Ganhador.com

Futebol

Ex-professor de Mourinho é a aposta do Santos para esquecer Sampaoli em 2020. Dará certo?

Santos encontra um técnico estrangeiro para chamar de seu

Santos fecha acordo com Jesualdo Ferreira e aumenta o número de técnicos estrangeiros atuando no Brasil.

Foto: Reprodução

Após a conturbada saída de Jorge Sampaoli, o Santos não perdeu muito tempo e, obcecado pela contratação de um profissional estrangeiro, fechou negócio com Jesualdo Ferreira. Apelidado de “professor”, o português de 73 anos tem no currículo passagens bem-sucedidas por Benfica, Porto, Braga e Sporting – para ficar apenas na liga lusitana – e mais de 40 anos no futebol. Jesualdo dividiu este tempo entre o gramado e as salas de aula do Instituto Superior de Educação Física, em Lisboa, onde deu aulas para José Mourinho (Tottenham), Nuno Espírito Santo (Wolverhampton) e Jorge Jesus (Flamengo).

Considerado um estudioso do futebol, o português costuma adotar o esquema 4-3-3 em suas equipes, trabalhando com um volante mais dedicado à marcação e dois meias que apoiam tanto o ataque quanto a defesa. Diferente do “DNA ofensivo” do Santos, Jesualdo aposta em equipes equilibradas que contra-atacam de forma fulminante. O tempo dirá se o equilíbrio do português fará sucesso na Vila Belmiro como a ofensividade de Sampaoli fez.

Melhores sites de apostas

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+4

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

100%

ATE

$1,000

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

Transmissão

ao Vivo

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$777

Bônus

+8 More

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$150

Bônus

+3

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

100%

ATE

$600

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+2 More

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

100%

ATE

$1000

Saque em 1-2 - Dias

Quem é Jesualdo Ferreira?

Além da carreira como professor no Instituto Superior de Educação Física, o técnico Jesualdo Ferreira conquistou bons resultados por onde passou. Seu maior triunfo foi o tricampeonato português entre 2007 e 2009 à frente do Porto. Mas foi a sua passagem pelo Braga entre 2003 e 2006 que o colocou no caminho do tricampeão. Com um trabalho consistente, Jesualdo mudou o Braga de patamar e o time passou a incomodar os gigantes Porto e Benfica na luta pelo título nacional.

Antes disso passou por Rio Maior, Torrense, Acadêmica, Atlético, Estrela, FAR Rabat (Marrocos), seleção portuguesa sub-21, Alverca,  Benfica e Braga. Ao sair do Porto, girou os mercados da Europa e periféricos trabalhando com Málaga (Espanha), Panathinaikos (Grécia), Sporting, Zamalek (Egito) e Al-Sadd (Catar).

O Mundo Árabe foi seu último destino nos campos antes de entrar em um acordo com o Santos. Pouco após a conquista do título do Catar em Abril – que qualificou o time para a disputa do Mundial de Clubes –, Ferreira desligou-se do Al-Sadd e vinha atuando como comentarista na TV portuguesa e cogitando uma aposentadoria do trabalho como treinador.

 

O casamento entre Jesualdo e Santos dará certo?

Ainda não há odds para mostrar o que as principais casas de apostas pensam sobre a chegada de Jesualdo Ferreira ao Santos, mas de tudo o que sabemos a respeito do treinador é possível imaginar que técnico e clube precisarão se “ajustar” um ao outro. O perfil de estudioso combina com o estilo mais conservador que Jesualdo mostrou nos clubes por onde passou. O Santos e, principalmente sua torcida, gostam de um time que jogue ofensivamente, tomando as rédeas do jogo e não atuando de forma reativa – um dos grandes motivos, além da série de resultados negativos, para a queda de Jair Ventura em 2018.

Com grande conhecimento tático e assumindo um clube que não tem muitos recursos para contratações, Jesualdo Ferreira precisará se valer dos talentos da base santista para montar seu elenco. Isso é uma coisa que a torcida do Peixe, acostumada a ver o time revelando nomes como Robinho, Diego Ribas, Neymar e Rodrygo, gosta muito.

Com as saídas de Gustavo Henrique (zagueiro) e Victor Ferraz (lateral), o clube trouxe, até o momento, o atacante Raniel e o lateral-direito Madson. A montagem do elenco deverá ficar em suspense até o próximo dia 6, data em que Jesualdo Ferreira deverá ser anunciado oficialmente pelo Santos.

O tempo e a forma como Ferreira trabalhará o time em um campeonato (Brasileirão) que ele recentemente classificou como o pior do mundo dirá se o casamento entre clube e treinador dará frutos – como deu a conturbada relação com Sampaoli.

O Paulistão será um bom termômetro.

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar