Brasileirão Série A

Gabigol brilha no Cartola e vitória do Flamengo sobre o Palmeiras demite Mano e Mattos; resultados da 36ª rodada mantém Fortaleza, Goiás e Bahia na luta pelo G-8

Derrota por 3 a 1 contra o Flamengo acaba com a Era Mano Menezes no Palmeiras

Mano Menzes não resiste à terceira derrota seguida e é demitido do Palmeiras; Alexandre Mattos também não é mais o diretor de futebol alviverde.

Foto: Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação

Faltando ainda o jogo entre Vasco e Cruzeiro nesta segunda-feira, dia 2, a 36ª rodada do Campeonato Brasileiro vai chegando ao final provocando estragos e especulações – e também garantindo uma boa dose de emoção para os últimos jogos da temporada 2019.

Com dois gols de Gabigol que, para variar, fez a festa de quem o escalou no Cartola – ao lado de Luciano do Grêmio – se deu bem no fantasy game, e nas casas de apostas, quem acreditou no poder de fogo dos jovens artilheiros. Pior para Palmeiras e São Paulo que fecharam a rodada no prejuízo.

No Verdão o estrago foi maior: a pressão em cima de Mano Menezes e Alexandre Mattos (técnico e diretor de futebol) que já era grande, ficou insuportável e ambos acabaram demitidos após o jogo.

Classificado para a Libertadores graças à vitória do Fortaleza sobre o Goiás, o São Paulo terá na próxima rodada o confronto direto com o Internacional pela vaga na fase de grupos. Com seis pontos ainda em disputa, Internacional, Corinthians, Fortaleza Goiás e Bahia – nessa ordem e com o tricolor baiano tendo chances remotas – ainda brigam por duas vagas na competição continental.

Veja a seguir como foram os principais lances da 36ª rodada do Campeonato Brasileiro e como foi possível lucrar com as estratégias do Cartola e as dicas de apostas do Ganhador.

Melhores sites de apostas

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+4

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$777

Bônus

+8 More

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

100%

ATE

$1,000

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

Transmissão

ao Vivo

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+2 More

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$150

Bônus

+3

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

100%

ATE

$600

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

100%

ATE

$1000

Saque em 1-2 - Dias

Palmeiras 1 x 3 Flamengo

Flamengo demite o quarto técnico rival na temporada

A demissão de Mano Menezes após os 3 a 1 que o Palmeiras levou em casa, com torcida única, foi a quarta provocada pelo Flamengo de Jorge Jesus em 2019. Antes de Mano, Felipão (Palmeiras), Fábio Carille (Corinthians) e Adílson Batista (Ceará) perderam seus empregos após derrotas para o poderoso Urubu.

O duelo deste domingo, além de consagrar Gabigol no Cartola e garantir uma boa pontuação para quem escolheu a linha de frente rubro-negra (Arrascaeta foi o outro artilheiro da noite), rendeu 3,25 por um para quem apostou no triunfo rubro-negro e também deu um retorno de 1,66 para cada real investido na nossa dica de aposta em um jogo com placar final acima de 2 gols.

Apático, o Palmeiras pouco fez em campo para evitar a derrota e ao final do primeiro tempo já perdia por 2 a 0 (Arrascaeta e Gabriel). Aos 40 segundos da etapa final o Urubu ampliou com Gabigol que recebeu passe de Gérson após saída de bola errada de Vitor Hugo. Com a grande vantagem no placar, o Flamengo tirou o pé e passou a controlar o jogo. Matheus Fernandes diminuiu e Bruno Henrique e William quase guardaram os deles – mas ficaram só no quase mesmo.

Recordes rubro-negros e a reformulação alviverde

Com as demissões de Mano Menezes e Alexandre Mattos, o Palmeiras agora junta os cacos, tenta acalmar a torcida e começa a planejar seu 2020. O principal alvo da cartolagem é Jorge Sampaoli que, insatisfeito com a falta de recursos do Santos e de juízo de seu presidente, a cada dia dá pistas maiores de que não seguirá na Vila Belmiro na próxima temporada. O Racing da Argentina também tem planos de contar com o treinador. Sem citar nomes, Maurício Galliotte, presidente do Palmeiras, em entrevista coletiva disse que o elenco passará por grandes mudanças.

Pelo lado do Flamengo, os 87 pontos são um novo recorde no Brasileirão por pontos corridos assim como os 24 gols marcados por Gabigol, artilheiro da Série A pelo segundo ano consecutivo e recordista de gols marcados desde que a fórmula com 20 times foi adotada em 2006.

 

Quem foi bem?

Santos e Grêmio vencem e seguem no topo

Com gols de Lucas Veríssimo e Evandro – cada um no começo de cada etapa, o Santos não teve dificuldades para superar a já rebaixada Chapecoense na Vila Belmiro  e confirmar nossa dica de aposta para este duelo pagando 1,21 por um. O resultado serviu também para colocar o Peixe isolado na segunda colocação do torneio – principal objetivo de Jorge Sampaoli após a confirmação da conquista do título por parte do Flamengo.

Encarando o Grêmio no confronto direto pelo 4º lugar o São Paulo foi mal em Porto Alegre e mais uma vez foi derrotado: 3 a 0 em seis minutos do segundo tempo após uma primeira etapa sonolenta (gols de Luciano, dois e Alisson). O resultado, além de confirmar o Grêmio na fase de grupos da Libertadores do ano que vem, foi de encontro aos nossos prognósticos e complicou a vida do São Paulo que precisará vencer o Internacional na próxima rodada no confronto direto para evitar a pré-Libertadores em 2020.

 

Fortaleza entra na briga pela Libertadores e o Galo se garante na Série A

Os gols saíram todos no primeiro tempo com Bruno Melo e Osvaldo marcando para o Fortaleza e Rafael Moura descontando para o Goiás. Apostando nos contra-ataques no segundo tempo e mantendo a organização defensiva, o tricolor soube controlar as investidas dos donos da casa para fazer história e conquistar pela primeira vez uma vaga na Copa Sul-Americana – além, é claro, de confirmar nossa dica de aposta em um jogo com mais de 2,5 gols a 2,50 por um. E tem mais: faltando ainda seis pontos a serem disputados, o time do técnico Rogério Ceni, com 49 pontos e podendo chegar aos 57, entrou na briga por uma vaga na Libertadores.

Também com 49 pontos, o Goiás está na mesma briga.

E uma das vagas que pode acabar no colo de Fortaleza ou Goiás é a do Corinthians que tropeçou fora de casa e voltou para São Paulo com uma derrota por 2 a 1 para o Atlético-MG. Melhor para o Galo que conseguiu chegar aos 45 pontos e não corre mais risco de rebaixamento. O jogo em Minas foi bom e teve dois protagonistas: Janderson e Cazares. O equatoriano abriu o placar no primeiro tempo com um golaço quando o Timão era melhor. No lance seguinte, Janderson deixou tudo igual ao pegar rebote de finalização de Gustavo. No segundo tempo, os atletas definiram o jogo: Janderson perdeu a bola na defesa e cometeu pênalti em Cazares. Fábio Santos bateu e garantiu a vitória por 2 a 1 que rendeu 1,74 por um para quem seguiu nossa dica de aposta em um jogo com mais de gols (e teriam sido ainda mais se o juiz não tivesse anulado um tento para cada lado).

 

Bahia vence o CSA e acaba com jejum de vitórias

No sufoco e com um jogador a menos o Bahia finalmente colocou um ponto final à série de nove jogos sem vitórias, rendeu 2,30 por um em nossa dica de aposta e praticamente rebaixou o CSA. O tricolor saiu na frente com Gilberto no primeiro tempo, mas sofreu o empate no início da segunda etapa (gol de Nílton). Pouco tempo após o empate, Ronaldo foi expulso e deixou o time de Roger Machado com um jogador a menos. Brilhou então a estrela de Arthur Caíke que aos 40 minutos marcou o gol que decretou a vitória e recompensou a garra do Bahia que mesmo em desvantagem numérica não deixou de buscar o gol.

 

Quem foi mal

Ceará, Botafogo e Fluminense não vencem e seguem com risco de rebaixamento

Namorando com a Série B e estreando um técnico novo – Argel Fucks – o Ceará pressionou a defesa do Athletico-PR (que apostou em um time misto) durante maior parte dos 90 minutos do jogo, mas o gol só veio mesmo após os 40 minutos do segundo tempo com o Furacão em desvantagem numérica (Vitinho que entrou no lugar de Leo Cittadini foi expulso). Matheus Gonçalves, aos 42, colocou o Vozão na frente, mas Madson aos 48 deixou tudo igual, manteve a invencibilidade atleticana e embolou mais um pouco a briga contra o Z-4 (se vencer o Vasco nesta segunda-feira, o Cruzeiro empurra o Ceará para a 17ª posição).

Precisando somar pontos para afastar-se do Z-4 o Fluminense falhou miseravelmente em sua missão de derrotar o Avaí na Ressacada e chegar à sua terceira vitória seguida. Contra o já rebaixado e pior time do Brasileirão, o Tricolor saiu na frente ainda no primeiro tempo. Mas, como manda a escola brasileira de futebol, recuou demais no segundo tempo e deu campo para o Avaí que, sem nenhuma pressão (ou ambição) era mais perigoso e tentava “achar” um gol. E o gol veio em cobrança de pênalti de João Paulo – que precisou bater duas vezes – no final do jogo. Na primeira cobrança, Marcos Felipe defendeu, mas o árbitro mandou voltar porque o goleiro do Flu se adiantou. Com o empate, o tricolor segue ameaçado pelo fantasma do Z-4.

Em um duelo que não foi um primor de futebol, o goleiro Gatito Fernandez (que salvou a pele botafoguense em mais de uma oportunidade) foi o nome do jogo contra o Internacional, de modo negativo. Aos 38 minutos do segundo tempo o paraguaio falhou em um chute fraco de Paolo Guerrero de fora da área a acabou levando o gol de definiu o jogo, confirmou nossa dica de aposta, colocou o Colorado na batalha com o São Paulo por uma vaga nos grupos da Libertadores e manteve o alvinegro na área de risco de rebaixamento. Bastante coisa para um único gol (meio que sem-querer).

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar