UFC

Jéssica Andrade larga como favorita em primeira defesa de cinturão no UFC

UFC China: Jéssica Andrade x Wheili Zhang
Foto: Divulgação / UFC

Depois de se tornar campeã da categoria peso palha com um nocaute histórico diante de Rose Namajunas no Rio de Janeiro, no UFC 237, Jéssica Andrade já tem data, local e adversária para fazer sua primeira defesa de cinturão dentro do octógono mais famoso do mundo. A brasileira vai até a China para enfrentar Weili Zhang, no dia 31 de agosto. Jéssica larga como grande favorita nas casas de apostas para o confronto.

Bodog

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

visa mastercard

+4

Saque em 1-2 - Dias
Spin Sports

Saque em

1-2

Dias

100%

ATE

$1,000

visa mastercard

Saque em 1-2 - Dias
Bet365

Saque em

1-2

Dias

Transmissão

ao Vivo

Saque em 1-2 - Dias
Bumbet

Saque em

1-2

Dias

R$150

Bônus

mastercard bitcoin

+3

Saque em 1-2 - Dias
22 Bet

Saque em

1-2

Dias

100%

ATE

$600

visa paypal

Saque em 1-2 - Dias
BetOnline

Saque em

1-2

Dias

100%

ATE

$1,000

visa mastercard

Saque em 1-2 - Dias

 

Ganhe dinheiro com as lutas do UFC

A brasileira de colocou à disposição da maior organização de MMA do planeta para fazer com Zhang o mesmo que Namajunas fez com ela. Depois de ter a chance de se tornar campeã dentro de casa, Andrade vai até a casa da rival para defender seu título. Mas, diferentemente da americana, que chegou ao Rio como azarão mesmo na posição de campeã, Jéssica chegará como favorita para o duelo na China.

Aos 27, Andrade soma um cartel de 20 vitórias e apenas seis derrotas no MMA. Hoje, ela sustenta uma sequência de quatro vitórias consecutivas, tendo superado nomes como Claudia Gadelha, Karolina Kowalkiewicz, Tecia Torres e Rose Namajunas. Weili Zhang (29) tem 20 lutas, 19 vitórias e apenas um revés em sua trajetória no esporte. A única derrota da chinesa no MMA aconteceu em sua estreia, em 2013. Isso significa que ela está numa sequência de 19 vitórias consecutivas.

Apesar de mais nova, Jéssica é mais experiente. Iniciou sua carreira no esporte em 2011, tem 26 lutas no cartel e enfrentou adversárias mais duras dentro do octógono. Zhang venceu as três lutas que fez no UFC, mas sua adversária mais difícil foi Tecia Torres. Ela tem um jogo completo, mas não chama atenção por nada que faz. É uma lutadora competente, mas não chega a ser espetacular em determinado aspecto do jogo.

No Bodog, a vitória de Jéssica paga 57%, enquanto o triunfo de Zhang alcança um rendimento de 145% de lucro. Vale lembrar que estes são os odds lançados inicialmente para a disputa de cinturão. Porém, com a proximidade do confronto, eles podem ser ajustados. Seja agora ou depois, meu palpite será em Jéssica Andrade. A brasileira tem dado show lutando em alto nível e demonstra uma evolução incrível a cada apresentação. Zhang tem chances, mas não gera argumentos o suficiente para me fazer apostar na queda da brasileira.

Como apostar na futebol 2021