Futebol

Brasileiros foram bem na Sul-Americana; Athletico abriu vantagem na disputa pela Recopa e o Grêmio tropeçou na Copa do Brasil

Outra goleada

Como se jogasse uma pelada com bola de meia, João Pedro não sente o peso da camisa do Fluminense e, aos 17 anos, lidera o Tricolor na vitória contra o Atlético Nacional

Foto: Carl de Souza/AFP/Reprodução

No balanço final dos torneios internacionais, a rodada do meio de semana foi muito boa para os brasileiros. Pela Copa Sul-Americana, apenas o Atlético-MG não foi bem e voltou para Minas carregando mais uma derrota na temporada: 1 a 0 contra o Unión La Calera – resultado que derrubou nossa dica de aposta, mas confirmou os odds do SpinSports que apontavam o favoritismo dos donos da casa. No mais, sucesso brazuca com a vitória por 1 a 0 do Botafogo contra o Sol de América, fora de casa – placar indicado pelo Ganhador e que pagou 6,10/1,00 –, triunfo corintiano no Itaquerão por 2 a 0 contra o Deportivo Lara (a vitória do Timão sem sofrer gols foi a sugestão do Ganhador para aumentar os lucros neste duelo) e mais uma goleada do Fluminense, desta vez por 4 a 1 contra o Atlético Nacional – outro resultado que confirmou nossas indicações –, com direito a mais um show do jovem João Pedro que não sentiu o peso da camisa Tricolor e acabou com o Atlético Nacional.

Na disputa pelo título da Recopa, o Athletico saiu na frente do sempre perigoso River Plate e fez valer a pena poupar os titulares na 5ª rodada do Campeonato Brasileiro e ser derrotado por 2 a 0 pelo Corinthians. A vitória por 1 a 0 na Arena da Baixada – placar apertado conforme indicado aqui – dá ao Furacão a vantagem de jogar pelo empate no próximo dia 30, na Argentina, na grande decisão.

Fechando a rodada, pela Copa do Brasil, além do tropeço do São Paulo – comentado aqui –, que mais uma vez não conseguiu superar o Bahia jogando no Morumbi, o Grêmio também se complicou sozinho e não passou de um 0 a 0 contra o Juventude – resultado que foi indicado na hipótese-dupla apontada pelo Ganhador aqui. Nos demais jogos, deu a lógica: o Palmeiras confirmou seu favoritismo e venceu o Sampaio Corrêa por um placar magro (1 a 0) e o Internacional também fez a lição de casa e goleou o Paysandu por 3 a 1 no Beira-Rio – fazendo mais de 2,5 gols e fazendo valer mais uma dica de aposta do Ganhador.

Veja a seguir como foram os jogos que mexeram com a torcida na rodada do meio de semana.

Melhores sites de apostas

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+4

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$150

Bônus

+3

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

Transmissão

ao Vivo

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+2 More

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$777

Bônus

+8 More

Saque em 1-2 - Dias

Athletico vence e está perto de conquistar a Recopa

Exceto por uma pressão do River nos minutos iniciais, o Athletico não levou sustos no primeiro jogo das finais da Recopa Sul-Americana na Arena da Baixada. Absoluto em seu estádio o Furacão foi assumindo o controle do jogo até que, ainda no primeiro tempo, Marco Ruben abriu o placar. A vantagem desestabilizou o conjunto argentino que passou a atuar desordenadamente tentando a todo custo igualar o placar, mas sem efetividade. O técnico Gallardo mexeu no River no segundo tempo tentando tirar o time da apatia total, enquanto que Tiago Nunes mudava o rubro-negro para garantir sua superioridade em campo. Tudo ficou mais fácil quando Casco foi expulso já no final do jogo. Nunes então trocou o volante Wellington pelo atacante Thonny Anderson e mandou o Athletico ao ataque, mas o segundo gol não saiu.

No próximo dia 30, River Plate e Athletico voltam a se enfrentar no Monumental de Nuñes. Ao Furacão, basta o empate para conquistar o título da Recopa (o segundo título internacional do clube em menos de um ano).

 

Brasileiros vão bem na Copa Sul-Americana

Corinthians 2 x 0 Deportivo Lara

Se não fosse pelo goleiro Salazar do Deportivo Lara, o placar do duelo de ontem, quinta-feira, dia 23, no Itaquerão teria sido ainda mais elástico. Mas os 2 a 0 conquistados em casa deixam o Corinthians em uma situação confortável para o duelo de volta, no próximo dia 30, às 17h (de Brasília), em Barquisimeto: a equipe brasileira pode perder por 1 a 0 e mesmo assim se classificar para as oitavas de final do torneio. Absoluto durante todo o jogo, o Timão fez um bom primeiro tempo, mas não conseguiu abrir o placar. Para o segundo tempo, o técnico Fábio Carille mexeu e como o Lara era por demais incompetente no ataque, trocou Ralf por Gustagol, reorganizou a equipe viu Vágner Love aproveitar cruzamento de Fágner para abrir o placar. O Timão não se acomodou com a vantagem e seguiu em cima do rival até que Gustavo – voltando ao time após contusão – pôs fim ao jejum de dois meses e voltou a deixar sua marca em campo após bom passe de Danilo Avelar.

Fluminense 4 x 1 Atlético Nacional

E se o Corinthians está com “a vida ganha” para o próximo jogo na Sul-Americana, o Fluminense está rindo à toa. O time, que vem pegando gosto pelas goleadas, não deu chances ao Atlético Nacional – comandado pelo brasileiro Paulo Autuori – e com 11 minutos de jogo já vencia por 3 a 0 com dois gols de João Pedro e um de Luciano (com assistência de João Pedro, o astro da noite). Em cobrança de pênalti, Barcos diminuiu, mas João Pedro, antes do fim do primeiro tempo, guardou mais um e fechou a fatura. No segundo tempo, o Atlético pouco ameaçou e o Flu perdeu boas chances de ampliar a vantagem – que já é enorme.

Para o duelo de volta, próximo dia 29, na Colômbia, os brasileiros podem perder por até dois gols de diferença que garantem vaga na próxima fase. Com na Sul-Americana há o critério de gol marcado fora de casa, o Atlético Nacional se classifica se fizer 3 a 0 e um 4 a 1 para a equipe colombiana levará a decisão para os pênaltis.

Sol de América 0 x 1 Botafogo

O Botafogo fez o simples – e ainda contou com a sorte – e garantiu a vitória pelo placar mínimo diante do Sol de América na última quarta-feira no Paraguai. A noite não era dos donos da casa que viram Clar cobrar pênalti no travessão aos 22 minutos do primeiro tempo e teve o meia Pardo expulso aos 31. Apesar da vantagem, o Botafogo pouco agrediu nos primeiros 45 minutos. Os cariocas voltaram mais “ligados” no segundo tempo, pressionando e criando chances de gol até que Erik aproveitou vacilo do goleiro Escobar e mandou para o fundo do gol aos 27 minutos. O alvinegro tentou ampliar mas parou de arriscar quando Jean foi expulso aos 40. Com 10 para cada lado, os brasileiros trataram de garantir a vantagem de jogar pelo empate na volta na próxima quarta-feira no Engenhão.

Unión La Cálera 1 x 0 Atlético-MG

Mais uma vez o Atlético-MG não foi bem em um duelo internacional e foi superado pelo Unión La Cálera com gol de Lobos no segundo tempo após bom controle do jogo por parte dos donos da casa. Agora o Galo precisará de uma vitória por dois a zero em casa para avançar na competição. Um a zero a favor do Atlético-MG levará a decisão para os pênaltis.

 

Grêmio tropeça na Copa do Brasil

Juventude 0 x 0 Grêmio

Fechando o jogo com quase o dobro da posse de bola (63% a 37%), o Grêmio foi – como vem fazendo no Campeonato Brasileiro – incapaz de transformar a superioridade da posse de bola em gols – apesar das 10 finalizações que fez nos 90 minutos. O jogo, como vem acontecendo nas últimas apresentações do Tricolor, foi ruim. Falta vibração ao Grêmio e vontade de definir os jogos. A reação na Libertadores chegou a animar os torcedores, mas a forma como o time de Renato Gaúcho vem jogando na temporada, não anima. O 0 a 0 em Caxias resume bem isso e acende as luzes de alerta no clube – apesar dos seis títulos conquistados em 2 anos de meio de trabalho, como bem lembrou o técnico na coletiva pós-jogo (mesmo ninguém tendo questionado as inegáveis conquistas recentes da equipe).

Internacional 3 x 1 Paysandu

No outro lado da grande rivalidade do futebol gaúcho, o Internacional levou um susto com o empate dos visitantes no início do segundo tempo – após ter saído na frente e controlado toda a etapa inicial. Mas o Colorado não se assustou, confirmou sua superioridade e com gols de Rodrigo Lindoso e Paolo Guerrero (seu segundo na partida) garantiu a vitória por 3 a 1 e uma grande vantagem para o duelo de volta. Com o fim do gol qualificado pela Copa do Brasil, o Paysandu só chegará às quartas de final se vencer o Inter por uma diferença de três gols. Vitória por diferença de dois gols levará a decisão para os pênaltis enquanto que o Internacional poderá perder por um gol que seguirá adiante no torneio.

Sampaio Corrêa 0 x 1 Palmeiras

Pra variar, o Palmeiras não jogou bem. Dando-se o devido desconto à presença de apenas um titular (Felipe Melo) em campo, a falta de entrosamento do Verdão foi gritante e o gol salvador contra o Sampaio Corrêa só saiu em cobrança de falta de Moisés aos 46 minutos do segundo tempo – e ainda contou com uma falha do goleiro Andrey. O suficiente para garantir uma boa vantagem para o jogo de volta mais muito pouco dada a superioridade técnica do elenco alviverde diante da equipe dos donos da casa. De todo modo, basta um empate no jogo de volta no próximo dia 30.

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar