Seleção Brasileira

Brasil encara a Coréia do Sul tentando acabar com a seca de vitórias pós-Copa América

Contra a Coreia do Sul, seleção brasileira tenta acabar com jejum de vitórias

Com Tite pressionado, seleção brasileira parte em busca da primeira vitória após a conquista da Copa América contra a Coréia do Sul no último amistoso do ano.

Foto: Pedro Martins / MoWA Press / Reprodução

A seleção brasileira encerra sua temporada nesta terça-feira em amistoso contra a Coréia do Sul nos Emirados Árabes. Sem vencer desde a conquista da Copa América, a equipe convocada e comandada por Tite vai à campo pressionada pela derrota por 1 a 0 contra a Argentina na última sexta-feira. Sem apresentar inovações e nem a reformulação necessária para as eliminatórias e eventual disputa da Copa do Mundo, Tite segue apostando em veteranos como Thiago Silva, William e Daniel Alves (que não foi convocado para estes amistosos). Atletas de destaque, sim, mas que dificilmente estarão no auge físico para disputar mais um mundial. E em meio à “titice” que já derrubou Fábio Carille no Corinthians e vai consumindo seu (pouco) crédito com torcida e CBF, o professor tenta fechar o ano com um triunfo e um pouco de paz antes de entrar na disputa das eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022. Pra variar, os odds estão ao lado da seleção canarinho, mas estavam em outras oportunidades e o que vimos até aqui foi uma série de cinco jogos sem vitórias. Por isso, é bom olhar com desconfiança para os 1,29 a favor do Brasil contra 11,00 por um para a seleção sul-coreana (com números do Bodog).

Melhores sites de apostas

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+4

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$777

Bônus

+8 More

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

100%

ATE

$1,000

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

Transmissão

ao Vivo

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+2 More

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$150

Bônus

+3

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

100%

ATE

$600

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

100%

ATE

$1000

Saque em 1-2 - Dias

Brasil (1,29) x (11,00) Coréia do Sul

Brasil e Coréia do Sul se enfrentam no Estádio Mohammed Bin Zayed, nos Emirados Árabes, a partir das 10:30 desta terça-feira (horário de Brasília). Enquanto que a equipe sul-coreana não sabe o que é perder há nove jogos, o Brasil não vence há cinco e vem de uma derrota por 1 a 0 para a Argentina na última sexta-feira. Para a longevidade de Tite à frente da seleção, vencer este amistoso é fundamental.

 

Como o Brasil chega para o jogo?

A fase da seleção brasileira nem de longe é boa. Após a conquista da Copa América – com todos os altos e baixos que vimos – o time canarinho perdeu o rumo, a solidez defensiva e não vence há cinco jogos (duas derrotas e três empates). Precisando renovar o time e também conquistar bons resultados, necessidade de um triunfo amanhã, dia 19, deverá mudar os planos de Tite de apostar em nomes novos como, por exemplo, Rodrygo que vem arrebentando no Real Madrid mas precisa de “amadurecimento” no ambiente de seleção (embora ninguém explique como um atleta “amadurece” sem entrar em campo e encarar um jogo de verdade). Claro que atuações como a de Paquetá no primeiro tempo não ajudam quando se pensa em “colocar a molecada para jogar” mas vale mais a pena acreditar em Paquetá, Vinícius Júnior, Rodrygo e Arthur do que insistir em William e Coutinho, por exemplo. De todo modo, Tite precisará fazer uma mudança no time: lesionado, Alex Sandro não vai para o jogo e Renan Lodi (que merecia uma chance desde quando atuava pelo Athletico-PR) será o titular amanhã. Paquetá que foi titular contra a Argentina deve perder o lugar para Coutinho e Marquinhos deve retomar seu lugar na zaga ao lado de Thiago Silva, mandando Éder Militão para o banco de reservas. É a pressão pelo resultado dando as cartas no 11 inicial da seleção brasileira.

 

Como chega a Coréia do Sul para o jogo?

Após o empate em 0 a 0 com a seleção do Líbano, a Coréia do Sul está pronta para encarar o amistoso com o Brasil. Em processo de renovação que vem dando resultados, a equipe sul-coreana vive um bom momento: não perde há nove jogos e não sofre gols há quatro. Números bem contrastantes com os do Brasil que não vence há cinco jogos e sofreu gols nas últimas seis partidas que disputou. Claro que, no papel, o talento brasileiro é superior, mas com a bola rolando o sistema “engessado” de Tite não vem produzindo os resultados esperados contra adversários mais fracos. Com uma defesa bem organizada, a Coréia do Sul pode complicar mais um pouco a vida do técnico brasileiro.

 

Melhor palpite para Brasil x Coréia do Sul

É melhor não arriscar no favoritismo dos números apontados pelo Bodog para este jogo. Não que valha a pena arriscar na vitória da Coréia do Sul a 11,oo por um (não vale). Mas com uma defesa brasileira que sofreu gols em todos os últimos seis jogos que disputou e um ataque que, em geral consegue marcar, acreditar em um jogo onde os dois times farão gols a 2,45 parece uma boa escolha para lucrar com esta partida, assim como a possibilidade de gols nos dois tempos a 1,77 independente de quem marcará.

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar