na Copa Sul-Americana (incluindo aí o confronto direto entre Botafogo e Atlético-MG). No saldo final, os brazucas se deram bem em 5 desses jogos. Pela Libertadores, Internacional e Grêmio salvaram a honra nacional ao vencerem seus jogos enquanto que Corinthians, Fluminense e Atlético-MG terminaram a primeira parte das oitavas de final da Sul-Americana em vantagem.

Libertadores – Nacional 0 x 1 Internacional

Consciente do que é preciso para se vencer uma Libertadores, o Internacional fez um jogo preciso no Uruguai e voltou para Porto Alegre com a vantagem de 1 a 0 no placar – cortesia de Guerrero que aos 45 minutos do segundo tempo aproveitou excelente passe de Wellington Silva para estufar as redes dos donos da casa. Tomando a inciativa do jogo nos primeiros minutos – e criando boas chances de gols – o Colorado soube aguentar a pressão do Nacional na segunda metade do primeiro tempo e, depois, no início da etapa complementar. No final, um excelente resultado que dá ao time de Odair Hellmann a vantagem de jogar pelo empate a partida de volta e que confirmou nossa dica de aposta de um jogo onde apenas uma equipe marcaria gols a R$ 1,60 – lucro de R$ 0,60 em cada real investido.

Libertadores – Grêmio 2 x 0 Libertad

Tendo o controle da posse de bola em sua arena, o Grêmio era pouco eficiente no momento de finalizar em gol. Tanto que Martín Silva, goleiro do Libertad, pouco trabalhou. Os visitantes também não criavam problemas para Paulo Victor que fez apenas uma defesa no primeiro tempo. A pressão começou mais eficiente no segundo tempo: André perdeu um gol na grande área aos 2 minutos e aos 3 foi a vez de Jean Pyerre finalizar para defesa de Silva. Aos 4 porém, o lance que definiu o jogo: Geromel foi expulso (com auxílio do VAR). Com um a menos esperava-se que o Grêmio se fechasse em sua defesa ainda mais quando aos 11 minutos, Renato Gaúcho abriu mão de seu centro-avante (André) para recompor a zaga com a David Braz. Aos 17, Diego Tardelli entrou no lugar de Jean Pyerre e tudo mudou. Aos 25, o artilheiro aproveitou desvio de Kannemann em cobrança de escanteio e, de voleio, mandou para o fundo do gol. Aos 30, o Libertad tentou responder com Bareiro, mas Paulo Victor evitou o empate. Aos 38, Alisson cobrou falta e David Braz fez o segundo do Grêmio – resultado que permite ao Imortal se classificar até mesmo com uma derrota por 1 a 0 na volta e foi de encontro às nossas dicas de apostas dando um retorno de R$ 1,52 para cada real investido e de R$ 1,55 para quem acreditou na possibilidade de um jogo abaixo de 2,5 gols.

Copa Sul-Americana – Corinthians 2 x 0 Montevideo Wanderers

Senhor de seus domínios – principalmente no primeiro tempo – o Corinthians não encontrou dificuldades para abrir o placar contra o Montevideo Wanderers com Clayson, ainda no primeiro tempo, no Itaquerão, pela ida das oitavas de final da Copa Sul-Americana. O problema, como sempre, foi a falta de pontaria do ataque alvinegro que perdeu uma excelente chance de golear e praticamente garantir sua classificação na próxima fase do torneio. Pedrinho, no final da segunda etapa, quando Jadson, Mateus Vital e Boseli já estavam em campo, marcou o segundo e aumentou a vantagem corintiana – além, é claro, de confirmar todo o combo sugerido em nossa dica de aposta: vitória do Corinthians (R$ 1,29), placar abaixo de 2,5 gols (R$ 1,71) e partida onde apenas uma equipe fez gols (R$ 1,40). Um lucro bem interessante.

Copa Sul-Americana – Peñarol 1 x 2 Fluminense

O placar apertado não reflete o que foi o jogo. Superior e no controle da partida o tempo todo – contrastando com seu desempenho no Campeonato Brasileiro – o Fluminense não teve problemas para fazer 2 a 0 no Peñarol com Yoni González. Com um gol em cada tempo, o atacante foi o destaque do tricolor ao lado do goleiro Alisson. Estreante da noite, o arqueiro não teve culpa no gol de Gastón Rodriguez, no finalzinho do jogo, e ainda fez duas defesas difíceis em lances que poderiam complicar a vida do Flu. Com a vantagem construída fora de casa, o tricolor chegará nas quartas de final da Sul-Americana até mesmo com uma derrota por 1 a 0 semana que vem no Maracanã. Além disso, a vitória por 2 a 1 foi de encontro à nossa dica de aposta na hipótese-dupla de empate ou vitória do Fluminense a R$ 1,69 – lucro de R$ 0,69 para cada R$ 1,00.

Copa Sul-Americana – Botafogo 0 x 1 Atlético-MG

Como era de se esperar, Botafogo e Atlético-MG fizeram um jogo muito equilibrado na última quarta-feira, 24, no Engenhão. Com times de talento e propostas de jogo muito semelhantes o duelo foi decidido nos detalhes. Primeiro, com o gol perdido por Ricardo Oliveira nos movimentos iniciais da partida. Depois, aos 34 minutos, quando Vinícius aproveitou falha de Benevenuto para colocar o Galo na frente. No segundo tempo, aos 19, em lance tumultuado, o VAR anulou o que seria o segundo gol mineiro. Animado com a sorte, o Botafogo tentou igualar, mas aos 35 Joel Carli fez falta violenta em Papagaio e ganhou o cartão vermelho. Com um jogador a menos, o Botafogo passou a se defender como pôde das investidas do Atlético-MG que falhou na tarefa de ampliar o placar mas garantiu o bom lucro de R$ 2,90 por R$ 1,00 apontado pelo Ganhador.

 

Empates para Cruzeiro e Palmeiras

Copa Libertadores – Godoy Cruz 2 x 2 Palmeiras

Ainda tropeçando nas próprias pernas desde a retomada da temporada após a pausa para Copa América, o Palmeiras passou por mais um sufoco. Mas poderia ter sido pior. Enfrentando o limitado Godoy Cruz pelas oitavas de final da Copa Libertadores, o Verdão, mais uma vez perdido em campo, pouco ameaçou os donos da casa que abriram vantagem de 2 a 0 com Santiago García ainda no primeiro tempo. E ficou barato graças a Weverton que defendeu o pênalti mal-batido por García aos 38 quando o jogo estava 2 a 1 – Felipe Melo diminuiu aos 33. No segundo tempo, mais organizado em campo, o Palmeiras assumiu o controle das ações do jogo e Borja – aquele mesmo – deixou tudo igual aos 13 minutos. Melhor em campo, o Verdão perdeu a chance de virar com Bruno Henrique em cobrança de falta bem defendida pelo goleiro Mehring aos 42. No final, um resultado que derrubou nossas dicas de apostas mas que permite ao agora instável Palmeiras jogar pelo empate em até 1 a 1 no jogo de volta na próxima terça-feira.

Copa Libertadores – River Plate 0 x 0 Cruzeiro

Jogando no Monumental de Nuñez na última terça-feira, o Cruzeiro teve a primeira chance com Orejuela no início do duelo contra o River Plate pela ida das oitavas de final da Libertadores. E ficou nisso. Os argentinos assumiram o controle do jogo, tiveram a posse de bola, mas em verdade, deram pouco trabalho ao goleiro Fábio. No segundo tempo a Raposa voltou um pouco melhor e conseguiu manter o duelo equilibrado até o final com Dedé e Leo levando a melhor sobre os atacantes argentinos. Aos 51 minutos o árbitro recorreu ao VAR para analizar lance em que Henrique dá um puxão na camisa de Lucas Pratto dentro da área. Pênalti absurdamente mal-batido por Suárez por cima do gol celeste aos 54 que garantiu o 0 a 0. O resultado, diferente do empate com gols do Palmeiras, deixa a decisão em aberto para o jogo da próxima terça-feira, no Mineirão – além de derrubar a lógica dos números que apontavam o River como o grande favorito.

 

Derrotas rubro-negras

Copa Libertadores – Emelec 2 x 0 Flamengo

Jogando mal – e com Rafinha inexplicavelmente fora de posição – o Flamengo deu ao Emelec a sua primeira vitória no Estádio George Capwell pela Libertadores e viu o sonho de conquistar o título continental ficar seriamente ameaçado. O técnico Jorge Jesus – que já havia sentido a cornetagem da torcida do Urubu após a eliminação na Copa do Brasil -, não encontrou um time para chamar de seu após as baixas de Arrascaeta, Everton Ribeiro e Vitinho. Exceto por Gabigol, todo o time do Flamengo foi mal. Para piorar, o treinador mexeu mal e praticamente de uma vez – aos 20 minutos já havia feito as 3 substituições permitidas. Mesmo com um jogador a mais desde os 8 minutos da etapa final após a expulsão de Veiga, o Flamengo pouco assustava a defesa do Emelec. Tudo ficou pior quando Diego sofreu falta violenta aos 25 e fraturou o tornozelo. Sem mais substituições a fazer, o duelo voltou a ficar no 10 contra 10, tornando a vida do Emelec mais fácil e avacalhando com os odds que davam bom favoritismo ao Urubu. Agora, o Flamengo precisa juntar os cacos e devolver o 2 a 0 para levar a decisão da vaga para os pênaltis na próxima quarta-feira, no Maracanã. Um 3 a 0 coloca o time carioca nas quartas de final da Libertadores. Por outro lado, um gol do Emelec, obrigará o Rubro-Negro a vencer por 4 a 1.

Copa Libertadores – Athletico-PR 0 x 1 Boca Juniors

O Boca Juniors mostrou que aprendeu bem a lição dos 3 a 0 que levou do Athletico-PR, na Arena da Baixada, na fase de grupos da Libertadores. Pelas oitavas de final, o time seguiu a receita básica dos “copeiros” e em vez de “partir para cima”, picou o jogo com faltas, fechou-se na defesa e atuou o tempo todo com o contra-ataque armado. No único lance de bom futebol na partida, Mac Allister acertou um chutaço de fora da área no ângulo de Santos que nada pôde fazer. No final, o Boca fez pênalti em Rony, mas Marco Ruben – artilheiro do Furacão na competição – mandou na trave, já nos acréscimos, e desperdiçou a chance de empatar, mas deu um bom retorno para quem acreditou em um duelo com menos de 2 gols a R$ 1,87 por R$ 1,00 e com apenas uma equipe marcando gol a R$ 1,66. Assim como o Flamengo, o Athletico-PR precisará devolver o placar na Argentina na próxima quarta para levar a decisão da vaga para os pênaltis. Vitória por 2 a 0 dá a vaga direta enquanto que um gol marcado pelo Boca aumentará o tamanho da tarefa atleticana.

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar