Estaduais

Goleadas, surpresas e invencibilidade: os destaques dos estaduais no final de semana

Não podia ser pior

Ituano surpreende, acaba com a invencibilidade do Santos na base da goleada e Sampaoli sofre a primeira derrota com o Peixe

Foto: Luciano Claudino/Gazeta Press/Reprodução

A monotonia passou longe dos principais jogos dos estaduais neste final de semana. A começar pelo Campeonato Paulista que viu o Corinthians contrariar os prognósticos do Bet365, vencer o favorito Palmeiras por 1 a 0 e fazer a alegria dos apostadores que acreditaram nesta possibilidade e levaram para casa R$ 5,50 para cada R$ 1,00 investido na vitória do Timão. O Santos foi a surpresa negativa da rodada ao ser goleado por 5 a 1 pelo Ituano que deu aos seus apostadores um retorno de R$ 5,50 para cada R$ 1,00 investido – também de acordo com o Bet365 que acertou ao indicar o favoritismo do São Paulo contra o São Bento. A vitória do Tricolor por 1 a 0 rendeu um lucro de R$ 1,44/1,00.

No Rio de Janeiro, nossos amigos do Bumbet deram a exata noção da “falta de moral” do Botafogo em seu desastroso início de Cariocão, mas caíram do cavalo: o Alvinegro se recuperou contra o Boa Vista, venceu por 3 a 0 e deu um lucro de R$ 3,40/1,00 a quem acreditou em sua “volta por cima”. Por outro lado, nenhuma surpresa nas vitórias de Flamengo e Vasco contra, respectivamente, Cabofriense e Fluminense que confirmaram os odds de R$ 1,45 para o Rubro-Negro e R$ 2,35 para o Cruzmaltino – que segue com 100% de aproveitamento na Taça Guanabara.

Pelo Gauchão, o Bet365 acreditou na impressionante força do Caxias dentro de casa e deu ao então vice-líder uma vantagem de R$ 2,30 contra R$ 2,75 do Grêmio que não tomou conhecimento do rival e venceu com toda autoridade – para alegria da massa Tricolor.

Faltaram supresas apenas no Campeonato Mineiro: Cruzeiro e Atlético-MG confirmaram os prognósticos indicados pelo Bet365, venceram seus jogos, faturaram os 3 pontos e deram lucros de R$ 1,25/R$ 1,00 e R$ 1,36/R$ 1,00 respectivamente.

Melhores sites de apostas

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+4

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+3

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

Transmissão

ao Vivo

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+2 More

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$777

Bônus

+8 More

Saque em 1-2 - Dias

As surpresas do Paulistão

Ituano 5 x 1 Santos

Sem dúvida, a maior supresa da rodada. Depois de quatro jogos onde gerou alguma empolgação pelos sistema ofensivo e o bom futebol jogado – apesar da falta de reforços – o Santos de Jorge Sampaoli sofreu uma pane defensiva no primeiro tempo ontem, dia 3, contra o Ituano em Itu e aos 19 minutos já perdia por 3 a 0 (gols de Morato, Serrato e Jonas). Aproveitando-se de duas falhas do zagueiro colombiano Felipe Aguillar – e de uma falta de concentração irreconhecível no Peixe – o Galo praticamente liquidou o jogo nos primeiros 20 minutos. Aos 41, Jean Mota (sumido no jogo), diminuiu para os visitantes, mas Morato, completamente livre de marcação, fez o quarto aos 46 minutos.

Perdido por 10, perdido por mil, Sampaoli trocou o volante Alisson pelo atacante Yuri Alberto e lançou o time ao ataque. Mas a estratégia serviu apenas para facilitar a vida do Ituano que marcou o 5º gol com Léo aos 18 minutos do segundo tempo. Nos acréscimos, Vanderlei impediu aquele que seria o 6º gol. O resultado serviu para destruir a invencibilidade do Peixe e acabar com seus bons números: até aqui, o Santos tinha 100% de aproveitamento, 11 gols marcados e apenas 1 sofrido. Agora tem 12 gols pró e 6 contra. Acostumando-se ao Brasil e ao futebol brasileiro, Sampaoli agora já sabe porque Itu é a cidade do “exagero”.

Palmeiras 0 x 1 Corinthians

Mais uma vez Palmeiras e Corinthians se encontraram para o tradicional dérbi com o Alvinegro em baixa – Carille tem dificuldades para achar o time e organizar a defesa (exatamente como em 2017). Mais uma vez, o Timão jogou por uma bola e surpreendeu o Verdão (que tem um elenco muito superior e com mais opções capazes de mudar a história de uma partida). Sem beleza nenhuma, quase em um “ataque contra defesa” à partir dos oito minutos do primeiro tempo quando saiu o gol de Danilo Avelar, o Corinthians entregou a bola para o Palmeiras, abriu mão do “direito de jogar” e mantendo seus jogadores a uma distância de aproximadamente 13 metros uns dos outros na fase defensiva, bloqueou as ações do Palmeiras, expôs a falta de repertório de Felipão – que mudou peças mas não o estilo de jogo que era ineficaz desde o momento do gol – e garantiu uma importante vitória em um momento crucial da temporada para o Alvinegro que não se envergonha de “jogar por uma bola” desde que isso traga títulos como em 2017. Não foi bonito de se ver – longe disso – mas, para a Fiel, o que importa é o resultado; e o resultado no sábado, em pleno Allianz Parque, foi ótimo.

São Paulo 1 x 0 São Bento

Poupando titulares para o jogo da próxima quarta-feira contra o Talleres pela pré-Libertadores, os reservas do São Paulo tiveram alguma dificuldade para vencer o bloqueio do São Bento – armado no contra-ataque e que chegou a levar grande perigo em mais de uma oportunidade. Mas, com Hernanes em campo, o Tricolor conseguiu o gol que colocou um ponto final à má-fase no Paulistão aos 14 minutos do segundo tempo. Foi dele o chute da entrada da área que bateu na trave e morreu no fundo do gol de Henal – que foi às lágrimas no meio de semana após falhar em um lance bobo e tomar um grande frango. Ele deu a volta por cima ontem, quando, nos acréscimos, defendeu cobrança de pênalti de Jonatan Gomez. A defesa não serviu para impedir a derrota do São Bento, mas serviu para devolver a confiança ao goleiro. Para o São Paulo, o 1 a 0 foi pouco diante do que o time pode produzir, mas foi o bastante para animar a equipe para o importante duelo deste meio de semana que pode, inclusive, determinar o futuro do técnico André Jardine no Morumbi.

 

Finalmente o Botafogo vence a primeira

Boa Vista 0 x 3 Botafogo

Após um empate e três derrotas pela Taça Guanabara o técnico Zé Ricardo aproveitou o jogo deste domingo contra o Boa Vista para fazer testes no Botafogo de olho no jogo contra o Defensa y Justicia, na próxima quarta-feira pela Copa Sul-Americana. E as mudanças fizeram bem à equipe. Seguro, sem deixar espaços na defesa que pudessem ser explorados pelo adversário, o Alvinegro fez sua melhor partida no ano, definiu o resultado ainda do primeiro tempo com Gustavo Ferrareis, Erick e Jonathan e com seu treinador consciente de que o time ainda tem o que melhorar, vai para o duelo da próxima quarta com a confiança de quem ainda sabe o que é vencer e superar os momentos de maior dificuldade. Se continuar assim, pode ser que o Fogão entre também na disputa da Taça Rio, o segundo turno do Cariocão.

Vasco 1 x 0 Fluminense

O aguardado duelo entre Vasco e Fluminense foi melhor para o Cruzmaltino que abriu o placar aos 25 minutos do primeiro tempo com Pikachu cobrando pênalti de Natan (a bola bateu no braço dele). Um resultado que mantém a equipe de São Januário com 100% de aproveitamento neste primeiro turno do Cariocão e impõe ao Fluminense sua primeira derrota. Após o gol, o jogo seguiu movimentado, mas ligeiramente desorganizado, o Tricolor pouco ameaçava a defesa vascaína. De emocionante mesmo apenas uma falta de Danilo Barcelos que raspou a trave de Fernando Miguel e uma cabeçada de Luciano que ficou no travessão – ambas no final do segundo tempo. O resultado, entretanto foi o bastante para colocar as duas equipes na semifinal da Taça Guanabara: o Vasco enfrenta o Resende e o Fluminense medirá forças com o Flamengo que goleou no final de semana.

Flamengo 4 x 0 Cabofriense

Diante de um bom público no Maracanã, o Flamengo fez seu melhor jogo na temporada e não teve nenhum problema para golear a Cabofriense por 4 a 0 com gols de William Arão, Diego, Arrascaeta e Bruno Henrique. A equipe vem ganhando corpo e Abel Braga, com o rodízio de jogadores, vai deixando o elenco na ponta dos cascos para ter opções táticas durante toda a temporada – com Bruno Henrique mostrando jogo após jogo porque Jorge Sampaoli ficou tão irritado com sua saída.

 

Deu a lógica no Sul e em Minas

Caxias 0 x 3 Grêmio

Mantendo suas características, Renato Gaúcho poupou os titulares e subiu a serra com um time reserva para encarar o Caxias, então vice-líder do Campeonato Gaúcho, no último domingo. Forte em seus domínios, o mandante era indicado com um ligeiro favoritismo pelas principais casas de apostas, mas, após um primeiro tempo prá lá de sonolento, o Imortal acordou pelos pés de Pepê. Após Júlio César salvar o Tricolor em um cabeceio à queima-roupa de Lindomar no início da segunda etapa, o jovem atacante gremista abriu o placar aos oito minutos. Aos 15 ele fez o segundo e aos 35 quase fez o terceiro – que ficou na trave. Com fome de gol e dominando o adversário, o Grêmio fechou a fatura com Felipe Vizeu que saiu do banco de reservas para guardar o seu aos 42.

Atlético-MG 2 x 0 Guarani

Com a cabeça no duelo de amanhã, terça-feira, contra o Danubio no Uruguai pela pré-Libertadores, o Atlético-MG não teve dificuldades para liquidar o jogo contra o frágil Guarani ainda no primeiro tempo, no Horto, no último sábado, dia 2. Com gols de Alerrandro e Maicon Bolt em sua estreia, o Galo fechou a 5ª rodada do Campeonato Mineiro na 3ª colocação, 1 ponto atrás de América-MG e Cruzeiro – respectivamente, líder e vice-líder, ambos com 11 pontos.

Vila Nova 0 x 3 Cruzeiro

No jogo que marcou as estreias de Dodô e Rodriguinho, o Cruzeiro não teve dificuldades para superar o Vila Nova e seguir encostado no América-MG na liderança do Campeonato Mineiro. Com gols de Fred e Rafinha (no primeiro tempo) e Raniel no segundo, a equipe do técnico Mano Menezes não foi ameaçada em nenhum momento pelos visitantes e agora terá a semana de folga para aprimorar a parte física e técnica do elenco – seu próximo jogo será no domingo, 10, contra o Tupynambás no Mineirão.

Comentários

1 Comentário

1 Comentário

  1. Pingback: Prognóstico para Altos x Santos pela 1ª fase da Copa do Brasil | Ganhador.com

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar