NBA

Warriors 3-0 Cavs: Kevin Durant faz o jogo da sua vida e deixa LeBron James à beira da maior derrota

Kevin Durant do Golden State Warriors
Foto: Jason Miller/Getty Images

Partida realizada na Quicken Loans Arena, em Cleveland, teve nível surreal e vitória do Golden State por 110×102 

E a NBA? Já tem campeão? Depois do que foi visto em Cleveland nas primeiras horas desta quinta-feira (7), já dá para dizer que sim. Nem LeBron James e nem ninguém do seu limitado Cavaliers foram capazes de parar a mais impressionante atuação da carreira de Kevin Durant, que fechou o Jogo 3 das Finais da NBA com enlouquecedores 43 pontos e uma cesta de três que já está na história. Este Golden State Warriors é mesmo uma máquina. Stephen Curry acaba com o Jogo 2; Kevin Durant acaba com o Jogo 3.

Deste jeito, começamos a achar que nem o Chicago Bulls de Jordan e Pippen seria páreo para esses “Splash Brothers” infernais que cravaram um impressionante 110×102 – e em plena Cleveland – para desbancar os Cavaliers no terceiro capítulo das Finais da NBA.

 

O massacre de Durant

Durant executou os Cavs. Foi sim uma atuação demolidora, para colocar a situação em um termo mais pacífico do que o usado pelos comentaristas americanos. O mais incrível acabou sendo o ponto final da sua obra-prima, com uma cesta de três antológica de quase nove metros de distância para colocar o 106×100 no placar a 50 segundos do fim.

Ave, KD! 43 pontos, 6/9 em cestas de três, 13 rebotes e 7 assistências. Não houve quem tenha conseguido frear a sua cota de triplos. Durant, assim, repete o que fez há exatamente um ano, quando brilhou nas Finais e deixou o Cleveland à beira do nocaute.

LeBron, pobre, voltou a ficar sozinho demais. Teve outra atuação AAA, mas seus 33 pontos, 10 rebotes e 11 assistências acabaram sendo insuficientes para se fazer frente a um Golden State que realmente voou em quadra. No começo do segundo quarto, o placar já estava 50×37. Uma loucura.

 

Kerr brilha outra vez

O time é mesmo bom demais. Mas não dá para deixar de destacar que este histórico Golden State tem um comandante à beira de quadra que parece reluzir tanto quanto os seus atletas. O que Steve Kerr está fazendo nesta decisão já permite colocá-lo também no rol dos grandes da história recente do melhor basquete do mundo.

O basquete é praticamente um laboratório de ciência com uma bola na mão e debaixo de um teto. Tudo é analisado e testado nos mínimos detalhes. E é claro que o Cleveland daria um jeito de tentar parar Stephen Curry depois do seu bombardeio no Jogo 2. J.R Smith avançou uma defesa pegajosa sobre o cestinha, e Curry sofreu demais. Nem parecia o mesmo homem do Jogo 2, pois errou os primeiros nove tiros de três que tentou. Coisas da vida, coisas do esporte. Cada momento realmente é único. Curry, porém, foi se soltando aos poucos, marcando 11 pontos no terceiro quarto, porém todos eles bem importantes, nos momentos cruciais da parcial. Os seus tiros de misericórdia vieram a 2min40s do fim, quando colocou os Warriors na frente por 98×97, ampliando para 101×97 com uma bola de três logo a seguir.

Não há, de verdade, nada que indique uma reviravolta no panorama atual. Na base da raça e da vontade, é bem provável que o Cleveland até faça o seu “gol de honra” e arraste a derrota derradeira até a semana que vem. Ao Golden State, tampouco é interessante fechar a decisão longe da sua quadra, onde a festa pelo título seria com certeza muito mais rentável para os donos da franquia.

Por tudo isso, não acreditamos em um 4-0 não, embora o semblante dos jogadores do Cleveland na saída de quadra tenha sido mesmo o mais derrotado possível. Neste caso, não seria o Golden State a ganhar, e sim os Cavs a perder – em casa e de lavada.

O último 4-0 registrado em uma final de NBA foi justamente em cima do Cleveland Cavaliers – em 2007, perante o San Antonio Spurs de Tony Parker e Tim Duncan. LeBron James, claro, ainda não era o Rei do Basquete que encanta o mundo nos dias atuais. Estamos bem próximos de presenciar um arranhão daqueles bem profundos em sua coroa.

 

Jogos das Finais da NBA 2017/2018

Jogo 1 

  • Golden State Warriors 124×114 Cleveland Cavaliers (1-0) 

Jogo 2 

  • Golden State Warriors 122×103 Cleveland Cavaliers (2-0)

Jogo 3 

  • Cleveland Cavaliers 102×110 Golden State Warriors (0-3)

Jogo 4 – Sexta-feira, 8 de junho 

  • 22:00 – Cleveland Cavaliers x Golden State Warriors – Palpite: Cavs

Jogo 5 (se necessário) – Segunda-feira, 11 de junho 

  • 22:00 – Golden State Warriors x Cleveland Cavaliers

Jogo 6 (se necessário) – Quinta-feira, 14 de junho 

  • 22:00 – Cleveland Cavaliers x Golden State Warriors

Jogo 7 (se necessário) – Domingo, 17 de junho 

  • 21:00 – Golden State Warriors x Cleveland Cavaliers

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.