Brasileirão Série A

Flamengo derruba o Ceará, ultrapassa o Santos e assume a liderança do Campeonato Brasileiro

Arrascaeta marca de bicicleta e ajuda a colocar o Flamengo no topo da tabela do Brasileirão

Foto: Alexandre Vidal / Flamengo / Reprodução

Após uma série de resultados malucos e uma reviravolta inacreditável na Vila Belmiro, a 16ª rodada do Campeonato Brasileiro vai chegando ao seu final com um novo líder: o Flamengo de Jorge Jesus. O técnico português vem provando, rodada após rodada, que o grande problema do fraco desempenho do Urubu antes da parada para a Copa América era mesmo Abel Braga. Nas mãos do novo treinador, o rubro-negro tropeçou, sim, mas no balanço geral o saldo (e o futebol) é positivo e bem superior ao mostrado na primeira metade do ano. Pior para o Santos que não perdeu, mas emendou a terceira rodada sem vitórias e pagou o preço do vacilo monstruoso neste final de semana na Vila Belmiro: ao ceder o empate em 3 a 3 para o Fortaleza – após abrir uma vantagem de 3 a 0 –, o Peixe pavimentou o caminho do Flamengo até a liderança do Brasileirão.

Botafogo e Chapecoense fecham a 16ª rodada da competição nesta segunda-feira – e ainda dá tempo de lucrar com o duelo.

Melhores sites de apostas

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+4

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+2 More

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

Transmissão

ao Vivo

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$777

Bônus

+8 More

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$150

Bônus

+3

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

100%

ATE

$600

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

100%

ATE

$1000

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

100%

ATE

$1,000

Saque em 1-2 - Dias

Botafogo x Chapecoense

Ir bem no Cartola pode aumentar seus lucros

Botafogo e Chapecoense entram em campo nesta segunda-feira a partir das 20 horas no Engenhão. E embora tenhamos publicado nossas dicas de apostas para este jogo aqui e aqui; ainda é possível aumentar suas chances de lucro aplicando a mesma lógica que usamos no Cartola – fantasy game baseado no desempenho dos times e seus jogadores. Se você costuma mitar no jogo, pode mitar também no mundo real e lucrar com isso. Um exemplo para o fechamento da rodada: Everaldo, atacante da Chapecoense é um dos artilheiros do Brasileirão com 8 gols e tem pela frente uma defesa que já sofreu 15 gols (média de 1 por jogo).  Segundo o Bodog, vale a pena acreditar na vitória do Fogão a R$ 1,74 (em 25/08/2019), mas se investirmos na hipótese de que vencerá sofrendo ao menos um gol, o retorno pula para R$ 4,95 por R$ 1,00. Mas, se não quiser indicar um vencedor, apostar que ambos os times marcarão – ainda tendo como base o desempenho de Everaldo e da defesa do Botafogo – rende R$ 2,15 para cada real investido.

Uma dica: compare o desempenho das suas escolhas no fantasy game do Brasileirão e veja como elas podem ajudar nos seus investimentos da rodada.

 

Resumo da Rodada

Enquanto o Santos trava, o Flamengo avança

Santos 3 x 3 Fortaleza

Após um primeiro tempo arrasador, onde abriu uma vantagem de 3 a 0 em 31 minutos e ia confirmando nossas dicas de apostas, o Santos entrou em curto e permitiu que o Fortaleza, no segundo tempo, buscasse um improvável empate em 3 a 3 – resultado que, merecidamente, custou ao Peixe a liderança do Brasileirão e vai dar muita dor de cabeça para o técnico Jorge Sampaoli que após uma boa série invicta, enfileira uma sequência de três jogos sem vitórias: duas derrotas fora de casa e este empate pela 16ª rodada.

