Copa Sul-Americana

Colón x Atlético-MG: quem abrirá vantagem na semifinal da Sul-Americana?

Atlético-MG encara o Colón, na Argentina, mirando o jogo de volta em Belo Horizonte e a classificação para a grande final da Copa Sul-Americana.

Foto: Bruno Cantini / Atletico-MG / Reprodução

Vivendo um momento complicado na temporada – mais especificamente no Campeonato Brasileiro onde vem perdendo posições rodada após rodada – o Atlético-MG vai à Argentina enfrentar o Colón nesta quinta-feira em jogo válido pela ida da semifinal da Copa Sul-Americana. No papel, o time brasileiro tem mais qualidade, mas com a bola rolando, o desempenho das equipes vem sendo bem diferente e, jogando em casa, os argentinos são favoritos. O Galo tem a vantagem de decidir em casa e, por conta disso, deverá adotar uma estratégia mais cautelosa, evitando sofrer gols e, caso isso não seja possível, buscar um empate com gols que lhe dê alguma vantagem em Minas Gerais no próximo dia 26.

Melhores sites de apostas

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+4

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+2 More

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

Transmissão

ao Vivo

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$777

Bônus

+8 More

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$150

Bônus

+3

Saque em 1-2 - Dias

Colón (R$ 2,55) x (R$ 3,20) Atlético-MG

O estádio Cementerio de Elefantes recebe nesta quinta-feira o primeiro jogo da semifinal da Copa Sul-Americana entre Colón e Atlético-MG – um autêntico Brasil x Argentina. Os odds para o jogo apontam uma possibilidade de dobrar o investimento com a vitória de qualquer uma das equipes e deixa claro que este é um duelo sem favoritos absolutos. Isso porque o Colón, embora seja no papel uma equipe menos talentosa que o Galo, vem de uma série de quatro jogos sem derrotas – duas vitórias e dois empates – enquanto que o conjunto brasileiro acumula uma sequência de cinco derrotas seguidas no campeonato nacional.

 

Por que o Colón é o favorito?

O favoritismo que os odds do Bodog dão ao Colón para esta semifinal de Copa Sul-Americana é bem relativo e se deve muito mais à queda de rendimento do Atlético-MG do que à qualidade do conjunto argentino que tem lá suas virtudes nos pés de Cristian Bernardi e Wilson Morelo – o primeiro é o artilheiro do time na competição, com três gols, e o segundo vive grande fase, com quatro gols nos últimos cinco jogos (global).

No campeonato argentino o desempenho do time não é lá grandes coisas: 14º colocado com apenas sete pontos. Em geral, o clube não apresenta grandes feitos em seu currículo. Em sua história, as melhores campanhas foram no Campeonato Argentino de 2000, quando foi vice, e na Libertadores 1998, quando alcançou as quartas de final. Estar na semifinal da Copa Sul-Americana já é um grande feito (o que não significa que os hermanos não lutarão pelo direito de disputar a final).

Nunca é demais lembrar que um time argentino é sempre perigoso (ainda mais quando mede forças com um brasileiro) e sem perder como mandante há cinco jogos – três vitórias e dois empates – o Colón entrará em campo com algum favoritismo, pagando R$ 2,55 por R$ 1,00 em caso de vitória.

 

Por que o Atlético-MG é a zebra?

Com Cazares afastado por indisciplina – e à caminho da lista de “transferíveis” – o Atlético-MG soma os problemas de criação no meio-campo aos motivos que explicam a recente queda de rendimento do time que acumula cinco derrotas seguidas no Campeonato Brasileiro. Não que isso seja uma grande surpresa: quando ainda era comandado por Levir Culpi, o Galo acumulou uma série de resultados ruins na Libertadores – que acabaram por mandar o time para a Sul-Americana. Sob o comando de Rodrigo Santana, o time se reaprumou, conseguiu resultados importantes no Brasileirão e, com méritos, chegou a esta semifinal.

Mas agora é a hora de tirar coelhos da cartola. No papel o Atlético-MG tem um conjunto melhor mas como a fase é ruim, deverá atuar tendo em mente que este é um jogo de 180 minutos e evitar uma tragédia na Argentina é meio caminho para alcançar um bom resultado em Minas daqui uma semana e conquistar o direito de disputar a tão sonhada final que pode, inclusive, salvar a temporada na Cidade do Galo.

 

Melhor palpite para Colón x Atlético-MG

Os donos da casa sabem que precisam fazer valer sua força diante de sua torcida. A tendência para este jogo é que o Colón pressione o Atlético-MG em busca de uma vitória que lhe permita jogar pelo empate na volta, em Minas. O Galo, por sua vez, tem em mente que um empate – se possível com gols – lhe dará uma boa vantagem na partida derradeira. Explorando os contra-ataques, o time brasileiro tende a gastar o tempo e atacar apenas na certeza. Com isso, um jogo abaixo de 2,5 gols a R$ 1,40 (segundo o Bodog) parece uma boa opção. O empate a R$ 2,95 também não seria nenhuma surpresa ao final dos 90 minutos e mais que dobraria o investimento inicial.

Aproveite também para conferir os palpites do Ganhador para a outra semifinal da Copa Sul-Americana, entre Corinthians e Independiente Del Valle.

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar