Copa do Mundo Feminina 2019

De virada, Austrália derruba o Brasil na Copa do Mundo em rodada sem tropeços das favoritas

De virada

Bem no primeiro tempo, Brasil perde Marta, Formiga e o fôlego na etapa final e cede a virada às australianas.

Foto: Reprodução

Parecia que o Brasil iria engatar a segunda vitória seguida na Copa do Mundo Feminina após o pesadelo que foi a série de 10 jogos sem vitórias com nove derrotas em sequência antes do torneio. O time fez um grande primeiro tempo, mas, sem fôlego na etapa final, cedeu a virada. O lado bom é que o leitor que seguiu a indicação do Ganhador para este jogo (que cravou a vitória das Matildas), faturou 2,20 por 1,00 ao apostar que o Brasil faria o primeiro gol do jogo. Nos demais jogos da segunda rodada dos grupos A, B e C, lucros para quem foi fiel às nossas dicas e viu as favoritas França, Alemanha, Nigéria e China vencerem seus jogos.

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+4

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

100%

ATE

$1,000

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

Transmissão

ao Vivo

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$150

Bônus

+3

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

100%

ATE

$600

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

100%

ATE

$1,000

Saque em 1-2 - Dias

Austrália 3 x 2 Brasil

Brasil domina o primeiro tempo, mas, sem fôlego, é dominado no segundo e leva a virada australiana

Com marcação alta e pressionando a defesa da Austrália – exatamente como havia feito a Itália na primeira rodada – o Brasil começou o jogo mais perigoso e dando calor na defesa australiana que batia-cabeça no primeiro tempo. Apesar de errar muitos passes, as meninas do Brasil abriram o placar com Marta em cobrança de pênalti de Knight em Letícia Santos aos 26 minutos. Com o tento, Marta se igualou a Klose com 16 gols marcados em uma Copa do Mundo e é a primeira mulher a balançar as redes em cinco edições da competição. Aos 36, Tamires fez grande jogada e tocou para Debinha que cruzou para Cristiane marcar de cabeça seu quarto gol no torneio.

Mas as australianas não estavam mortas. Partiram para o ataque e aos 46 minutos Ford aproveitou erro de Mônica para, de cabeça, diminuir para as Matildas.

O Brasil voltou para o segundo tempo sem Formiga – que sentiu uma pancada no tornozelo e havia levado o amarelo – e sem Marta que ainda se recupera de uma lesão na coxa e não tem condições para jogar os 90 minutos. Luana e Ludmila foram para o jogo, mas a inexperiência da nova formação “pesou” e as australianas ganharam terreno e passaram a pressionar em busca do empate – e da virada – que vieram sem querer em um cruzamento “errado” de Logarzo que acabou bisonhamente no fundo do gol de Bárbara aos 13 minutos e em novo erro de Mônica que fez contra aos 21 – a arbitragem, após consultar o VAR, considerou que Kerr, em impedimento, não teve influência no erro da zagueira brasileira.

O Brasil ainda precisou trocar Cristiane por Bia enquanto que a Austrália, com a vantagem no placar, tratou de gastar o tempo contra um grupo de brasileiras sem fôlego e criatividade. Nos acréscimos, porém, um erro grave: agarrada por sua marcadora, Andressa Alves foi ao chão na grande área. O VAR fez a checagem do lance e, de forma errada, indicou à árbitra Esther Staubli, em comunicação pelo rádio, que não houve irregularidade no lance – o que gerou muita reclamação, justificada, no lado brasileiro por parte, principalmente, de Vadão e Marta.

No final, apesar do resultado adverso para o Brasil, o resultado foi bom para quem seguiu as indicações do Ganhador. Além do lucro de 2,20 por 1,00 (ou R$ 220,00 e uma aposta de R$ 100,00) para quem cravou que as brasileiras abririam o placar, teve também o ganho de 2,10 por 1,00 para a vitória das Matildas.

Se a Itália confirmar seu favoritismo contra a Jamaica, hoje, dia 14, Brasil e Austrália irão para a última rodada brigando por uma vaga em condições de igualdade. As australianas enfrentarão as jamaicanas e as brasileiras medirão forças com as italianas.

 

Favoritas levam a melhor na segunda rodada dos grupos A, B e C e garantem bons lucros

Grupo A

França 2 x 1 Noruega

Com direito a gol contra da capitã francesa Renard e pênalti anotado pelo VAR, a seleção da França passou por cima da Noruega e conquistou sua segunda vitória na Copa do Mundo, resultado que colocou as francesas nas oitavas de final e também serviu para garantir os lucros de quem seguiu as dicas do Ganhador e faturou 1,31 por 1,00 com a vitória e ganhou 1,74 por 1,00 investindo em um jogo com mais de 2,5 gols.

Nigéria 2 x 0 Coreia do Sul

No outro jogo do Grupo A, o gol contra de Kim (Oshoala marcou o outro) ajudou a definir a vitória da Nigéria que deste modo se recuperou da derrota na estreia, se manteve viva na luta por uma das vagas do grupo para as oitavas de final e confirmou nossas dicas de aposta que davam como melhor opção a hipótese dupla de vitória para qualquer uma das equipes a 1,30 por 1,00 (um lucro de R$ 30,00 em uma aposta de R$ 100,00).

Grupo B

Alemanha 1 x 0 Espanha

A Espanha bem que tentou – e até jogou melhor – mas faltou qualidade para superar a defesa da Alemanha e chegar à segunda vitória no Grupo B. As bicampeãs mundiais tiveram menos posse de bola e foram menos perigosas no saldo final do jogo, mas foram mais efetivas com Daebritz marcando o único gol do jogo aos 41 do primeiro tempo – que fez valer nossa dica de empate ou vitória alemã a 1,22 por 1,00 e no placar com menos de 2,5 gols a 1,87 por 1,00 (um retorno de R$ 87,00 em uma aposta de R$ 100,00).

África do Sul 0 x 1 China

Em um jogo de muita posse de bola e poucas chances de gol, a China foi melhor a aproveitou uma das poucas chances que teve e marcou o gol da vitória aos 39 do primeiro tempo com a camisa 10, Li. No final, um jogo sem sustos (como dissemos aqui) e vitória da China que pagou 1,45 por 1,00 para quem seguiu a dica do Ganhador com números do Bodog.

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.