Como vem sendo normal no Brasileirão, houveram polêmicas com o VAR – apesar dos acertos em todas as decisões. Mas o VAR não pode ser responsabilizado pela frouxidão santista que abriu vantagem com Marinho no primeiro minuto de jogo e, depois, ampliou com Jorge aos nove e Sasha aos 31; e permitiu que o Fortaleza deixasse tudo igual com Wellington Paulista duas vezes – aos 14 e aos 22 – e Tinga aos 49. Castigo merecido ao Peixe que mesmo sofrendo pouca pressão abusou da sorte e do direito de errar.

Ceará 0 x 3 Flamengo

Sabendo da lambança que o Santos havia feito no jogo das 16 horas, o Flamengo foi a campo às 19 enfrentar o Ceará no Castelão sabendo que precisava vencer para alcançar os mesmos 33 pontos do Peixe e assumir a liderança do Brasileirão nos critérios de desempate. E foi isso que o Urubu fez, para alegria de sua torcida e daqueles que seguiram nossas dicas (aqui e aqui). Com gols de Marí e Gabigol no primeiro tempo e um golaço de bicicleta de Arrascaeta nos acréscimos do segundo, o Flamengo, mesmo sem quatro titulares (Rafinha, Filipe Luis, Cuellár e Bruno Henrique não jogaram), não perdeu consistência diante do Ceará sempre perigoso em casa (tanto que finalizou 18 vezes contra 11 do rubro-negro, mas sem a mesma precisão), e voltou para o Rio de Janeiro, merecidamente, líder.

 

Resultados malucos

Vasco 2 x 0 São Paulo

Em condições normais, o Vasco vencer o São Paulo em São Januário não é nada fora da curva. Mas as condições não eram normais. O São Paulo, badalado, trouxe Daniel Alves e Juanfran para o Morumbi e não sabia o que era perder desde a retomada do Brasileirão após a Copa América. O Vasco, por sua vez, vem mostrando um trabalho eficiente de Vanderlei Luxemburgo como há muito tempo não se via, mas a realidade do clube e do elenco para este Brasileirão é bem clara: joga para não cair – mais uma vez – para a Série B.

Por isso, os odds indicavam uma jornada “tranquila” para o tricolor (o que não aconteceu). Pressionado pela marcação alta do Vasco e com uma tarde particularmente sem inspiração de todo o time – em especial, da defesa –, o time de Cuca foi dominado desde os primeiros movimentos da bola em São Januário. A discutível expulsão de Raniel aos 37 do primeiro tempo apenas piorou o que já era ruim.

Com um jogador à mais, o Vasco, que sempre foi melhor com a bola rolando, voltou pressionando ainda mais do segundo tempo e, aos 11 minutos, Talles (destaque do jogo), aproveitou desvio de Cástan e fez 1 a 0. Em desvantagem, o São Paulo tentou se organizar em campo para buscar o empate sem sucesso. A tarde era mesmo vascaína e Felipe Bastos confirmou isso ao fazer o segundo aos 35 minutos e acabar com o sonho tricolor de empatar no topo da tabela com Santos e Flamengo.

Avaí 1 x 1 Corinthians

Como dissemos aqui, embora acreditássemos na vitória do Corinthians sobre o Avaí, empate na Ressacada não seria nenhuma surpresa – como, aliás, não foi. O jogo, em geral foi ruim e com poucas oportunidades. Atuando com vários reservas o Timão fez o Carillebol tradicional: jogou para não perder. O Avaí, por sua vez, fez o melhor que pode com o elenco que tem. A expulsão de Michel Macedo no segundo tempo facilitou a jornada para os donos da casa que abriram o placar logo depois com Richard Franco. Em desvantagem, Carille mexeu no time e tirou Boselli para a entrada de Vágner Love que cavou a expulsão de Betão e ainda fez o gol de empate no final do jogo, aproveitando bate-rebate. No geral, um empate com a cara do jogo: ruim para os dois lados e mais do que mereceram.

Goiás 2 x 1 Internacional

Como dissemos aqui, era um jogo para mais de 2 gols (independente do vencedor). Com a cabeça no duelo decisivo das quartas de final da Libertadores no Beira-Rio contra o Flamengo, o Internacional mandou um time de reservas encarar o Goiás no estádio Serra Dourada. E a estratégia até que começou dando certo: aos 11 minutos, Guilherme Parede abriu o placar para o Colorado e, pior, após revisão do VAR, o juiz anulou o amarelo que havia dado a Léo Sena por falta no início da jogada e aplicou o vermelho, deixando o Esmeraldino com um jogador à menos. Mas os comandados de Odair Hellmann não souberam aproveitar a superioridade numérica e no segundo tempo cederam o empate a virada.

Os donos da casa voltaram melhores para a etapa final e com o treinador Ney Franco já ouvindo os primeiros “burro” no estádio, deixaram tudo igual com Michael aos 25 minutos. Após o empate, o Internacional acordou para a vida e voltou a buscar o gol, mas, sem sucesso. Nos acréscimos, a bola parada decidiu: Raphael Vaz, em cobrança de falta perfeita, deu a vitória aos donos da casa.

Atlético-MG 0 x 1 Bahia

E o Bahia, que ainda não havia vencido como visitante neste Brasileirão, escolheu o estádio Independência como palco de sua primeira vitória fora de casa na competição – fato que esculhambou com as dicas de apostas para este jogo. Pior para  o Atlético-MG, que pressionou desde os primeiros movimentos do jogo mas não encontrou espaços na boa defesa tricolor (e quando achou, parou na excelente atuação de Douglas, uma verdadeira muralha em Minas). Com o contra-ataque armado, o Bahia precisou apenas de uma chance – que veio aos 19 minutos e não foi desperdiçada por Gilberto: 1 a 0.

O segundo tempo começou igual, com Douglas garantindo o bicho do Bahia que, aos poucos, equilibrou as ações, deixou o jogo mais pegado e conseguiu, no final, cozinhar o Galo e voltar para a casa com 3 pontinhos muito importantes.

 

Sem surpresas

Grêmio 2 x 1 Athletico-PR

Pensando no jogo da próxima terça-feira contra o Palmeiras – que não jogou na rodada – pelas quartas de final da Libertadores, o Grêmio mandou o time reserva a campo medir forças com o Athletico-PR e à exemplo do que já havia feito na ida das semifinais da Copa do Brasil, se deu bem. Logo aos três minutos do primeiro tempo, Lucas Halter e Léo Pereira foram solidários na lambança da defesa. Diego Tardelli, que não tinha nada com isso, mostrou oportunismo e passou para Luan que abriu o placar. O Athletico-PR subiu o tom, dominou a posse de bola, mas não conseguiu igualar o resultado parcial – e por pouco não levou o segundo com Thaciano. Aos dois minutos da etapa final, porém, Rony aproveitou cruzamento de Marcelo Cirino e, de voleio, deixou tudo igual. Mas, a alegria da igualdade durou pouco: aos seis minutos, Rafael Galhardo cruzou, e Thaciano (agora, sim!) apareceu livre na área para cabecear firme e recolocar o Grêmio em vantagem. O jogo ficou aberto e o Imortal ainda deixou escapar a chance de fazer o terceiro: Tardelli cobrou mal o pênalti de Márcio Azevedo em Patrick. Mas, o 2 a 1 bastou para garantir a vitória e também confirmar nosso palpite de um jogo com mais de 2 gols.

CSA 1 x 1 Cruzeiro

Parecia que o Cruzeiro chegaria à segunda vitória seguida. Mas, apenas parecia. A Raposa até saiu na frente com Fred aproveitando rebote de bom cabeceio de Thiago Neves aos 10 minutos do primeiro tempo, mas, após um jogo até que divertido e disputado, veio o castigo: aos 48 minutos do segundo tempo, Edilson cortou mal a bola, Apodi ficou com a sobra e deu um chute torto que desviou em Fabrício Bruno e morreu no fundo do gol de Fábio. 1 a 1 que não foi grande surpresa e confirmou a nossa dica de aposta.

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar