Copa do Mundo Feminina 2019

França x Estados Unidos: palpites para “final antecipada” da Copa do Mundo Feminina

Quem avança?

Líderes nos outrights das principais casas de apostas, as favoritas ao título, França e Estados Unidos se enfrentam pelas quartas de final da Copa do Mundo.

Foto: Reprodução

“Intrusa” em uma “festa européia” que conta com Inglaterra, Alemanha, Noruega, Itália, Suécia e Holanda, a seleção dos Estados Unidos volta a campo nesta sexta-feira dia 28, para medir forças com a França, anfitriã da Copa do Mundo Feminina e segunda colocada nos outrights da competição, atrás apenas (e justamente) das norte-americanas, atuais campeãs mundiais e favoritas ao título. É, na verdade, a final que os amantes do futebol sonhavam – mas que , infelizmente, acontecerá nas quartas de final da competição. E este será, para variar, um jogo sem favoritos segundo o Bodog que paga R$ 2,25 para a vitória dos EUA contra R$ 3,15 para o sucesso da França com o empate fechando em R$ 3,20 e sendo um resultado nem um pouco improvável se tomarmos como base a forma como francesas e americanas conseguiram o direito de disputar as quartas de final superando – no sufoco – brasileiras e espanholas, respectivamente.

Melhores sites de apostas

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+4

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$150

Bônus

+3

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

Transmissão

ao Vivo

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+2 More

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$777

Bônus

+8 More

Saque em 1-2 - Dias

(R$ 3,15) França x Estados Unidos (R$ 2,25)

França e Estados fazem o segundo jogo das quartas de final da Copa do Mundo Feminina nesta sexta-feira, dia 28, a partir das 16 horas no estádio Parc de Princes (mais conhecido por aqui como o estádio do PSG). As “donas da casa” chegaram a esta fase do torneio após superarem o Brasil nas oitavas de final – duelo decido no segundo tempo da prorrogação após empate em 1 a 1 no tempo regulamentar. A seleção dos Estados Unidos, diferente do que se podia imaginar com seu cartel de 18 gols pró e nenhum contra, sofreu para superar as espanholas após saírem na frente com o pênalti cobrado por Megan Rapinoe e sofrerem o empate dois minutos depois graças a Hermoso que aproveitou saída de bola errada da goleira norte-americana para deixar tudo igual. Foi preciso novo pênalti, aos 30 minutos do segundo tempo (com confirmação do VAR), para dar às meninas do Tio Sam a vitória sobre uma Espanha que, assim como o Brasil, ficou sem fôlego e acabou tombando pelo caminho. A cobrança foi, novamente, de Megan Rapinoe, capitã do Team USA e “dona do jogo” na última segunda-feira.

 

Por que os Estados Unidos têm o favoritismo?

Pagando R$ 2,20 para cada R$ 1,00 investido em suas chances de conquista do título – segundo números atualizados do Bodog –, a seleção dos Estados Unidos é apontada como a grande favorita à conquista da Copa do Mundo desde que a bola começou a rolar, ultrapassando muito rapidamente a França nos outrights das casas de apostas. Apesar das dificuldades encontradas no jogo contra a Espanha, a verdade é que após reassumir a liderança da partida, as americanas não foram mais ameaçadas pelas adversárias até o apito final. Há de se exaltar também os méritos de uma equipe que chega a uma invencibilidade de 13 jogos (11 vitórias e dois empates em todas as competições que disputou) e soma 20 gols a favor e apenas um sofrido em uma Copa do Mundo.

As jogadoras dos Estados Unidos atuam com a autoridade e a confiança. Essa segurança – além, é claro, dos números conquistados até aqui e do trabalho de longo prazo feito no país para evoluir o futebol feminino – explicam a ligeira vantagem de R$ 0,90 nos odds para o jogo desta sexta-feira que dão ao Team USA R$ 2,25 para cada R$ 1,00 investido em sua vitória.

 

Por que a França é a zebra?

Chamar a seleção da França de “zebra”chega a parecer ingênuo. Parte desta “nova percepção” que foi associada à seleção francesa se deve em partes ao jogo contra a seleção brasileira pelas oitavas de final. Jogando um futebol muito abaixo daquele que mostrou nesta Copa do Mundo – e que lhe garantiu uma série de oito vitórias seguidas em cinco amistosos e nos três primeiros jogos do Mundial –, a França até saiu na frente do Brasil, mas sofreu o gol de empate e não teve domínio para buscar a vantagem novamente no tempo regulamentar. Na verdade, enquanto teve fôlego e pernas para correr, o Brasil esteve mais perto da virada do que as donas da casa de reassumirem a dianteira. Mas, na prorrogação, a estrutura mais profissional da equipe francesa prevaleceu e o preparo físico fez a diferença. Pregadas em campo, as meninas no Brasil não conseguiram evitar o gol francês aos dois minutos do segundo tempo.

Esse jogo serviu para “assustar” a torcida francesa e acender as luzes de alerta para Les Bleu. Os Estados Unidos não são o Brasil e se as donas da casa fizerem uma apresentação tão abaixo do que podem como fizeram nas oitavas de final, o jogo das quartas será um passeio para a equipe da capitã Rapinoe. Por isso os odds apontam a França um pouco abaixo dos EUA, pagando R$ 3,15 para cada R$ 1,00 investido. Mas é claro que esta diferença de R$ 0,90 entre os times poderá ser compensada pelo apoio da torcida que abraçou sua seleção feminina, acreditou no projeto e comparece em massa ao jogos.

 

16h00: (R$ 3,15) França x Estados Unidos (R$ 2,25) (Empate R$ 3,20)

Melhor palpite para França x Estados Unidos

A primeira coisa que podemos dizer é que nada indica que teremos um jogo desequilibrado com uma seleção prevalecendo sobre a outra. E muito menos um festival de gols. Por conta disso, vale a pena investir em uma partida com menos de três gols a R$ 1,34 segundo o Bodog. Acreditar que as duas equipes marcarão gols a R$ 1,83 não é uma aposta ruim, da mesma forma que investir na hipótese-dupla de empate ou vitória dos Estados Unidos a R$ 1,37 aumenta sua chance de sucesso.

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar