Amistosos de seleções

Brasil x Senegal: com Neymar “blindado”, seleção brasileira é favorita no amistoso desta quinta-feira

Em alta com Tite, Neymar quer uma boa atuação contra a seleção de Senegal

Contando com a confiança de Tite, Neymar é aposta do técnico para desequilibrar o jogo contra Senegal a favor do Brasil.

Foto: Reprodução

Sem vencer desde a conquista da Copa América e com Neymar “blindado” (e achando normal ter “privilégios” porque, em suas palavras, carregou o time nas costas em mais de uma ocasião), a seleção brasileira entra em campo na manhã desta quinta-feira para medir forças com a seleção senegalesa em amistoso internacional a ser disputado no Estádio Nacional de Singapura. É – como tem sido rotina no planejamento da CBF –, mais um amistoso de qualidade duvidosa para o combinado nacional que, no papel, engole fácil a equipe sul-africana. Tanto que os odds do Bodog para este jogo indicam um retorno de R$ 1,35 para cada real apostado na vitória brasileira contra R$ 9,00 por um para a possibilidade de vitória senegalesa com o improvável empate fechando em R$ 4,55.

Melhores sites de apostas

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+4

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+2 More

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

Transmissão

ao Vivo

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$777

Bônus

+8 More

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$150

Bônus

+3

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

100%

ATE

$600

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

100%

ATE

$1000

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

100%

ATE

$1,000

Saque em 1-2 - Dias

Brasil (R$ 1,35) x (R$ 9,00) Senegal

Brasil e Senegal vão a campo nesta quinta-feira a partir das 9 horas da manhã (horário de Brasília) medir forças no Estádio Nacional de Singapura. Se por um lado o duelo serve pouco para medir a força dos selecionados de Tite, por outro é uma boa oportunidade para vermos a quantas anda o “projeto Neymar” que tenta limpar a imagem do menino mimado da Vila após a bagunçada tentativa de se livrar do PSG – para onde, aliás, nunca deveria ter ido – e também uma ótima chance para conseguir bons lucros investindo não apenas na vitória da seleção brasileira mas também na combinação de gols e desempenho defensivo da equipe segundo os números do Bodog.

 

Por que o Brasil é favorito?

Uma seleção que tem entre seus convocados Coutinho, Arthur, Neymar, Richarlyson, Firmino, Paquetá, Gabriel Jesus e Gabigol (para mencionar apenas o pessoal mais ofensivo) é sempre favorita a absolutamente tudo – mesmo que os resultados pós-conquista da Copa América (empate em 2 a 2 com a Colômbia e derrota por 1 a 0 para o Peru), sejam decepcionantes. Além do mais, com o técnico Tite desfalcando clubes como Grêmio e Flamengo, que disputam vaga na final da Libertadores, para a disputa de um amistoso que na prática não vale absolutamente nada – a Argentina, pelo menos, vai encarar a Alemanha – a obrigação de vencer aumenta. Some-se a isso um Neymar que não tem vergonha nenhuma de dizer em entrevista que merece os privilégios que tem na seleção porque em mais de uma oportunidade carregou “o time nas costas” e tento a obrigação de mostrar em campo que ainda tem valor não apenas para o torcedor brasileiro, mas, principalmente, para a torcida do PSG que não perde a oportunidade de mostrar como está insatisfeita com o menino-Ney, a receita para “uma boa apresentação” está posta na mesa.

Com todo este contexto é de se imaginar que o Brasil saia um pouco da retranca titesca e apresente um futebol mais ofensivo. Com a qualidade que seus jogadores de ataque têm, é difícil imaginar um jogo com poucos gols.

 

Por que Senegal é o azarão?

Embora não tenha uma grande tradição dentro do futebol e no papel seja bem inferior à seleção brasileira, Senegal não é nenhuma sopa no mel. Atuais vice-campeões da Copa das Nações Africanas – a Argélia levou o título –, os senegaleses montam sua estratégia de jogo em um sistema defensivo razoavelmente bem armado e um ataque que conta com o talento de Sadio Mané, do Liverpool. Mas, a qualidade técnica do conjunto todo fica muito abaixo daquilo que o Brasil pode apresentar. Por conta disso é difícil imaginar alguma surpresa para cima da seleção brasileira.

 

Melhor palpite para Brasil x Senegal

Não há nada no mundo que indique valer a pena duvidar dos números do Bodog e não apostar na vitória brasileira a R$ 1,35. Com um lucro líquido de apenas R$ 0,35 para cada R$ 1,00 investido, vale a pena olhar com atenção para as hipóteses de gol e ampliar o retorno com este duelo. Um jogo acima de 2,5 gols, por exemplo, paga R$ 1,83. Vitória do Brasil por 1 x 0, 2 x 0 ou 2 x 1 paga R$ 2,25 e triunfo canarinho sem sofrer gols rende R$ 1,95 de acordo com o Bodog.

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar