Entretenimento

Quais as chances de Jair Bolsonaro agora que assumiu a presidência?

Bolsonaro em sua posse
Foto: AP Photo/Silvia Izquierdo

As casas de apostas dão seus palpites sobre o mandato do atual Presidente da República

Passou apenas um mês e meio do mandato de Jair Messias Bolsonaro e promessa de se tornar um governante bastante controverso foi cumprida rapidamente. Entre tratamentos para se recuperar do atentado que sofreu, declarações polêmicas de pessoas de sua confiança e anúncios de decisões que são rapidamente desmentidos, as previsões de um começo turbulento se mostraram acertadas. As casas de apostas já estão levantando o questionamento e o Bumbet, especializado no público brasileiro, tem apostas abertas para quem quiser lucrar com o futuro da política brasileira sem precisar se candidatar a nada.

Melhores sites de apostas

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+4

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$150

Bônus

+3

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

Transmissão

ao Vivo

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+2 More

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$777

Bônus

+8 More

Saque em 1-2 - Dias

 

O que está a favor de Bolsonaro?

Os grandes trunfos do atual Presidente da República são algumas escolhas acertadas e populares para sua equipe. O setor empresarial depositou sua confiança em Paulo Guedes, cuja nomeação como Ministro da Economia foi um dos pontos mais trabalhados na campanha de Bolsonaro. A expectativa do setor com relação às reformas de Guedes e otimismo gerado levaram a uma alta da Bolsa e queda do Dólar em relação ao governo Temer, fatores importantíssimos após uma eleição que foi decidida também pelas preocupações com uma grande crise e os rumos da economia brasileira.

Outro nome que se destaca é Sérgio Moro, ex-juiz de primeira instância transformado em Ministro da Justiça e Segurança Pública, que ganhou uma grande notoriedade com seu trabalho julgando réus na Operação Lava-Jato, sendo elevado ao nível de herói nacional por alguns setores. O eleitorado favorável a Bolsonaro espera que Moro ofereça propostas energéticas para combater a grande crise de violência urbana e os escândalos de corrupção que levaram a deterioração da aprovação dos governos anteriores.

Além disso, as sinalizações do afastamento de países como China, Rússia e Cuba e do MERCOSUL, seguido de uma possível aproximação dos Estados Unidos de Donald Trump e do governo de Israel, são bem vistos por parte da população mais conservadora.

 

E o que está contra?

O grande calcanhar de Aquiles do Presidente do Brasil é, ironicamente, formado por pessoas de confiança de seu governo. Carlos, Flávio e Eduardo Bolsonaro, filhos de Jair e todos em carreiras políticas, já se envolveram em escândalos em menos de cinquenta dias do mandato, o primeiro por suas declarações em redes sociais e os outros dois em investigações de corrupção.

Outro destaque negativo do governo é Damares Alves, Ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos do atual governo, que ganhou rapidamente notoriedade por suas declarações, atuais e antigas, consideradas preconceituosas. Além disso, existem acusações de que Damares, que também é pastora evangélica, deseje favorecer as ideias ligadas à sua religião, ferindo o Estado Laico.

Há também um receio de que Jair Bolsonaro não se recupere da facada levada durante a corrida eleitoral. A população fica em estado de apreensão cada vez que o Presidente precisa voltar ao hospital para realizar tratamento. A situação também gerou uma grande onda de boataria, teorias da conspiração e fake news, como o atentado ter sido forjado como parte da campanha eleitoral, ou que na verdade Bolsonaro esteja tratando um câncer e talvez não sobreviva.

Nas sombras da Ditadura Militar, dizem ainda que tudo não passa de um plano do vice Hamilton Mourão, militar de reserva simpático ao regime que durou de 1964 à 1985, para dar um golpe e levar os militares de volta à presidência. Claramente, tudo não passa de paranoia, mas a crença da população em qualquer uma dessas histórias fragiliza a força de Bolsonaro enquanto Chefe de Estado e Governante.

Jair Bolsonaro termina o mandato?

Os odds propostos pelo Bumbet se mantém estáveis, isto é, a casa de apostas acredita em um provável governo mantido até o fim. A hipótese de Jair Bolsonaro deixar a presidência apenas no final de seu mandato traz odds à 1.40, pagando R$ 1,40 para cada R$ 1,00 investido. Por outro lado, como Jair Bolsonaro não terminar o mandato por qualquer motivo ser considerada uma hipótese mais remota, também se mostra a mais lucrativa, com odds à 2.95, ou seja, a casa de apostas paga R$ 2,95 para cada R$ 1,00 apostado.

 

ATUALIZAÇÃO ANTERIOR: 14/12/2018

Bolsonaro vai terminar seu primeiro mandato como presidente? Casa de apostas lança a pergunta!

Presidente eleito do Brasil gera polêmicas. Será que Bolsonaro se manterá no cargo até o fim do mandato?

Ele ainda nem recebeu a faixa presidencial, mas as casas de apostas já lançaram a pergunta: “Jair Bolsonaro completará seu primeiro mandato presidencial?”. A resposta certa pode render de 40% a 195% de lucro.

A aposta foi lançada pelo Bumbet, um site de apostas especializado no público brasileiro. Um questionamento muito válido, considerando o atual momento de instabilidade do Brasil. A ex-presidente Dilma sofreu o impeachment. Logo em seguida, o ex-deputado Eduardo Cunha foi afastado, preso e renunciou à presidência da Câmara dos Deputados.

Bolsonaro é uma figura polêmica e assumirá a presidência sob grande pressão da população. Seu mandato começa em 1º de janeiro de 2019 e termina em 31 de dezembro de 2022. Será que um período de estabilidade nos aguarda nos próximos anos? Ou será que continuaremos vendo uma rotatividade no mais alto cargo do governo brasileiro? É hora de dar o seu palpite!

Abaixo, você confere quanto a casa de apostas paga em cada opção.

Melhores sites de apostas

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+4

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$150

Bônus

+3

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

Transmissão

ao Vivo

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$200

Bônus

+2 More

Saque em 1-2 - Dias

Saque em

1-2

Dias

R$777

Bônus

+8 More

Saque em 1-2 - Dias

 

Jair Bolsonaro terminará seu mandato

Uma noiva que decide casar espera continuar casada com o amor de sua vida para todo o sempre. Da mesma maneira, o eleitor que vota em um candidato à presidência espera que ele se mantenha na cadeira presidencial até o fim do mandato. No caso de Jair Bolsonaro, a situação é ainda mais enérgica. Considerando que o vice-presidente é um general da reserva do Exército Brasileiro, não são apenas os eleitores do Bolsonaro que desejam que ele se mantenha no cargo até o final. Aqueles que votaram em Haddad no segundo turno são ainda mais enfáticos: melhor Bolsonaro do que Mourão.

Espera-se que Bolsonaro tenha chegado para ficar. É este o desejo da maior parte da população brasileira. Por isso, o Bumbet tem a resposta “Sim” como favorita. Os odds estão em 1.40, ou seja, o site paga R$ 1,40 para cada R$ 1 apostado em “Sim”, representando lucro de 40%.

 

Jair Bolsonaro NÃO terminará seu mandato

Circulam pela internet notícias falsas alegando que a renúncia de Jair Bolsonaro à presidência da república já foi feita. Fake news como essas estiveram presentes ao longo de toda a campanha eleitoral e continuarão arrebanhando seguidores durante o mantado do presidente. São vários os motivos da disseminação de fake news. O primeiro, é a própria desinformação da população, que acredita em qualquer manchete, por mais absurda que seja. O segundo motivo, porém, é o que interessa à aposta: os brasileiros gostam de ver o circo pegar fogo. Nossa história é marcada por presidentes que renunciaram, morreram ou sofreram impeachment. E o terceiro e principal motivo, Bolsonaro nem assumiu a presidência e já está envolvido em escândalos de corrupção.

Se Bolsonaro renunciar ou sofrer impeachment, assume o general da reserva Hamilton Mourão. Há quem comemore a presença de um militar na vice-presidência. Há quem tema. Dissidências entre os dois já foram abordadas em inúmeras entrevistas do vice-presidente, e um golpe não seria visto com grande surpresa.

Tendo tudo isso em vista, o Bumbet paga um bom dinheiro para apostas feitas na opção que diz que Bolsonaro “Não” irá completar seu mandato. Os odds estão em 2.95. Isso significa que, para cada R$ 1 investido, o retorno é de R$ 2,95, totalizando 195% de lucro sobre o investimento.

 

Como apostar na política brasileira

Comece criando seu usuário no Bumbet. O cadastro é gratuito, mas você terá que fazer seu primeiro depósito para começar a apostar. O site aceita cartão de crédito, boleto bancário, transferência bancária, e-wallets e Bitcoin. Uma vez cadastrado, busque na coluna esquerda do site por “Outros esportes” e clique na opção “Política”. Por fim, é só clicar na opção desejada e torcer!

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar